CURIOSIDADES

#AceitaQueDóiMenos: Álcool destrói quase que completamente nosso corpo

Sheila Vieira
Yazar
Sheila Vieira

Sim, serei a tia chata do rolê. Foda-se.

#AceitaQueDóiMenos: Álcool destrói quase que completamente nosso corpo

A nova moda na era dos “estudos científicos caça-cliques” são aquelas que dizem que álcool até faz bem para o nosso corpo de vez em quando. Todo mundo compartilha no Facebook cheio de orgulho. Mas e as outras 589 coisas ruins que ele causa em nosso organismo? Isso escolhemos ignorar.

Não é que as pessoas sejam desinformadas: todo mundo sabe que o efeito de repetidas bebedeiras é mais grave do que ressaca. Mas elas simplesmente não ligam porque as consequências são internas e só trazem um preço alto a pagar lá no futuro.

Este vídeo do Business Insider dá uma recapitulada no que acontece no seu corpo toda vez que você exagera na bebida:

Os efeitos que você percebe na hora são: o aumento da produção de dopamina, que é o te faz se sentir nas nuvens quando está bebendo, seu corpo ficando molenga, perda de memória e de concentração e mudanças repentinas de humor. O dramático é como isso acontece: com o tecido cerebral sendo enfraquecido, distorcido e muitas vezes destruído mesmo. O álcool muda a estrutura do seu cérebro.

Seu coração também sofrerá a longo prazo: a chance de uma pessoa que bebe regularmente ter um infarto ou arritmia são grandes. O álcool também enfraquece as células do órgão e pode fazer com que ele aumente de tamanho (!!!).

O fígado, como sabemos, é o que mais sofre, porque é quem oxida todo o álcool que você ingere. Excesso de bebida deixa o órgão gorduroso e pode causar hepatite, cirrose e fibrose. O pâncreas também pode inflamar.

Se você tem medo de câncer, também deveria maneirar no goró: o álcool é grande responsável pelo surgimento da doença na boca, no esôfago, na garganta e no fígado. E como a substância também enfraquece o sistema imunológico, sua chance de se recuperar é menor.

Ok, vivemos em um país democrático (naquelas né, mas sim) e cada um faz o mal que quiser para seu próprio organismo. Mas será que você realmente bebe pensando em todos os riscos a que está submetendo seu corpo? Será que adianta você viver uma vida fitness, ficar bonitão por fora e destruir o interior com doses cavalares de álcool?

Será que você sabe que está correndo risco de se viciar? E que, depois de virar álcoolatra, vai precisar de um esforço homérico para ficar em abstinência para o resto da sua vida?

Você bebe sim e está vivendo. E tem gente que não bebe e está morrendo. É um fato. Mas você não cantaria esta música em uma cama de hospital.

#alcool #bebida #alcohol #drinking #heavydrinking #alcoolismo #health #saude