Trampo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Trampo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Trampo
ic-spinner
У каждого есть своя история
Находите лучшие истории и интересных людей. Вдохновляйтесь ими и начинайте писать самостоятельно либо вместе с друзьями.

Estudo aponta que para cada cinco CEOs, um deve ser psicopata

PrincessButtercup
год назад60 просмотров
Estudo aponta que para cada cinco CEOs, um deve ser psicopata
Рассказывайте о том, что вы любите, вместе с друзьями
Стать соавтором ▸

Bastou um cartão de visita mais belo para que Patrick Bateman, colérico de inveja, tirasse a vida a machadadas do colega de escritório. O ato extremo é cena do filme Psicopata Americano, em que um alto executivo de Wall Street se torna um serial killer inicialmente movido pelo orgulho e que encontra nos assassinatos violentos imenso prazer em matar.

O filme, de 1999, assustou bastante as plateias norteamericanas. Imaginar que alguém que tem tudo na vida pudesse despirocar completamente e sair matando as pessoas, no ano 2000, não era algo muito comum para a época. A essa patologia dá-se o nome de psicopatia. No entanto, a doença é muito mais do que sangue derramado pelo chão.

O psicopata é alguém antissocial, com quase nada de sentimentos como empatia e remorso, além de baixo autocontrole e uma necessidade de dominância o tempo todo. Realmente, esse tipo de comportamento é relacionado com a ocorrência de delinquência, crime, assassinatos, mas também é associado com competência social, liderança e uma habilidade de manipulação ótima.

Pois pensando nessas características de liderança e competência social, um estudo conduzido pelo psicólogo forense Nathan Brooks, da Austrália, e apresentado no congresso da Sociedade Australiana de Psicologia, identificou que, para cada cinco presidentes de empresas é provável que um apresente traços de psicopatia. A pesquisa foi realizada com 261 alto executivos nos Estados Unidos e identificou que 21% deles possuíam quadros mentais próximos o suficiente para serem classificados como psicopatas.

Gente, isso é quase que a mesma proporção do que nos presídios americanos! Só para se ter ideia, a relação dessa matemática na população em geral é de um psicopata para 100 habitantes.

Estudo aponta que para cada cinco CEOs, um deve ser psicopata

Oh! O horror, o horror.

Na palestra proferida no Congresso, ele explica que os head hunters e a galera do RH focam apenas nas habilidades e qualidades profissionais, sem avaliar o aspecto humano. Isso favorece os psicopatas, que, uma vez nas corporações, não pensam duas vezes em derrubar quem cruza o caminho para chegar ao topo, com atitudes antiéticas, amorais e altamente competitivas. Esse ambiente negativo acaba influenciando quem é uma pessoa normal e incentivando as más práticas para a conquista do sucesso.

Brooks explica que os psicopatas nas organizações tendem a criar o caos em torno de si e jogar as pessoas umas contra as outras. Estabelecem de vez as duras leis da selva internamente, onde ele consegue jogar com as próprias regras. O problema é que os emocionalmente imaturos embarcam na onda e os mais resistentes acabam deixando o ambiente nocivo.

Calma que as notícias são boas! A pesquisa serviu para a criação de um instrumento para os departamentos de RH poderem identificar essas pessoas nocivas ao ambiente da companhia e corrigir a situação.

E você? Conhece ou já conheceu alguém assim?

#trampo #profissao #trabalho #emprego #carreira #psicopatia #relacionamento

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

PrincessButtercup
год назад53 просмотров

Veja bem se você já passou por algumas dessas situações de total confusão entre casa e trabalho:

Рассказывайте о том, что вы любите, вместе с друзьями
Стать соавтором ▸

- Você atende o telefone de casa dizendo o nome da sua empresa, seguido de um "bom dia".

- Para ligar para alguém do seu telefone fixo residencial, acaba discando o código, "9" ou "0" para dar "linha externa".

- Faz um .ppt quando consultado sobre quando fazer compras para a dispensa de casa.

- Começa a achar estranhas essas pessoas que moram com você e passa a adotar conversação formal do tipo: "como vai?" ou "o que tem feito?", antecedido por dois beijinhos ou aperto de mão.

- "Sexo? O que é isso?"

É amigo, sinto dizer que a situação é grave e inspira cuidados: você foi contaminado por uma doença grave chamada "rotina do escritório".

Sinal de que já está mais do que na hora de dar um basta no trabalho e se entregar às férias!!! Acredite: se você chegou a esses termos descritos acima, seu chefe vai amar a ideia. Muito provavelmente você não deve estar fazendo nada direito no escritório.

Apesar de um fluxo aparentemente interminável de artigos avisando dos perigos associados com excesso de trabalho, muitas pessoas ainda optam por renunciar férias por inúmeros motivos: não têm dinheiro ainda para viajarem; acreditam que não têm como deixar um projeto nas mãos de outra pessoa; vão postergando algumas vezes a pedido do chefe. Uma pesquisa publicada em 2015 da headhunter Glassdoor descobriu que funcionários norte-americanos só usam metade (51%) do tempo das férias a que têm direito.

No Brasil, creio que também seja assim. Pelo menos é no mundo das agências de comunicação, onde ninguém tem permissão para tirar mais que 20 dias corridos e, normalmente, as pessoas deixam as empresas com 30 dias inteiros por tirar. Pode parecer um absurdo o que vou dizer, mas nenhum chefe curte quando você marca suas férias. A equipe fica desfalcada (alguns contam com funcionários temporários), o trabalho se avoluma, os colegas reclamam... Seriam todas as atividades intelectuais assim? Fica a pergunta.

Nos Estados Unidos, ao menos, muitos funcionários sentem que já estão correndo sempre atrás de um prejuízo inexistente: de que a tarefa exige mais do que eles podem dar e que , por isso, podem ser demitidos a qualquer momento se derem mancadas. Medo mais forte de sair de férias e descobrir que outra pessoa conquistou o lugar dele na empresa por substitui-lo. Ou pior: que ele não faz a menor falta nesse mundinho corporativo.

Louco, né?! Mas é assim que a gente também deve pensar por aqui.

De qualquer forma, é preciso sair dessa neura e tirar as mais que merecidas férias. Por quê? Há uma vida lá fora e sua atividade profissional é apenas uma parcela disso. 

Um estudo 2015 de University College de Londres descobriram que excesso de trabalho pode levar a um 33% maior risco de ter um acidente vascular cerebral, e um 13% maior risco de um ataque cardíaco.

Não se convenceu? Digo mais: se você não quebrar o condicionamento cognitivo que a rotina do escritório te traz, teus colegas que saíram e viram um mundo lá fora terão muito mais condições de contribuir com ideias criativas, soluções simples e eficazes, ambiente amigável e com menos tensão. Enquanto você se comportará como um cachorro treinado por si próprio, os outros terão condição melhor de exercer melhor o intelecto para as tarefas. 

Ops! Você não quer isso, quer?

Preste atenção nestes 12 sinais. Quando eles aparecerem, está na hora de vestir o short e aproveitar o lazer.

Aqui estão 12 sinais que você precisa desesperadamente de um período de férias para o trabalho:

#1 Você começa a ficar igual àquela horrorosa foto do RG

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

É uma velha piada com um monte de verdade. Quaisquer sinais de estresse crônico são bandeiras vermelhas óbvias: irritabilidade com os colegas, encontrando dificuldades para se concentrar em tarefas de rotina, cefaléia tensional crônica, tensão nas costas, problemas de estômago, ou preocupações de saúde mais graves. E o rosto vai refletir isso tudo.

#2 Você está tendo problemas para dormir

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Se você está tendo problemas para adormecer ou acorda toda noite às 3h da madrugada, então você pode estar com alguns probleminhas de sono. E isso pode ser um sintoma de excesso de trabalho e stress: a cabeça não está descansando e você não está conseguindo relaxar.

#3 Quando você começa a faltar eventos pessoais importantes

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Jantares de família, aniversários da camaradagem, apresentações dos filhos na escola e aquela final maravilhosa do time do coração... amigo, você não anda bem.

#4 Você está começando a cometer mais erros no trabalho

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Erros financeiros ou nas transações dos clientes, atropelando o português loucamente nos relatórios, não falar lé com cré na reunião.... férias, amigo, férias!

#5 Você não anda mais entusiasmado com o seu trabalho

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Se você não está tão animado para chegar ao trabalho na manhã de segunda-feira, como você um dia esteve (confessa: sei que já esteve!), ou você está com problemas no trabalho com ambiente hostil ou você está de saco muito cheio. Pense e repense nisso.

#6 Você perdeu seu senso de humor

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Aqui é um sinal claro: você não tem rido tão facilmente das coisas ou você acha mais difícil encontrar situações engraçadas no trabalho (que já é desafiador).

#7 Qualquer montinho vira um Himalaia

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

A falta de perspectiva saudável sobre questões pode definitivamente ser um sinal de que você precisa recalibrar suas configurações mentais. E as férias são o meio de se fazer isso.

#8 Toda a sua vida gira em torno de seu trabalho

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Se toda a sua identidade está envolta em seu trabalho, a ponto de você ter esquecido quem verdadeiramente você é, então é hora de partir para um período de férias. Olha.., dependendo do caso, até um ano sabático!

#9 Você não tem outro assunto: só trabalho

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Igual a jornalista esportivo: não sabe falar de outra coisa a não ser do campeonato. Quando você passar a maior parte de suas horas de folga, no barzinho, na praia, em casa com a família, pensando ou falando sobre o trabalho... Houston, temos um problema!

#10 Você começar a fazer escolhas nada saudáveis para lidar com o estresse

Beber mais, comer mais, arrancar mais a pelinha do polegar... enfim, a lista das ansiedades é longa quando a gente não encontra um tempo para desafogar nossa tensão. Tirar um tempo para o exercício físico ajuda muito, mas não resolve isso.

#11 O seu tempo fora do trabalho não é o suficiente

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Em vez de ir para uma corrida ou participar de atividades divertidas nas horas de folga, tudo o que você pode quer é se arrastar até o sofá e dormir. Dormir muioto. Até porque na cama nada acontece. NADA mesmo. Nem as pálpebras anda se pegando e dando um descanso para os olhos. É ou não é? Mais uma vez: férias, amigo, férias.

#12 Você sonha com qualquer coisa, menos o trabalho

12 sinais inquestionáveis que você está precisando de férias

Sério: nessa situação, uma caneca com chocolate quente e um cobertozinho é um sonho inatingível de consumo. Tô contigo, irmão. Vamos sair desta! Pé na estrada! ;0)

----------

Por Pilar Magnavita

#trampo #trabalho #férias #estafa #fadiga #estresse #burnout

Вы прочитали историю
Story cover
написанную
Writer avatar
PrincessButtercup
Equipe Storia Brasil