Bem-estar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Bem-estar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Bem-estar
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

5 vitaminas de alimentos funcionais que não podem faltar no prato neste verão

PrincessButtercup
há um ano62 visualizações
5 vitaminas de alimentos funcionais que não podem faltar no prato neste verão
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A primavera ainda floreia nossas vidas, mas os termômetros nos dão conta de um calor descomunal, típico do verão. Isso significa que são chegados os tempos de rever a alimentação, abandonando o cardápio de inverno e investir nas comidinhas próprias dessa estação solar. 

Nesta época, a indisposição que muitos de nós sentem ao comer pode ser explicada pelo fato de muitos manterem uma dieta inadequada, jejuar por muitas horas, pular refeições, especialmente o café da manhã, comer alimentos pesados e gordurosos e se esquecer de hidratar o corpo. Em casos assim, o consumo de alimentos funcionais é o segredo para driblar a balança, sem se descuidar da saúde.

Para isso, os alimentos funcionais podem ajudar a repor as vitaminas e minerais. Veja abaixo uma lista coma as cinco principais vitaminas e minerais que devem estar presentes na nossa rotina e em quais alimentos são facilmente encontrados no verão:

Vitamina A

5 vitaminas de alimentos funcionais que não podem faltar no prato neste verão

Primordial para a visão, para o crescimento e desenvolvimento do esqueleto, entre outros benefícios. O nutriente possui função antioxidante, que auxilia no retardamento da velhice e prevenção de alguns tipos de câncer. Essa função também previne doenças crônicas, como catarata, artrite e algumas doenças cardiovasculares. O betacaroteno, seu precursor, quando transformado em vitamina A pelo organismo, auxilia na formação de melanina, pigmento responsável por proteger a pele dos raios UVA e UVB e dar cor à pele.

Alimentos funcionais com vitamina A: óleo de fígado de peixe, peixes de água salgada, fígado, cenoura crua, manga, mamão, beterraba, entre outros.

Vitaminas do complexo B (B1, B2, B5, B6, B7 ou H, B12, PP ou B3)

5 vitaminas de alimentos funcionais que não podem faltar no prato neste verão

Negócio de vitamina B não existe: o que há é um complexo tão complexo que cabe um mundo dentro da classificação de vitamina B. Cada tipo serve para uma coisa diferente, desde o próprio metabolismo até a formação de hemácias. As vitaminas B auxiliam, de forma geral, a regular o funcionamento do organismo, equilibrando o consumo energético. Como estão envolvidas nos processos de crescimento celular e na formação de células sanguíneas, o consumo dessas vitaminas auxilia a regular o apetite, além de manter a saúde da pele e do cabelo.

Alimentos funcionais com vitamina B: banana, carnes, miúdos como fígado ou rim, vegetais verdes folhosos, cereais e os ovos, batata-doce e abacate.

Vitamina C

5 vitaminas de alimentos funcionais que não podem faltar no prato neste verão

Tem função antioxidante que combate os radicais livres, reduzindo os sinais de envelhecimento, além de contribuir para a proteção da pele, participando do processo de produção de colágeno. Além de ajudar a pele (incluindo crescimento, manutenção e reparo, protegendo-a contra os danos causados pelos radicais livres), também auxilia na capacidade do corpo de cicatrização de feridas (plaquetas).

Alimentos funcionais com vitamina C: laranja, tangerina, abacaxi, acerola, goiaba e caju. E em verduras, hortaliças e tubérculos, a exemplo de cenoura, pimentão, tomate, alface, mandioca e batata.

Vitamina D

5 vitaminas de alimentos funcionais que não podem faltar no prato neste verão

Pasme você, mas o sol é fundamental para a absorção de vitmaina D no nosso organismo. O nutriente está presente em produtos de origem animal e os benefícios estão relacionados com a saúde dos ossos e dentes. Há alguns estudos indicando que as classes sociais mais altas possuem forte deficiência da vitamina D por não se expor tanto ao astro-rei. Aí, necessitam tomar suplementos.

A falta da vitamina D favorece o risco de raquitismo (anormalidades ósseas) em crianças e osteomalácia (falha na produção óssea, resultando em ossos fracos, sensíveis à pressão, fraqueza nos músculos próximos e frequência de fraturas aumentada) em adultos. Em mulheres na pós-menopausa a menor absorção de cálcio pode levar à osteoporose.

Alimentos funcionais com vitamina D: óleo de fígado de bacalhau, atum, sardinha, salmão, ostras cruas, ovos e alimentos derivados do leite, como manteiga e queijos gordurosos.

Cálcio

5 vitaminas de alimentos funcionais que não podem faltar no prato neste verão

O mineral é um dos mais importantes na boa alimentação e o mais abundante no organismo humano. Além de seu papel na formação dos ossos, é essencial também para a coagulação sanguínea, formação dos dentes, transmissão dos impulsos neurais, ativação de enzimas. A exposição solar estimula a produção de vitamina D pelo organismo, que ajuda a fixar o cálcio nos ossos.

Você não precisa de leite para se fartar de cálcio, muito embora a bebida seja rica do nutriente. Alimentos funcionais com o mineral são: hortaliças de folhas verde-escuras como couve e brócolis, salmão e sardinhas, moluscos e ostras. Os derivados como iogurtes e queijos também entram na lista. E não podemos nos esquecer do coco e sua água, um dos melhores e mais completos alimentos funcionais que a natureza nos deu.

Mitos e verdades sobre o câncer de mama

PrincessButtercup
há um ano61 visualizações
Mitos e verdades sobre o câncer de mama
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Outubro já está indo embora e, com ele, a belíssima campanha de conscientização para prevenção do câncer de mama. Por isso, resolvemos listar aqui alguns mitos e verdade para que o mês acabe sem dar por encerrada a necessidade de você continuar a se cuidar, moça. É preciso estar alerta sempre porque com sua saúde não se brinca.

Tenha sempre em mente essas informações:

#1 Se alguém na minha família teve, então eu posso ter

Verdade: Ter mãe, irmã ou filha com câncer de mama aumenta o risco em 80%. Há um teste que mostra se há mutações genéticas, mas custa em torno de R$ 600. Se for detectada a mutação, as cirurgias preventivas conseguem reduzir bastante esse risco. 

#2 Não tenho histórico familiar então estou fora de risco

Mito: Nenhuma mulher está imune ao câncer de mama. A incidência da doença é de uma em cada oito brasileiras de até 70 anos.

#3 Fazer mamografia todos os anos é necessário para detectar tumores

Verdade: a mamografia é a principal forma de diagnóstico precoce da doença. Mesmo se você não sentir algum nódulo no seio ou qualquer outro sintoma, o exame de mamografia realizado anualmente ou mesmo duas vezes ao ano, após os 40 anos de idade, é capaz de identificar a doença nos estágios iniciais.

#4 Emoções negativas como estresse, mágoas e raiva podem causar câncer

Mito: A ciência não descobriu, até hoje, se existe uma relação entre sentimentos e o câncer. Os médicos creem que realmente não haja nenhuma. O que se sabe, porém, é que alguns comportamentos podem causar a doença, como o fumo, a bebida, a má alimentação, a exposição demasiada ao sol ou até mesmo a mutilação constante de mucosas por meio de fricção ou desequilíbrio gástrico.

#5 Mulheres obesas são mais suscetíveis à doença

Verdade: O excesso de peso é prejudicial porque o tecido gorduroso aumenta os níveis de estrogênio, hormônio que atua sobre as glândulas mamárias.

#6 Reposição hormonal dá câncer

Mais ou menos: porém, não é uma fórmula de bolo. A mulher necessita muitas vezes desse tratamento, por isso o médico deve ser muito consciente ao acompanhar a paciente. A terapia costuma ser usada em mulheres na pós-menopausa para melhorar os sintomas do climatério e reduzir a osteoporose. O uso de estrogênio e progesterona deve ser muito bem dosado e por um tempo regular porque esses hormônios podem comprometer as alterações que as glândulas mamárias sofrem com o avançar da idade. Isso aumenta o risco de câncer de mama quando o uso é por tempo prolongado.

#7 Quem menstrua muito cedo ou é mãe depois dos 30 anos tem maior probabilidade de desenvolver a doença

Verdade: O risco aumenta porque essas mulheres menstruam mais vezes ao longo da vida, ficando excessivamente expostas aos hormônios estrogênio e progesterona. O estrogênio estimula as células da glândula mamária a se reproduzir. Portanto, quanto mais menstruações, maior é o risco.

#8 Anticoncepcionais que interrompem a menstruação são eficazes na prevenção do câncer de mama.

Mais ou menos: Esse tipo de anticoncepcional tem sido altamente positivo no combate ao câncer de colo de útero. Contudo, em casos de câncer de mama, a ciência ainda não descobriu nada.

#9 Praticar atividade física ajuda na prevenção

Verdade: Cerca de 30 minutos diários de caminhada são suficientes. E a atividade traz benefícios extras: mantém os ossos fortes e a cabeça tranquila.

#10 Próteses de silicone podem causar câncer

Mito: Não há relação entre câncer de mama e próteses de silicone. O único problema é que o implante pode dificultar o diagnóstico de tumores.

#11 Câncer de mama só dá em mulheres

MITO: qualquer animal na face da Terra que tiver mamas e mamilos possui glândulas mamárias e, portanto, sujeito a desenvolver um câncer no local. Portanto, homens também devem ficar atentos e fazer exames de toque dos 40 anos.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.