De tudo um pouco.
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
De tudo um pouco.
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
De tudo um pouco.
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Amadurecimento

Amadurecimento
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

E..O primeiro sinal de amadurecimento aparece.

Gabriel:
- Papai, o Papai Noel existe mesmo?
Eu:
- Sim meu filho, não está vendo os presentes?
Gabriel:
-Se foi ele mesmo que trouxe, como ele entrou aqui em casa?
Contei uma história com a ajuda da Francisca de que ele tem uma ferramenta que abre todas as portas e janelas.
Miguel:
- Claro que ele existe e compra os presentes nas Lojas Americanas.
:o
Gabriel:
- Tá bom então...

Acho que Papai Noel Não Sobreviverá até o ano que vem.


O Demolidor, O Perdedor

O Demolidor, O Perdedor
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Esse episódio da Alezzia, me lembra um filme e um episódio de black mirror; No primeiro um policial é congelado por 36 anos e quando é descongelado acorda numa sociedade com um politicamente correto exagerado, onde tudo que não é certo  é errado e ninguém pratica, não se fala palavrão, não se come carne ou sal os rebeldes são os que querem a liberdade de escolher.

O segundo estamos numa sociedade onde todos são classificados e pontuados, as pessoas com menos de 4.0 são de segunda categoria, se tiver menos que dois então... Todos tem dispositivos e lentes que analisam o perfil e a pontuação.

Sobre a Alezzia, não vou discutir a qualidade das fotos ou do comercial em si, que já viu comercial do mercadão de Madureira, fica pouco exigente. O ponto onde quero chegar, é de onde se definiu que as mulheres não podem se comportar como objetos, ou usar a beleza para ganhar dinheiro? A mulher que questiona "que nem comercial de cerveja "objetifica" as mulheres", ela chegou a ver o comercial da Itaipava e o vai Verão, vem Verão? Que fez a menina despontar. Por que mulheres que querem usar o eu corpo como objeto, não tem esse direito? Acredito que ser livre é poder escolher entre seguir ou não determinado pensamento. Eu sei que não é certo comer em fast food mas não é proibido, e eu como, imagina a Bela Gil me vendo com o Big taste na mão, comendo aquela carne, com vontade, imagina se ela reunisse um grupo e resolvesse me xingar, que mundo horrível, não? O mesmo vale para as mulheres e suas escolhas, se querem ser recatadas, despudoradas ou objeto, ok, sem problema, se não querem raspar o sovaco, ok também.

O que as feministas de hoje fazem, é o outro lado da moeda do que as mulheres dos anos cinquenta e antes faziam, nesse tempo mulher de respeito era recatada e a preocupação era em ter um bom marido, que pudesse dar conforto material, e ela em troca cuidaria do provedor, qualquer mulher que saísse desse comportamento seria xingada, humilhada e excluída dos grupos sociais. Hoje qualquer mulher que use o corpo para ganhar dinheiro também é xingada, humilhada e excluída, as empresas que se suspeite estar usando esse recurso, também, por que? Acho obrigar uma mulher a usar burca, tão prejudicial quanto obrigar a mulher usar biquíni e tão quanto obrigar a mulher a não usar, e agredir qualquer empresa ou órgão que o faça.

Será que chegaremos a uma sociedade politicamente correta e ranqueada?A desafio me lembra o episódio por conta do teor, se atingir 4 ela doa 10 mil para AACD, se chegar a 1, dez mil vão para a "questionadora", seria um começo de uma sociedade ranqueada? Espero sinceramente que não. 

Para quem não sabe do que estou falando:

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
Robertolandia
Crônicas de quem nem sabe direito o que é uma crônica mas acredita estar no caminho certo.