monifer15's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
monifer15's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
monifer15's story
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Eu não esperava...

Hoje em dia, o abuso contra a mulher são mais frequentes. A cada 5 minutos, uma mulher é abusada ou agredida, fisicamente ou psicologicamente. Muitas questões são discutidas por mulheres e homens, o terrível delas, é que a própria mulher culpa a pessoa que sofreu o abuso, de vez defender, faz o contrário, coloca a culpa na vítima.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Eu não esperava...

Mulher tem que ser respeitada, não importa a sua maneira de vestir, de agir, ou de ter tantos romances, não importa, o respeito tem que ser fundamental.
Hoje vou contar uma historia, de uma menina que teve a sua vida roubada, mas com fé e determinação, superou e vive feliz hoje em dia.
"Meu nome é clara, moro em minas gerais, na cidade de belo horizonte. Sou uma vítima de abuso sexual, tenho 30 anos, e sou mãe de dois filhos. Sou muito feliz com a minha vida agora, mas antes tive uma vida conturbada. A minha mãe teve eu muito nova, e o meu pai nos abandonou, a vida foi difícil para a minha mãe, mas ela teve ajuda da familia, porque se tornou mãe solteira. Quando fiz 2 anos de idade, a minha mãe, voltou se relacionar de novo, o homem parecia simpático, trabalhador de coração nobre, estava tudo numa maravilha, as minhas tias falavam para mim como ele era bom, porque eu tinha dois anos e não lembro disso. Com o passar do tempo, a minha mãe engravidou, e assim, a minha mãe e marcos( é o nome do cara que a minha mãe tava se relacionando) decidiram morar juntos. Foi uma alegria imensa, depois de casada, a minha mae teve mais 3 filhos, e assim se tornamos uma familia feliz. Passando os anos, eu estava crescendo, e já era uma adolescente, quando fiz 15 anos, como nós éramos pobres, a minha mãe fez só um bolinho e chamou meus primos e primas para o bolo. A festa foi legal, não foi uma festa, só um bolo, mas considerei uma festa, naquele dia, a minha mãe ficou um tempo na casa das minhas tias depois da festa, porque estava limpando tudo para ir embora, eu voltei com o marcos, meus irmãos ficaram esperando a minha mãe. Quando cheguei em casa, o marcos disse, tenho um presente para você, eu fiquei feliz, e disse me mostra então, e ele simplesmente começou tirar a minha roupa, eu disse para marcos, ele dizia que ele sabia que eu queria, como ele era mais forte do que eu,fiquei sem reação, e esperei que acabasse. Foi horrível, me machucou muito, e depois ele deu banho em mim e colocou a roupa e disse, se você contar para a sua mãe, eu te mato. Eu esperei a minha mãe chegar e disse tudo para ela, mas o marcos disse que me pegou com um menino dentro de casa, e disse que eu falei para ele não contar para a minha mãe, se não iria dizer que fui abusada. Como marcos sempre foi bom para a minha, ela simplesmente não acreditou em mim, simplesmente fechou os olhos para a situação. Eu sofri muito com isso, poxa, ela é minha mãe, deveria acreditar em mim. Quando fiz 18 anos engravidei do meu namorado e fui morar junto com ele, os primeiros 2 anos foi os meus melhores, mas eu comecei a dá problema, usei drogas, e me envolvi com um traficante, sim, trai o meu marido, o pai do meu filho. Separei do pai do meu filho, e comecei a ter uma relação com o traficante, se chamava erik, o jeito dele de ver a vida na loucura, me cativou muito, o perigo era um vício. Eu já usei muita droga pesada, até roubava para comprar a droga, o erik não deixava eu consumir a droga dele, porque era do trabalho dele, e só pagando para usar. Meu filho mora com o pai, e toda vez que visitava ele, ele sempre me perguntava porque estava tão magra, porque não estava bonita como antes, isso me matava, mas a droga me ajudava a esquecer, que o meu filho não me vê como antes, a sua mãe protetora e sempre arrumada, Se passou meses, e eu estava piorando.
A minha mãe viu que tinha me afundado em um poço sem fundo, e um dia veio até a mim e me pediu perdão, por ela não acreditar na sua própria filha, isso me mudou, eu perdoei a minha mãe, e com ajuda dela e da minha familia, que me amam muito, sai das drogas, entrei na igreja e ajudei o erik sair da vida de crimes. Não foi fácil, porque o grupo que ele pertencia era o mais perigoso do estado de minas, mas deus sempre abre as portas para o seus filhos, e ele conseguiu larga o crime. Me casei de novo, mas só que na igreja, e tive outro filho, é uma menina, se chama Elisa, e hoje ela tem 4 anos e o meu filho que eu não disse o nome, mas é Henrique, tem 12 agora, está um homenzinho, e eu sou mais presente na vida dele. Sobre toda a minha história, eu sei que não pode desacreditar de um filho, sempre temos que ficar atentos, e também que as pessoas podem mudar, basta querer."

Amor á primeira vista

Muitas pessoas não acreditam em amor a primeira vista, porque hoje em dia, o amor está desacreditado por muitas pessoas.
Mas algo me diz, de que quando tem esse amor por uma pessoa que nunca tenha visto na vida, e quando se encontra é algo mágico, que o próprio ser humano não consegue explicar a força dimensional que faz você para e olhar a pessoa em cada detalhe, em jeito de falar, olhar, como se veste, como se comporta, é uma força maior que você não intente naquele momento, fica confusa e sem reação.Amor a primeira vista é algo único, que acontece na vida das pessoas.
Vou contar a história da Perséfone, uma jovem cheia de sonhos e fantasias, que sempre sonhou em casar, ter filhos, e viver o feliz pra sempre, mas na vida É como um livro, tem começo, meio e fim.
"Sou a Perséfone, pratico esporte desde pequena, e sempre sonhei em casar e ter filhos, mas algo mudou a minha vida. E com 17 anos estava no começo da carreira de basquete, já tinha ganhado como a melhor jogadora do ano, mas não tinha chegado numa seleção brasileira, enfim, o meu time era uns dos melhores da federação paulista, e uma das minhas companheiras já tinha jogado por um time adversário,então ela tinha muitas amigas do time antigo, e um dia me chamou para ver um jogo da sua antiga amiga de time, e quando chegamos na quadra, ela foi cumprimentar a Gisele, a sua amiga antiga, e me apresentou para a Gisele.
"Gisele essa é a Perséfone, joga comigo." Assim que a Gisele me olhou, me apaixonei loucamente, não sabia que estava sentindo, era muitas misturas de sentimentos, que nunca senti em toda a minha vida. Eu lembro exatamente como ela se vestia, era o uniforme do time, era branco com azul, estava de top rosa, porque dava para ver o top, porque era regata e mostrava um pouco do top, ela estava de coque no cabelo, e usava aparelho rosa. A Gisele sorriu e me cumprimentou, nunca vou esquecer esse dia.
No momento não me aceitava, achava errado, eu senti atração por uma mulher, e como seria? Como contar para os meus pais, como seria o meu futuro? Muitas perguntas sem respostas, mas eu segui com o meu coração fechado, com um segredo guardado, sofrendo em silêncio, e cada dia admirando a Gisele de longe.
As meninas do meu time, começou a suspeitar da minha admiração por ela, porque no mundo do esporte ter um amor homossexual era normal, e sabia que a minha admiração não era de fã e sim era por desejo. Fiquei com esse amor durante uns 2 anos, até namorei outras pessoas durante esse tempo, e resolvi experimentar, porque na minha cabeça se passava, se eu beijar uma mulher antes que a Gisele, posso ser mais experientes quando chegar a ficar com a Gisele, é um pensamento idiota, é, eu sei, mas na hora, não me parecia idiota. Mas Fiquei com uma amiga minha, chama cassia, beijei, e gostei da sensação, foi uma coisa diferente, mas não fiquei apaixonada por ela. E com o passar do tempo, uma nova coisa em minha vida aconteceu, fui convocada para a seleção brasileira de base, fiquei feliz no momento, a categoria era uma acima do que a minha, mas já conhecia todo mundo. E o mais legal, era que a Gisele tava também, era da categoria da Gisele, e sim, a Gisele é 1 ano mais velha que eu, e a cassia foi também convocada, e na seleção, a cassia iria me ajudar com a Gisele, mas só tinha um problema, a Gisele namorava e eu também, mas eu terminei com o meu namorado antes de ir para a seleção, porque lá teria a oportunidades para ficar com a Gisele.
Os dias na seleção foi incríveis, era um sonho meu realizado, e esse ano, tinha me esforçado muito para entrar na seleção. Um dia no meu quarto do hotel em três pontas (era o alojamento para a concentração para a copa América) eu e as meninas estavam brincando de verdade e desafio, nessa época, essa brincadeira era famosa, todos brincavam para ficar com a pessoa que você gosta, e fizemos a brincadeira por minha causa, para finalmente eu beijar a Gisele, entre os acontecimentos, finalmente a beijei, foi incrível, fiquei boba, era um beijo leve, com muita ternura e uma pintada de safadeza, eu me senti a pessoa mais feliz do mundo. Mas a noite não poderia ter acabado bem, umas das meninas, era a mais fofoqueira do basquete, o nome da vaca, é Anne. Ela contou para todo mundo, e o basquete ficou sabendo que gostava de mulher, foi um escândalo, chegou até na Espanha no ouvido da namorada da Gisele, e me senti fatal, a Gisele me culpava pelo o rompimento dela com a sua namorada, achava que eu era a fofoqueira, sofri demais com tudo isso, e nem podia contar para a minha mãe, porque não sabia que eu gostava de mulher. Amigas próximas me ajudou á superar, a Gisele não quis nada comigo, e eu fiquei arrasada com tudo. Mas no final a Anne falou para a Gisele que foi ela que espalhou a fofoca, e que eu não tinha nada ver com tudo aquilo, a Gisele pediu desculpas, mas mesmo assim não quis nada comigo. Fiquei apaixonada por ela durante uns 2 anos, foi difícil esquecer mas eu superei e estou feliz por compartilhar a minha historia. Hoje eu e a Gisele conversamos normal, e fico feliz por ela está feliz, e eu, feliz por mim de não sentir mais nada por ela. Obrigado Gisele, você foi a mulher da minha vida!!"

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Amor á primeira vista
Você leu a pasta de história
escrita por
Writer avatar
Monifer15
Só quero escrever as meus pensamentos, a minha cabeça não para!!! Jogadora de basquete Twitter: @moniquete15 Snap:moni15fer