monifer15's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
monifer15's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
monifer15's story
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Será que todos os homens são iguais?

Nem todos os homens são iguais, não podemos generalizar, porque na vida sempre tem aquele que é bom e o mal caráter. E nesse mundo imenso, existi homens decentes e bons, basta ter a paciência de achar.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Será que todos os homens são iguais?

Não vamos achar a cada esquina, a procura pode ser longa ou curta, mas um dia, a gente sempre acha a nossa metade da laranja. Já conheci muitos homens, com pensamentos diferentes e atitudes diferentes, uns convencionais e outros liberais, mas sem dúvidas, sempre tem um que muda a sua vida para melhor ou para pior, mas em geral, levamos uma lição de vida a cada relacionamento que passamos. Eu já conheci um homem incrível, mas eu não sabia que era incrível, e simplesmente deixei passar, por causa dos meus erros. Ele era bom rapaz, que te respeita, que te trata como uma princesa, mas a maioria das pessoas não enxerga a bondade de outras, eu por exemplo, só queria curti a vida de solteira, eu só tinha exatamente uns 20 anos, nessa idade não queremos nada com nada, as vezes tem pessoas diferentes, que são mais maduras nessa idade, mas eu não era dessas pessoas diferentes, eu era imatura. O homem que conheci nos meus 20 anos, gostava de mim muito, fazia coisas e dizia coisas românticas, eu até achava fofo, e até eu fazia um poco de romantismos, mas isso é errado, porque deveria ter sido sincera com ele, isso é o mal das pessoas, não queremos ferir elas dizendo a verdade, mas lá pra frente elas sofrem muito mais com a verdade, que você guarda para si.
É gente, fiquei enrolando ele e no final que ele pensava que eu sentia o mesmo que ele,eu simplesmente terminei com ele, dizendo aquelas explicações que todo mundo sempre fala: "não é você, sou eu" e isso é fatal, magoei esse cara, mas com o passar dos anos, esse mesmo cara me mostrou que é um homem maravilhoso e me perdoou pelo o que eu fiz no passado. Hoje em dia somos amigos, e vamos levar essa amizade para a vida toda. E agora eu sei que existe homem que presta nesse mundo, as vezes deixamos passar, mas se tiver a oportunidade de novo, agarre com toda sua força, talvez seja o homem da sua vida ou uma lição pra levar para a vida toda. #dedico essa história, para o meu amigo, que apesar de tudo, ele deixou eu fazer parte da vida dele.

Eu não esperava...

Hoje em dia, o abuso contra a mulher são mais frequentes. A cada 5 minutos, uma mulher é abusada ou agredida, fisicamente ou psicologicamente. Muitas questões são discutidas por mulheres e homens, o terrível delas, é que a própria mulher culpa a pessoa que sofreu o abuso, de vez defender, faz o contrário, coloca a culpa na vítima.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Eu não esperava...

Mulher tem que ser respeitada, não importa a sua maneira de vestir, de agir, ou de ter tantos romances, não importa, o respeito tem que ser fundamental.
Hoje vou contar uma historia, de uma menina que teve a sua vida roubada, mas com fé e determinação, superou e vive feliz hoje em dia.
"Meu nome é clara, moro em minas gerais, na cidade de belo horizonte. Sou uma vítima de abuso sexual, tenho 30 anos, e sou mãe de dois filhos. Sou muito feliz com a minha vida agora, mas antes tive uma vida conturbada. A minha mãe teve eu muito nova, e o meu pai nos abandonou, a vida foi difícil para a minha mãe, mas ela teve ajuda da familia, porque se tornou mãe solteira. Quando fiz 2 anos de idade, a minha mãe, voltou se relacionar de novo, o homem parecia simpático, trabalhador de coração nobre, estava tudo numa maravilha, as minhas tias falavam para mim como ele era bom, porque eu tinha dois anos e não lembro disso. Com o passar do tempo, a minha mãe engravidou, e assim, a minha mãe e marcos( é o nome do cara que a minha mãe tava se relacionando) decidiram morar juntos. Foi uma alegria imensa, depois de casada, a minha mae teve mais 3 filhos, e assim se tornamos uma familia feliz. Passando os anos, eu estava crescendo, e já era uma adolescente, quando fiz 15 anos, como nós éramos pobres, a minha mãe fez só um bolinho e chamou meus primos e primas para o bolo. A festa foi legal, não foi uma festa, só um bolo, mas considerei uma festa, naquele dia, a minha mãe ficou um tempo na casa das minhas tias depois da festa, porque estava limpando tudo para ir embora, eu voltei com o marcos, meus irmãos ficaram esperando a minha mãe. Quando cheguei em casa, o marcos disse, tenho um presente para você, eu fiquei feliz, e disse me mostra então, e ele simplesmente começou tirar a minha roupa, eu disse para marcos, ele dizia que ele sabia que eu queria, como ele era mais forte do que eu,fiquei sem reação, e esperei que acabasse. Foi horrível, me machucou muito, e depois ele deu banho em mim e colocou a roupa e disse, se você contar para a sua mãe, eu te mato. Eu esperei a minha mãe chegar e disse tudo para ela, mas o marcos disse que me pegou com um menino dentro de casa, e disse que eu falei para ele não contar para a minha mãe, se não iria dizer que fui abusada. Como marcos sempre foi bom para a minha, ela simplesmente não acreditou em mim, simplesmente fechou os olhos para a situação. Eu sofri muito com isso, poxa, ela é minha mãe, deveria acreditar em mim. Quando fiz 18 anos engravidei do meu namorado e fui morar junto com ele, os primeiros 2 anos foi os meus melhores, mas eu comecei a dá problema, usei drogas, e me envolvi com um traficante, sim, trai o meu marido, o pai do meu filho. Separei do pai do meu filho, e comecei a ter uma relação com o traficante, se chamava erik, o jeito dele de ver a vida na loucura, me cativou muito, o perigo era um vício. Eu já usei muita droga pesada, até roubava para comprar a droga, o erik não deixava eu consumir a droga dele, porque era do trabalho dele, e só pagando para usar. Meu filho mora com o pai, e toda vez que visitava ele, ele sempre me perguntava porque estava tão magra, porque não estava bonita como antes, isso me matava, mas a droga me ajudava a esquecer, que o meu filho não me vê como antes, a sua mãe protetora e sempre arrumada, Se passou meses, e eu estava piorando.
A minha mãe viu que tinha me afundado em um poço sem fundo, e um dia veio até a mim e me pediu perdão, por ela não acreditar na sua própria filha, isso me mudou, eu perdoei a minha mãe, e com ajuda dela e da minha familia, que me amam muito, sai das drogas, entrei na igreja e ajudei o erik sair da vida de crimes. Não foi fácil, porque o grupo que ele pertencia era o mais perigoso do estado de minas, mas deus sempre abre as portas para o seus filhos, e ele conseguiu larga o crime. Me casei de novo, mas só que na igreja, e tive outro filho, é uma menina, se chama Elisa, e hoje ela tem 4 anos e o meu filho que eu não disse o nome, mas é Henrique, tem 12 agora, está um homenzinho, e eu sou mais presente na vida dele. Sobre toda a minha história, eu sei que não pode desacreditar de um filho, sempre temos que ficar atentos, e também que as pessoas podem mudar, basta querer."

Você leu a pasta de história
escrita por
Writer avatar
Monifer15
Só quero escrever as meus pensamentos, a minha cabeça não para!!! Jogadora de basquete Twitter: @moniquete15 Snap:moni15fer