Russices
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Russices
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Russices
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Conheça o ‘ratobúrguer’, o sanduíche que ganha popularidade em Moscou

Conheça o ‘ratobúrguer’, o sanduíche que ganha popularidade em Moscou
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

O hambúrguer nunca esteve tão na moda quanto hoje no Brasil. Usa-se de todo tipo de carne, temperos dos mais variados, molhos exóticos e até pães feitos com ingrediente nada comuns. As hamburguerias pipocam por toda parte, e como a comida é boa e geralmente mais barata do que em restaurantes, as pessoas lotam esses lugares.

Mas se você acha que o Brasil está avançadíssimo nessa área, vá com calma porque na Rússia o pessoal vai mais longe. Um restaurante de Moscou está servindo um hambúrguer feito com carne de rato. O sanduíche, claro, já ganhou o apelido de ratobúrguer.

Conheça o ‘ratobúrguer’, o sanduíche que ganha popularidade em Moscou

O Ratobúrguer (sim, é o sanduba da foto acima) é criação do chef Takhir Kholikberdiev. Sim, um chef. Ou você achou que era coisa de podrão? Não, não é bem assim na Rússia. E no Krasnodar Bistro, o restaurante do chef Kholikberdiev, o cardápio está cheio de pratos com carne de roedor.

Mas calma lá, que diabo de lugar é esse que serve rato? Bom, é que o rato de lá não é aquele rato comum, de rua, que anda pelos esgotos. Trata-se de uma espécie de roedor chamado “nutria”, que é um poco menor do que uma capivara. 

Segundo o chef, a carne de nutria é rica em Omega-3 e se encaixaria perfeitamente nas dietas recomendadas por médicos. Aqui no Brasil, o mais parecido com a carne de nutria seria a capivara, mas o consumo do roedor é pouco comum no país. Por enquanto, é mais fácil ver capivaras passeando ao redor de lagoas e até nadando mas piscinas de clubes próximos… 

5 filmes soviéticos que entraram para a história do cinema

5 filmes soviéticos que entraram para a história do cinema
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Não é todo dia que um filme russo atravessa a “fronteira” do Leste Europeu e faz sucesso no que eles chamam de Ocidente. O tema nem sempre interessa, e o estilo é diferente, longe do jeitão comercial de Hollywood. Maaas é inegável que o cinema soviético deixou sua marca na história da sétima arte. Discorda? Então lembre dos cinco filmes abaixo:

1. O Encouraçado Potemkin (1925)

O filme de Serguei Eisenstein usa técnicas de montagem impressionantes para transmitir drama e tensão. Lançado em 1925, o filme conta a história do motim da tripulação do Encouraçado Potemkin em 1905, que aconteceu no porto de Odessa por causa das más condições de trabalho.

A cena da escadaria de Odessa, com as forças armadas atirando na direção do povo que apoiava os marinheiros, está entre as mais reconhecidas do cinema mundial.

2. Guerra e Paz (1967)

Dirigido por Sergei Bondarchuk e produzido pelo famoso estúdio Mosfilm, o filme foi rodado em 70 milímetros e tornou-se o primeiro soviético a ganhar o Oscar de melhor filme de língua estrangeira. Também é o filme mais longo a ganhar o prêmio: são 431 minutos.

A película se baseia no romance de Liev Tolstói, de 1869, e o elenco tem os principais atores soviéticos da época como Oleg Tabakov e Ludmila Savelyeva em grandes cenas. O figurino de luxo também é impecável. Foi a produção mais cara do cinema soviético.

3. Moscou Não Acredita em Lágrimas (1979)

Também produzido pelo estúdio Mosfilm, mas dirigido por Vladimir Menshov, Moscou Não Acredita em Lágrimas também ganhou o Oscar de melhor filme de língua estrangeira. Em seus 142 minutos, o filme resume duas décadas da vida das três protagonistas: Antonina, Ludmila e Katerina.

As vidas das três mulheres, que se conheceram na Moscou do fim dos anos 1950, vão tomando rumos diferentes e entrando em situações dramáticas. As personagens refletem a complexidade do ser humano.

4. Solaris (1972)

O cinema soviético também se aventurou na ficção científica - bem durante a Corrida Espacial. Solaris, do diretor Andrei Tarkovski, é baseada no romance de Stanisław Lem e conta a história da viagem de um cientista ao planeta Solaris.

O filme aborda a complexa mente humana e a relação do homem com um possível ser superior. Além dos efeitos especiais, a riqueza do filme está na complexidade do discurso, que tem uma vertente filosófica, convidando o espectador a embarcar no debate da questão.

5. O Sol Enganador (1994)

Lançado logo após a queda da URSS, o filme de Nikita Mikhalkov mostra um momento importante na história soviética e foi o primeiro Oscar de melhor filme de língua estrangeira vencido pela Rússia. Nikita é filho de Sergei Mikhalkov, que escreveu vários livros infantis e compôs a letra do hino soviético e do atual hino russo.

No filme, o protagonista, Sergei Kotov é um general do Exército Vermelho de férias junto a sua esposa e sua filha durante a década de 1930. Um dia, Kotov recebe a visita inesperada de Mitya, amante de juventude de sua mulher, que tem passado aristocrata vinculado ao Exército Branco. O visitante, um agente da NKVD - a polícia política stalinista - busca se vingar do general bolchevique.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
PrincessButtercup
Equipe Storia Brasil