Trampo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Trampo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Trampo
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

5 frases quebra-gelo para iniciar um papo com estranhos no evento da firma

PrincessButtercup
há um ano84 visualizações

Cenário bastante comum: você está há alguns meses no trabalho e não deu tempo de conhecer todo mundo. Às vezes, o trabalho é tanto que mal dá pra conversar com as pessoas do seu setor. Então o que fazer quando alguém marca uma festinha, um happy hour, ou algo do gênero e você vai fazer aquela social sem conhecer ninguém direito? Como puxar assunto? Como usar bem aquele eventinho pra melhorar suas relações no trabalho e até para desenvolver alguma relação pessoal com um colega de firma? Bom, algumas perguntas são quase infalíveis pra quebrar o gelo. Olha só…

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
5 frases quebra-gelo para iniciar um papo com estranhos no evento da firma

1. “O WiFi tá ruim pra você também?”

O cenário mais provável é que a pessoa diga “sim”, né? É assim em todo lugar. E o que importa, no fim das contas, e que a pergunta quebrou o gelo. Você pode seguir falando de internet e contando casos de como WiFis ruins atrapalharam a sua vida até chegar nas apresentações de fato e no resto da conversa.

2. “Nossa, seu prato tá bonito! O que é?”

Também pode vir acompanhada de uma historinha sobre onde você comeu algo parecido e que foi muito legal (ou muito ruim!). É provável que a outra pessoa também conte um caso, e a partir daí a conversa segue naturalmente.

3. “Oi, meu nome é X”

É a mais básica das apresentações e funciona. Mostra que você quer conhecer pessoas e está aberto a falar de você. Maaaas para dar certo você precisa ter algo a dizer que sustente uma conversa. Pode ser sua posição na firma, seu trabalho, de onde você é e por aí em diante. Também faça perguntas, claro, mas prestando atenção para ver o quanto o seu colega de trabalho está disposto a falar.

4. “Nossa, vocês estão rindo tanto, também quero participar!”

Ok, essa exige um pouco de coragem dos mais tímidos, mas o bom é que ninguém vai te dizer “não”. É bem possível que alguém do bolinho de gente pergunte seu nome, se apresente e, a partir daí fica tudo menos complicado. Só tem um detalhe: o grupo precisa mesmo estar animado, caso contrário sua frase vai parecer forçada e criar um clima estranho.

5. “Oi, vocês vieram de quê?”

É bem comum para o cara novo da firma fazer perguntas sobre transporte, tempo de viagem, preço de estacionamento e etc. Se você chega no grupo e pergunta isso, logo sabem que você é o cara novo. Logo, abre-se a chance para as apresentações. 

Como montar um negócio de milhões de dólares

PrincessButtercup
há um ano79 visualizações
Como montar um negócio de milhões de dólares
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Ilir Sela é um albanês naturalizado americano e que teve uma ideia muito simples para o próprio negócio: pizza delivery em Nova York (EUA). Está certo que a ideia não é nada original, mas o que o rapaz de 36 anos imaginou em 2011 foi que a maneira de pedir pizza poderia ser diferente. O negócio não nascia com a pizza, mas com a logística.

Ele investiu em um plano de telefonia com internet e resolveu digitalizar todo o processo ao criar o MyPizza. E o brilhantismo da coisa foi pensar justamente na simplicidade como isso poderia ser feito. Ilir recebia o pedido por email, ligava para a pessoa para confirmar e enviava o pedido para a pizzaria, que entregava diretamente na casa da pessoa. O que Ilir ganhava com isso era justamente a comissão do restaurante.

Era ele sozinho apenas para atender alguns poucos pedidos a cada tanto de horas. Não havia funcionários nem tecnologia para transmitir o pedido diretamente. Tudo era feito manualmente.

O que aconteceu um ano depois foi incrível. Não era mais Ilir sozinho a receber alguns poucos emails por dia, mas 100 funcionários para atender um sem número de entregas de pizza.

O MyPizza se transformou em uma startup com 100% de capital privado e risco reduzidíssimo pelo pouco investimento, com mais pizzarias parceiras do que lojas da Domino’s em todo os Estados Unidos. Uma maneira de abocanhar uma fatiazinha de uma indústria que movimenta US$ 40 bilhões por ano no país americano (R$ 128 bi).

O que auxiliou a expansão da ideia de Ilir foi a experiência. O albanês cresceu entre pizzarias da família e sabia das dificuldades, conhecia os problemas e entendia os clientes, tanto o consumidor quanto os restaurantes parceiros.

Não seguiu a vocação familiar ao estudar tecnologia da computação, mas acabou por unir as duas coisas que sabia fazer ao prestar serviços de TI para as pizzarias de amigos e parentes mais distantes. Foi assim que nasceu a ideia para o MyPizza.

Ele percebeu que as tecnologias evoluíam e que, no entanto, as pizzarias ainda se mantinham tradicionais, como modelos de negócio bem familiar e sem muita invencionice (60% dos restaurantes). Ou seja, sem acompanhar os novos tempos, que já estavam sendo adotados pelas grandes redes Domino’s, Papa John’s e Pizza Hut.

Por isso, não foi difícil congregar um número volumoso de parceiros: o que Ilir Sela inventou foi a maneira de continuar com os pequenos negócios familiares que são a fonte de renda para um catatau de gente.

O futuro do MyPizza já existe e tem nome: Slice.

Pelo site e aplicativo que montou é possível pedir uma pizza tradicional e artesanal dos pequenos restaurantes de bairros. São seis mil pizzarias cadastradas em 1,5 mil cidades americanas. A companhia não mais fica de Ilir, mas em um escritório no bairro de Chelsea, em Manhattan. Esse salto quântico do MyPizza para o Slice foi possível também com a chegada de investidores que aplicaram US$ 3 milhões (R$ 9,6 milhões).

Você tem uma ideia simples de negócio? Não desanime. Talvez seja esse o segredo.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
PrincessButtercup
Equipe Storia Brasil