OUTROS

Site pornô proibido faz proposta indecente, mas governo russo diz não

Kristina Haddad
Author
Kristina Haddad

O Pornhub, maior site de “conteúdo adulto” (eles escrevem assim, mas a gente sabe que é pornô, né?) do mundo, foi proibido na Rússia. A decisão foi tomada pela agência estatal Roskomnadzor, que monitora sites que o governo russo não quer que sejam acessados pela população. 

Até aí, a notícia não é tão surpreendente assim. A sociedade russa é diferente, e o governo lá presidente Vladimir Putin governa com mão de ferro. A parte curiosa da história é que o pessoal do Pornhub não parece tão incomodado assim. O site até fez uma “proposta indecente” à Roskomnadzor: “Se dermos uma conta premium do Pornhub vocês liberam o Pornhub na Rússia?”

A agência até respondeu, mas não com o mesmo senso de humor do site pornô: “Perdão, não estamos no mercado e a população não é um commodity.”

Não é a primeira vez que a Roskomnadzor inclui o Pornhub na lista de sites proibidos na Rússia. Uma primeira proibição aconteceu em setembro de 2015, quando a agência também virou motivo de piada - inclusive entre internautas russos. Também na ocasião a Roskomnadzor tentou dar uma resposta engraçadinha. Quando uma usuária chamada Lola pediu uma sugestão de alternativa ao Pornhub, a agência respondeu “Querida Lola, como alternativa você pode conhecer alguém na vida real.”