Russices
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Russices
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Russices
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Ciência explica misteriosa ‘cirurgia estética’ em ídolo siberiano de 2.400 anos

Se tem uma coisa que não falta na Rússia, maior país do mundo em extensão territorial, é mistério, Seja no metrô de Moscou, no fundo de um lago ou numa floresta, há sempre uma lenda, um conto, uma história sem comprovação. É o caso do ídolo de pedra Ust-Taseevsky, uma estátua siberiana de 2.400 anos.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Ciência explica misteriosa ‘cirurgia estética’ em ídolo siberiano de 2.400 anos

Desde que foi encontrada, em 1975, a escultura provocou muitas dúvidas nos especialistas. Mas o que mais interessa os arqueólogos sobre o ídolo é como sua feição sofreu alterações ao longo do tempo. Há quem diga que não há nada de casual nessas “cirurgias estéticas”.

Segundo o arqueólogo Yuri Grevstov, a primeira mudança aconteceu quando o rosto europeu foi alterado para parecer mais asiático. Para ele, isso ocorreu durante a Idade Média, quando a zona do Rio Angara, onde fica a estátua, viu movimentos populacionais e recebeu habitantes asiáticos.

A outra mudança veio mais tardem quando os primeiros russos chegaram a essa região da Sibéria. Nessa ocasião, foi feito um furo na boca para a colocação de um cachimbo - algo que teria como influência para introduzir o consumo de tabaco na população nativa.

Mas quem criou a estátua? Para adorar quem? E Quando? Alguns mistérios parecem que vão continuar no ar…

Barbies de carne e osso fazem (mais um) protesto curioso em Moscou

Barbies de carne e osso fazem (mais um) protesto curioso em Moscou
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

O passado do socialismo já é tão passado, mas tão passado na Rússia que hoje em dia tem até moças vestidas de Barbie na rua para protestar. Foi assim: surgiu a notícia de que poderia ser proibida a venda de bonecas Barbie no país. Revoltadas, algumas mulheres se maquiaram e saíram com cartazes nas ruas.

O motivo da proibição é curioso. Em tese, as roupas da famosa boneca americana são contra os princípios (multi)religiosos da União Econômica Euroasiática, da qual a Rússia faz parte. Segundo o governo russo, as roupas da Barbie são reveladores demais, o que não é aceito segundo os valores do mundo muçulmano, por exemplo.

As manifestantes, por outro lado, argumentam que as bonecas Barbie são um símbolo de beleza que não pode ser proibido. Não se sabe se o governo vai levar adiante a medida contra a venda de um dos ícones do capitalismo americano, mas é fato que não é a primeira vez que um protesto em Moscou contra com moças vestidas de Barbie.

Mais ou menos dois meses atrás, uma modelo russa se vestiu de Barbie, foi até a frente do parlamento russo e tirou a roupa. Qual era o protesto? Ela reclamava do novo design do site VK, uma rede social que é uma espécie de Facebook russo.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
PrincessButtercup
Equipe Storia Brasil