Filhas de Vênus
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Filhas de Vênus
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Filhas de Vênus
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Mitos e verdades dos cosméticos orgânicos

PrincessButtercup
há um ano10.2k visualizações
Mitos e verdades dos cosméticos orgânicos
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Eles estão na moda, não sabem o que é crise, vão contra os grandes conglomerados farmacológicos e posam de heróis entre os mais jovens. Há quem diga que serão, invariavelmente, o futuro da indústria. Estou me referindo aos produtos orgânicos.

Não, não é comida! Rsrs

É xampu, sabonete, creme de cabelo, creme antirrugas, loção contra oleosidade e acnes, hidratantes, maquiagem... um tudo de coisas feitas a partir de ingredientes naturais e que agregam toda uma cadeia de produção honesta e “limpa”, ou seja, pouco poluente e com mão-de-obra regulamentada.

Mitos e verdades dos cosméticos orgânicos

Para saber se o produto é orgânico e natural, é importante conferir o selo de Cosmético Natural & Orgânico tomando como base os parâmetros da Ecocert (uma das maiores certificadoras de cosméticos naturais e orgânicos no mundo).

O produto deve conter pelo menos 95% por cento de ingredientes produzidos organicamente (excluindo água e sal).

Restantes produtos ingredientes devem consistir de substâncias não agrícolas ou produtos agrícolas não orgânicos produzidos que não estão disponíveis comercialmente na forma orgânica.

Os produtos podem exibir o selo Produto orgânico e deve exibir o nome o endereço do agente certificador.

É tanto sucesso que esses produtos vêm fazendo que alguns mitos e verdades ficam pelo caminho. Então anote aí o que vale e o que é boato nesse segmento que está engolido pelo próprio sucesso, com a produção insuficiente para atender a demanda:

Mitos e verdades dos cosméticos orgânicos

Cosméticos orgânicos não possuem aditivos químicos

Mais ou menos VERDADE. Os químicos irão me bater se eu não esclarecer isso: tudo é química. Até a água que a gente bebe é química e a fórmula é H2O. Mas na indústria de alimentos, aditivo químico é qualquer substância adicionada ao produto com o propósito de modificar a fórmula sem a intenção de nutrir. Tipo: estabilizantes (para algo que é líquido continuar líquido em toda a cadeia produtiva até o consumidor, por exemplo), corantes, conservantes, etc. E isso existe em todos os cosméticos. A diferença é que os produtos, além desses componentes, possuem também substâncias perigosas e alergênicas em pouquíssimas quantidades. Tipo mercúrio, arsênico e tals. Nunca se provou nada contra os cosméticos que usamos, mas também nunca se provou nada a favor... Por via das dúvidas e daquilo que realmente pode nos causar um câncer no fim da vida (tipo talco e tumor nas axilas e mamas), a galera está migrando aos poucos para uma vida mais natureba.

E vou te contar um segredo: #soudessas

Orgânicos não contêm esse tipo de substância. Só usam aquilo que existem na natureza, na sua forma mais natural. Cosméticos orgânicos evitam o uso de produtos químicos sintéticos, conservantes artificiais, irradiação, organismos geneticamente modificados e experimentação animal. A lista de componentes possui predominantemente insumos naturais com denominação como manteiga, extrato, óleo e derivados que parecem coisa de comer.

Cosméticos orgânicos têm o mesmo efeito de fórmulas artificiais

Infelizmente, para alguns segmentos isso é MITO, amiga. Não espere de um creme a base de chá verde e pepinos um milagre para acabar com as olheiras. No máximo, vai hidratar muito bem a pele e, por isso, pode dar uma ligeira sensação de que a terrível mancha debaixo dos olhos melhorou. Mas um creme de uma boa marca que clareia olheiras, por exemplo, esse sim vai te transformar com algumas noites de uso. Nem preciso mencionar os antirrugas artificiais que existem no mercado: verdadeiros milagres que os cosméticos orgânicos ainda não conseguiram chegar lá. Alisamento de cabelos, também, é outro segmento que não se pode esperar muito dos produtos mais naturais. Ao menos não para nós no Brasil.

É, pois é... Fuén, pra gente, mulher brasileira. ☹

Mas para outros segmentos, tudo vai depender das concentrações das substâncias e o resultado pode ser bem interessante, sim! Sou muito feliz, por exemplo, com linhas orgânicas de hidratação e limpeza para cabelos e pele.

Mitos e verdades dos cosméticos orgânicos

Produtos naturais não causam alergias

MITO. Quem tem alergia a nozes e outras castanhas terá que discordar disso terrivelmente. Há quem tenha reação só de encostar em óleos feitos dessas oleaginosas. Da mesma forma há outros cosméticos que podem causar outras alergias. Por isso é sempre bom testar no braço antes de se besuntar com cremes, xampus, maquiagem e óleos essenciais.

Cosméticos químicos são sempre mais fortes que os naturais.

MITO. São as concentrações das substâncias que irão determinar se um produto será mais ou menos forte que outro.

Nenhum cosmético orgânico é testado em animais

Mitos e verdades dos cosméticos orgânicos

VERDADE. Para ser orgânico, é preciso que se respeite uma série de exigências e, uma delas, é não testar em animais. Outras são com relação à mão de obra (tem que ser super bem regulamentada), plantio, cadeia produtiva não poluente, etc. Até mesmo o uso não deve contaminar águas pluviais depois de enxaguados. A única coisa que não se exige de um produto orgânico é que venha de uma economia circular (em que a embalagem descartada dê origem a novos produtos).

Parabenos e silicone fazem mal à saúde

MITO. Não fazem nada além de dar volume ao cabelo ralo.

Cosméticos orgânicos são sempre muito caros e difíceis de encontrar

VERDADE. O Brasil ainda engatinha nesse filão, mas a Natura anda apostando alto nisso e levando consigo o segmento. Boticário também já lançou alguns produtos e a chegada de marcas internacionais também tem movimentado o setor. Nem toda a cidade tem acesso a esses produtos.

Se tiver interesse, o blog Lookaholic listou algumas dicas bem bacanas!

----------

Por Pilar Magnavita

#beleza #cosméticos #cosméticosorgânicos #produtosorgânicos #filhasdevênus

O que acontece conosco quando bebemos um galão de água por dia?

PrincessButtercup
há um ano13.2k visualizações
O que acontece conosco quando bebemos um galão de água por dia?
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Maria del Russo é uma mocinha saudável, geração saúde pra valer. Nem bem raiou o dia e ela já está se esticando na yoga. A dieta? Vixe! A melhor possível: como meu marido fala, é de comida de passarinho. Cheia de grãoszinhos, farinhas e granolas, muito embora se permita aquela felicidade de uma fatia de pizza de vez em quando. Eis que Maria descobriu que, mesmo fazendo tuuuuuuudo isso, ela não era, assim, 100% saúde.

O.o

Maria sofria de enxaquecas excruciantes e, depois de muitos exames, descobriu que era simplesmente uma desidratação. 

O dermatologista reforçou o consumo maior de água para melhorar a compleição e a acne na pele adulta. No Google, H2O aparecia como a solução de todos os problemas para a vida, desde unha encrava até espinhela caída. Trazia a pessoa amada em três dias e curava trabalho amarrado em encruzilhada. Brincadeiras a parte, muita água era sinônimo de saúde. E Maria resolveu testar isso na vida dela.

Foram 30 galões de água no mês, o equivalente a uns 113,5 litros. Saiu dá quase 4 litros de água por dia (3,8). O resultado? Beleza, energia e muito xixi.

Maria relata no depoimento que até mesmo conseguiu evitar uma boa ressaca pelo grande consumo de água. Segundo ela, porque o corpo está bem hidratado. O perrengue é mesmo um resultado da Lei da Física: tudo o que entra sai, tudo o que sobre desce.

Precinho camarada para a beleza!

----------

Por Pilar Magnavita

#beleza #filhasdevenus #saúde #hidratação

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
PrincessButtercup
Equipe Storia Brasil