AuQueMia
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
AuQueMia
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
AuQueMia
ic-spinner
Hikayeni paylaş
Sevdiğin hikayeleri ve yazarları bul ve takip et. İlham al, sen de kendi hikayelerini yaz. Hikayelerine arkadaşlarını davet et. Paylaş ve tüm dünyaya sesini duyur.

110 kg de amor: maior cão da Austrália só quer pular em cima do dono

Sabe aquele seu bichinho de estimação dengoso, cheio de amor pra dar, que quer sempre dar umas lambidas ou só um colinho? Não tem coisa mais fofa, né? Só tem um cidadão no mundo inteiro que discorda disso. 

Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸
110 kg de amor: maior cão da Austrália só quer pular em cima do dono

Um cidadão chamado Mark York tem um mastiff inglês de 1,98m de altura e 113 quilos que é cheio de amor pra dar. E o resultado disso é o cãozinho Baron esmagando o dono cada vez que pede carinho e atenção. 

110 kg de amor: maior cão da Austrália só quer pular em cima do dono

Baron não parou de crescer (é verdade!) e logo vai se tornar um cão terapêutico - animal que dá amor e conforto a pacientes de hospitais e alunos em escolas.  

110 kg de amor: maior cão da Austrália só quer pular em cima do dono

O que sobra de carinho falta de noção de espaço para Baron. O estabanado bichão ainda vai crescer e o dono não descarta a possibilidade de ele se tornar o cachorro mais pesado do mundo. O título por enquanto pertence a um mastiff americano de 127,5 quilos. Será que Baron chega lá? 

110 kg de amor: maior cão da Austrália só quer pular em cima do dono

Pesquisa revela que chihuahuas são mais agressivos do que pitbulls

Pesquisa revela que chihuahuas são mais agressivos do que pitbulls
Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸

Pitbulls levam fama de maus, valentões, perigosos e agressivos, mas será que é verdade? Essa pergunta levou os criadores da Dognition, um portal de cursos e treinamento de cães, a uma pesquisa online com 4 mil donos de cães para entender a cognição canina. 

Citizen Science as a New Tool in Dog Cognition Research
Citizen Science as a New Tool in Dog Cognition Research
Family dogs and dog owners offer a potentially powerful way to conduct citizen science to answer questions about animal behavior that are difficult to answer with more conventional approaches. Here we evaluate the quality of the first data on dog cognition collected by citizen scientists using the Dognition . com website. We conducted analyses to understand if data generated by over 500 citizen scientists replicates internally and in comparison to previously published findings. Half of participants participated for free while the other half paid for access. The website provided each participant a temperament questionnaire and instructions on how to conduct a series of ten cognitive tests. Participation required internet access, a dog and some common household items. Participants could record their responses on any PC, tablet or smartphone from anywhere in the world and data were retained on servers. Results from citizen scientists and their dogs replicated a number of previously described phenomena from conventional lab-based research. There was little evidence that citizen scientists manipulated their results. To illustrate the potential uses of relatively large samples of citizen science data, we then used factor analysis to examine individual differences across the cognitive tasks. The data were best explained by multiple factors in support of the hypothesis that nonhumans, including dogs, can evolve multiple cognitive domains that vary independently. This analysis suggests that in the future, citizen scientists will generate useful datasets that test hypotheses and answer questions as a complement to conventional laboratory techniques used to study dog psychology.
journals.plos.org

Entre os vários aspectos, havia alguns para descobrir se há de fato raças mais agressivas do que outras. Pasmem vocês: concluiu-se que os pobres pitbulls só têm fama de brabo. Os chihuahuas são ainda piores quando falamos em agressividade! Mas como são pequeninos, fazem pouco estrago.

A pergunta que os donos de cães responderam para identificar esse comportamento foi o quão agressivos eram os pets em relação a pessoas novas e conhecidas, em relação a cachorros novos e conhecidos e em relação a crianças novas e conhecidas. No geral, quase todas as raças foram avaliadas como tranquilas pelos próprios donos, inclusive os pitbulls, que foram classificados como "raramente agressivos". Foram considerados mais mansos do que schnauzers!

Pesquisa revela que chihuahuas são mais agressivos do que pitbulls

Entre todos os 4 mil cães, os chihuahuas foram considerados os mais estressadinhos e com maiores chances de atacar os outros, especialmente outros cães que eles não conheciam.

As raças mais de boas são pugs (mesmo se fossem brabos, a preguiça não ia deixar eles se estranharem com os outros!), collies de maneira geral e o king Charles Cavalier. Esses cães entraram de modo geral numa categoria de nunca atacam ninguém, salvo exceções (sempre há).

Na conclusão da pesquisa, os autores explicaram que os pitbulls sofrem de dois males: o preconceito e a ignorância. Brian Hare e Vanessa Woods, sócios da Dognition, defendem que a raça recebe muita atenção por ser violenta - notícias de que um pitbull atacou alguém circulam muito mais do que quando outro tipo de cachorro faz a mesma coisa. Isso ocorre porque boa parte das pessoas sequer sabe reconhecer um pitbull quando veem um pela rua. A raça costuma ser confundida com bull terrier ingleses ou com staffbull terriers, por exemplo.

Pesquisa revela que chihuahuas são mais agressivos do que pitbulls

Eu, honestamente, acrescentaria aqui no Brasil mais dois fatores para a raça ser estigmatizada: donos ignorantes que escolhem a raça pela "fama" e fazem de tudo para deixar o cão agressivo aliado ao fato de que um pitbull pode fazer um estrago grande quando chega aos extremos. Sem falar aqui que pitbull original com pedigree somente pode ser encontrado nos canis sérios. Muitas vezes o animal é fruto de cruzas interraciais e tem as características do pitbull dominantes no fenótipo. É o que, aliás, fizeram com o pobre pastor alemão e labrador: é muito raro encontrar um bichinho que seja realmente de uma das duas raças.

Juliana Beltrão, uma colega veterinária, sempre me diz: um bichinho criado com amor aprende a amar. Com base na experiência dela com diversos cães, ela concluiu que as más inclinações são logo suprimidas se o ambiente não oferece nenhum aspecto de violência, mas de carinho, tranquilidade e segurança para o animal. São seres sociais e necessitam de nossa atenção sempre.

----------

#auquemia #pets #animais #pitbull #chihuahuas #cães #cachorro #raças #dognition

Hikayeyi okudun
Story cover
tarafından yazıldı
Writer avatar
PrincessButtercup
Equipe Storia Brasil