FOTOS

Uma dica simples vai fazer você sair muito melhor nas selfies

Kristina Haddad
Автор
Kristina Haddad
Uma dica simples vai fazer você sair muito melhor nas selfies

Quantas vezes você já fez uma selfie, olhou o resultado e pensou “essa pessoa mal parece comigo!”? Pois é, acontece com todo mundo, e com mais frequência do que você imagina. A culpa não é sua. Quer dizer, é um pouquinho. Na verdade, a responsabilidade por essa distorção é das lentes dos smartphones. A sua parcela de culpa existe porque você nunca aprendeu a lidar com essas lentes. Mas isso vai acabar agora!

É o seguinte… Existe um negócio chamado distância focal, que é a distância entre o centro da lente e onde ela está focada. Ou seja, seu rosto vai aparecer diferente na foto dependendo da distância entre você e a câmera. O segredo é saber especificamente no seu smartphone a distância ideal para a selfie.

Uma dica simples vai fazer você sair muito melhor nas selfies

Não dá para listar aqui as distâncias focais de todas as lentes de todos os aparelhos vendidos no mundo, mas é importante que você saiba um conceito básico: quanto mais perto das bordas da foto, é maior a chance de uma parte do seu corpo ficar distorcida naquela foto. 

Um exemplo: se sua testa ficou muito perto da borda superior da tela, é certeza que você vai ficar testudo na selfie. O que fazer? Estique mais o braço, aumente a distância entre você e a câmera e… coloque seu rosto no meio de tela. Não importa se você quer uma imagem só do seu rosto. Você pode cortá-la depois. O essencial é que você fique o mais longe e o mais centralizado possível. Na colagem acima, a foto da direita é que foi produzida com maior distância entre pessoa e câmera. Além disso, note como o rosto do cidadão está centralizado na imagem.

Então é isso: 
Mais perto e menos centralizado = distorção e cara de desenho animado
Mais longe e no centro = foto real e mais atraente. 

Sem mistério, certo?