Trampo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Trampo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Trampo
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

PrincessButtercup
há um ano53 visualizações

Veja bem se você já passou por algumas dessas situações de total confusão entre casa e trabalho:

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

- Você atende o telefone de casa dizendo o nome da sua empresa, seguido de um "bom dia".

- Para ligar para alguém do seu telefone fixo residencial, acaba discando o código, "9" ou "0" para dar "linha externa".

- Faz um .ppt quando consultado sobre quando fazer compras para a dispensa de casa.

- Começa a achar estranhas essas pessoas que moram com você e passa a adotar conversação formal do tipo: "como vai?" ou "o que tem feito?", antecedido por dois beijinhos ou aperto de mão.

- "Sexo? O que é isso?"

É amigo, sinto dizer que a situação é grave e inspira cuidados: você foi contaminado por uma doença grave chamada "rotina do escritório".

Sinal de que já está mais do que na hora de dar um basta no trabalho e se entregar às férias!!! Acredite: se você chegou a esses termos descritos acima, seu chefe vai amar a ideia. Muito provavelmente você não deve estar fazendo nada direito no escritório.

Apesar de um fluxo aparentemente interminável de artigos avisando dos perigos associados com excesso de trabalho, muitas pessoas ainda optam por renunciar férias por inúmeros motivos: não têm dinheiro ainda para viajarem; acreditam que não têm como deixar um projeto nas mãos de outra pessoa; vão postergando algumas vezes a pedido do chefe. Uma pesquisa publicada em 2015 da headhunter Glassdoor descobriu que funcionários norte-americanos só usam metade (51%) do tempo das férias a que têm direito.

No Brasil, creio que também seja assim. Pelo menos é no mundo das agências de comunicação, onde ninguém tem permissão para tirar mais que 20 dias corridos e, normalmente, as pessoas deixam as empresas com 30 dias inteiros por tirar. Pode parecer um absurdo o que vou dizer, mas nenhum chefe curte quando você marca suas férias. A equipe fica desfalcada (alguns contam com funcionários temporários), o trabalho se avoluma, os colegas reclamam... Seriam todas as atividades intelectuais assim? Fica a pergunta.

Nos Estados Unidos, ao menos, muitos funcionários sentem que já estão correndo sempre atrás de um prejuízo inexistente: de que a tarefa exige mais do que eles podem dar e que , por isso, podem ser demitidos a qualquer momento se derem mancadas. Medo mais forte de sair de férias e descobrir que outra pessoa conquistou o lugar dele na empresa por substitui-lo. Ou pior: que ele não faz a menor falta nesse mundinho corporativo.

Louco, né?! Mas é assim que a gente também deve pensar por aqui.

De qualquer forma, é preciso sair dessa neura e tirar as mais que merecidas férias. Por quê? Há uma vida lá fora e sua atividade profissional é apenas uma parcela disso. 

Um estudo 2015 de University College de Londres descobriram que excesso de trabalho pode levar a um 33% maior risco de ter um acidente vascular cerebral, e um 13% maior risco de um ataque cardíaco.

Não se convenceu? Digo mais: se você não quebrar o condicionamento cognitivo que a rotina do escritório te traz, teus colegas que saíram e viram um mundo lá fora terão muito mais condições de contribuir com ideias criativas, soluções simples e eficazes, ambiente amigável e com menos tensão. Enquanto você se comportará como um cachorro treinado por si próprio, os outros terão condição melhor de exercer melhor o intelecto para as tarefas. 

Ops! Você não quer isso, quer?

Preste atenção nestes 12 sinais. Quando eles aparecerem, está na hora de vestir o short e aproveitar o lazer.

Aqui estão 12 sinais que você precisa desesperadamente de um período de férias para o trabalho:

#1 Você começa a ficar igual àquela horrorosa foto do RG

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

É uma velha piada com um monte de verdade. Quaisquer sinais de estresse crônico são bandeiras vermelhas óbvias: irritabilidade com os colegas, encontrando dificuldades para se concentrar em tarefas de rotina, cefaléia tensional crônica, tensão nas costas, problemas de estômago, ou preocupações de saúde mais graves. E o rosto vai refletir isso tudo.

#2 Você está tendo problemas para dormir

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Se você está tendo problemas para adormecer ou acorda toda noite às 3h da madrugada, então você pode estar com alguns probleminhas de sono. E isso pode ser um sintoma de excesso de trabalho e stress: a cabeça não está descansando e você não está conseguindo relaxar.

#3 Quando você começa a faltar eventos pessoais importantes

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Jantares de família, aniversários da camaradagem, apresentações dos filhos na escola e aquela final maravilhosa do time do coração... amigo, você não anda bem.

#4 Você está começando a cometer mais erros no trabalho

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Erros financeiros ou nas transações dos clientes, atropelando o português loucamente nos relatórios, não falar lé com cré na reunião.... férias, amigo, férias!

#5 Você não anda mais entusiasmado com o seu trabalho

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Se você não está tão animado para chegar ao trabalho na manhã de segunda-feira, como você um dia esteve (confessa: sei que já esteve!), ou você está com problemas no trabalho com ambiente hostil ou você está de saco muito cheio. Pense e repense nisso.

#6 Você perdeu seu senso de humor

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Aqui é um sinal claro: você não tem rido tão facilmente das coisas ou você acha mais difícil encontrar situações engraçadas no trabalho (que já é desafiador).

#7 Qualquer montinho vira um Himalaia

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

A falta de perspectiva saudável sobre questões pode definitivamente ser um sinal de que você precisa recalibrar suas configurações mentais. E as férias são o meio de se fazer isso.

#8 Toda a sua vida gira em torno de seu trabalho

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Se toda a sua identidade está envolta em seu trabalho, a ponto de você ter esquecido quem verdadeiramente você é, então é hora de partir para um período de férias. Olha.., dependendo do caso, até um ano sabático!

#9 Você não tem outro assunto: só trabalho

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Igual a jornalista esportivo: não sabe falar de outra coisa a não ser do campeonato. Quando você passar a maior parte de suas horas de folga, no barzinho, na praia, em casa com a família, pensando ou falando sobre o trabalho... Houston, temos um problema!

#10 Você começar a fazer escolhas nada saudáveis para lidar com o estresse

Beber mais, comer mais, arrancar mais a pelinha do polegar... enfim, a lista das ansiedades é longa quando a gente não encontra um tempo para desafogar nossa tensão. Tirar um tempo para o exercício físico ajuda muito, mas não resolve isso.

#11 O seu tempo fora do trabalho não é o suficiente

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Em vez de ir para uma corrida ou participar de atividades divertidas nas horas de folga, tudo o que você pode quer é se arrastar até o sofá e dormir. Dormir muioto. Até porque na cama nada acontece. NADA mesmo. Nem as pálpebras anda se pegando e dando um descanso para os olhos. É ou não é? Mais uma vez: férias, amigo, férias.

#12 Você sonha com qualquer coisa, menos o trabalho

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Sério: nessa situação, uma caneca com chocolate quente e um cobertozinho é um sonho inatingível de consumo. Tô contigo, irmão. Vamos sair desta! Pé na estrada! ;0)

----------

Por Pilar Magnavita

#trampo #trabalho #férias #estafa #fadiga #estresse #burnout

As mentiras que as pessoas contam para matar o trabalho

PrincessButtercup
há um ano47 visualizações

Saiba quais são as melhores desculpas, segundo os próprios chefes, para ligar e dizer que não poderá ir ao escritório.

As mentiras que as pessoas contam para matar o trabalho
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Nos meus primeiros tempos de redação de jornal, o chefe de reportagem desligou o telefone contrariado, virou-se para esta foca que vos escreve e disse: "jamais minta para matar o trabalho. Prefiro que me diga que não vem trabalhar porque está num motel do que me diga que está passando mal e chegar aqui no dia seguinte com bronzeado de praia". Lição que nunca esqueci.

Tudo bem que nunca matei trabalho para fazer estripulias, mas confesso: já deixei de ir porque senão iria enlouquecer de tanto estresse. Adianto que, ao longo de 15 anos de vida profissional, isso foi uma completa raridade. Bem, talvez seja por isso que eu tenha tirado um ano sabático só para fazer mestrado.

Segundo um levantamento da seguradora britânica, AXA PPP Healthcare, realizado com mil funcionários e executivos sobre as próprias atitudes em relação à licença médica dos trabalhadores, a desculpa mais aceitável para faltar o trabalho são as doenças contagiosas. Faz sentido. 

Funcionários que sofrem de enxaqueca podem querer pensar em uma desculpa melhor quando telefonarem para o trabalho para faltar, porque apenas um em cada cinco chefes consideram a dor de cabeça algo grave o suficiente para justificar um dia de folga. Ah! Se eles soubessem o que é uma crise de enxaqueca...

Só para se ter uma ideia: dor nas costas, ferimentos causados por acidente e até mesmo cirurgias eletivas, como uma operação de catarata não despertam nenhuma simpatia de gestores. Na verdade, só apenas 37% deles acham que a falta pode ser justificável por essas questões.

A pesquisa descobriu que a gripe é a doença mais aceitável para o pessoal ficar em casa para 42% dos chefes. Entram aí: gripe, as pragas transmitidas pelo Aedes Aegypti, conjuntivite... Só coisa ruim. E, mesmo assim, um atestado médico é sempre bem-vindo.

As mentiras que as pessoas contam para matar o trabalho

Perturbações psíquicas como estresse, depressão e ansiedade, embora seja uma escolha de desculpa comum para os funcionários britânicos, não são nem um pouco bem vistos. Gente, a galera confessou ser seis vezes mais propensa a mentir indicando uma dessas questões mentais e emocionais.

Quando questionados para explicar por que eles mentiam para os gestores, 23% disseram que preferiam manter seus problemas de saúde como um assunto muito particular. Outros 23% admitiram que tinham medo de serem julgados, 15% disseram que eles estavam preocupados em serem profissionalmente desqualificados, 7% disseram que estavam com medo da reação do superior e apenas 3% confessaram que se sentiriam envergonhados de revelar a verdadeira razão.

Oi?

Imagina a pessoa ligar para o chefe aqui no Brasil e dizer que não vai trabalhar? Olha... deve ter. A pesquisa do CareerBuilder, feita nos Estados Unidos, indicou os motivos mais estapafúrdios que os funcionários deram aos chefes:

1) Funcionário disse que sua avó o envenenou com presunto;

2) Funcionário alegou que ficou preso embaixo da cama;

3) Funcionário disse que quebrou o braço quando foi tentar pegar um sanduíche que ia cair no chão;

4) Funcionário disse que o universo estava dizendo que ele precisava tirar um dia de folga;

5) A esposa do funcionário descobriu que estava sendo traída e ele teve que passar o dia recuperando suas coisas do lixo;

6) Funcionário enfiou o dedo no olho enquanto penteava o cabelo;

7) Funcionário disse que sua esposa colocou toda sua roupa íntima na máquina de lavar;

8) Funcionário falou que a refeição que ele comeu no próprio departamento não caiu bem;

9) Funcionário resolveu ir para à praia porque o médico disse que ele precisava de mais vitamina D;

10) Funcionário disse que seu gato ficou preso no interior do painel do carro.

A conclusão da pesquisa foi uma dica aos gestores: mostrar simpatia e flexibilidade quando os funcionários estão sentindo algum mal-estar é fundamental para a manutenção de uma força de trabalho saudável e comprometida, que a longo prazo cria um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo.

Fica a dica!

----------

Por Pilar Magnavita

#profissional #trampo #trabalho #emprego #mentiras #faltartrabalho #honestidadenotrabalho

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
PrincessButtercup
Equipe Storia Brasil