OUTROS

Quem diria: estereótipo que temos de turistas britânicos é lenda urbana

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad

Enquete do dia:

Quem diria: estereótipo que temos de turistas britânicos é lenda urbana

O que você faz quando encontra com brasileiros no exterior?

1) Sai correndo

2) Finge que é nativo da terra

3) Critica ou abana a cabeça em desaprovação

4) Todas as alternativas acima

5) Nenhuma: cai uma lágrima de emoção patriótica

Seja sincero: quem nunca viu alguém bipando no Nextel nas ruas de Nova York e virou o rosto para outro lado? Ou viu aquela camisa do Flamengo em Paris se divertindo feliz com a família e fingiu ser de outro lugar?

Por incrível que pareça, acho que nosso complexo de vira-lata não nos permite achar graça disso. Seja porque nosso colega e compatriota brazuca fala muito alto, grita o nome dos outros e parece se deslumbrar com as promoções de uma pá de coisas que o Brasil nem sonha importar.

Um amigo meu, doutor em Neurociência, me contou que quando morou em Quebec, no Canadá, todos os brasileiros que migraram para o parte francesa do país negava completamente as origens. Alguns trocaram até o nome ou afrancesaram o que tinham.

Agora, na real... quem falou que todos nós somos o povo mais mal educado a turistar pelo mundo? Vamos nos valorizar, pessoal! Até porque tem uma galera bem com um código comportamental bem menos aceito do que nós.

Na verdade, o problema todo é não seguir as regras do lugar onde se está. Nenhum povo do planeta gosta de visitantes que falam alto, gritam o nome das pessoas, causam confusão, andam em grupos muito grandes (e por isso tumultuam certas atrações), parecem nunca chegar a um consenso sobre o que devem pedir num restaurante, num bar e que parecem não respeitar cerimoniosamente uma fila. E esse tipo de pessoa está em quase qualquer cultura. Talvez apenas os suíços não sejam assim.

Fato é que chegou a hora de termos um pouquinho mais de amor com nosso povo tão pouco acostumado a outras culturas. Até porque, os britânicos, exemplo de finesse mundo a fora, também está longe de ter um comportamento exemplar fora da Grã-Bretanha.

Duvida?

Está aí a prova que não me deixa mentir:

Estatisticamente, METADE dos dois mil turistas entrevistados para um estudo do escritório Slater & Gordon, um dos maiores de advocacia em Londres, respondeu que normalmente bebe muito mais fora do próprio país e que, por isso, sempre se veem em situações embaraçosas. O termo empregado em inglês foi “reckless behavior”, o que mostra que a galera realmente fica muito doida.

Quem diria: estereótipo que temos de turistas britânicos é lenda urbana

Em um grupo de 10 pessoas, uma respondia que se mete em brigas por causa da bebedeira e quatro, que fizeram coisas que jamais imaginaram fazer na Grã-Bretanha. Coisas do tipo: acidentes de trânsito, sexo com desconhecidos completos, brigas violentas de torcida em eventos esportivos, drogas, afogamentos e comer loucamente para em seguida passar muito mal.

O governo sempre fica tão escandalizado, que lançam de tempos em tempos relatórios sobre o comportamento louco dos britânicos e políticas de educação. Em geral, os países onde essa galera tem mais problemas é Espanha, Estados Unidos, Tailândia, França e Grécia.

Quem diria: estereótipo que temos de turistas britânicos é lenda urbana

Estão vendo? Brasileiros estão longe de encabeçarem a lista dos povos mais sem noção e mal educado do mundo. Tudo bem que a gente tem ainda muito a melhorar e a aprender com as boas maneiras dos outros, mas não merecemos tanto desprezo de nossa parte, não é mesmo?

----------

Por Pilar Magnavita

#viagem #turismo #brasileirosnoexterior #turistabrasileiro #turistamaleducado