PRAZER

Segundo a ciência, pessoas felizes têm essas 7 coisas em comum

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad

Felicidade não se compra, já diz o ditado. E também não existe fórmula para a gente chegar lá. Meu conceito de felicidade é diferente do seu, que não tem nada ver com o da sua vizinha e assim por diante. Como ser feliz, então? Segundo a ciência, apenas 40% de nossa felicidade está sob nosso controle, o que é assustador. O resto tem a ver com genética e fatores externos. O lado bom é que a ciência pelo mostra que os elementos abaixo são garantia de pelo menos nos aproximar da felicidade.

Segundo a ciência, pessoas felizes têm essas 7 coisas em comum

1. Relacionamentos

Sim, eles são essenciais. Um grande estudo acompanhou centenas de homens durante 70 anos e apontou que os mais felizes eram aqueles que tinham fortes relações com pessoas em quem eles confiavam.

2. Tempo

Várias pesquisas já mostraram que pessoas preferem ter tempo em vez de dinheiro. Ao que parece, a simples tentativa de levar a vida assim já deixa as pessoas mais felizes.

3. Dinheiro

Segundo a ciência, pessoas felizes têm essas 7 coisas em comum

Por isso, o parágrafo acima usa o verbo preferir. Ninguém despreza dinheiro. Afinal, é preciso pagar as contas. E os estudos mostram que o nível de felicidade aumenta à medida em que aumenta a faixa salarial das pessoas.

4. Bondade

Atos de bondade deixam qualquer um mais alegre. Inclusive o autor do gesto. Dê uma carona ou pague uma bebida a alguém de vez em quando.

5. Exercícios

Segundo a ciência, pessoas felizes têm essas 7 coisas em comum

Malhar é mais do que queimar calorias. Segundo estudos, cargas maiores de exercícios estão relacionadas a níveis de felicidade mais altos. E não faz nada mal entrar em forma, né?

6. Diversão

Experiências valem mais do que bens. Pessoas preferem se divertir a comprar bens materiais. Além disso, comprar coisas que vão lhe permitir ter experiências (como um tênis para corridas ou um livro para ler) conta a favor da sua felicidade.

7. Meditação

Estar em contato com o presente e consigo mesmo nunca faz mal. Vários estudos já mostraram que pessoas que praticam meditação consciente são mais felizes.