CURIOSIDADES

Coisas que não te avisaram quando você saiu da casa dos seus pais

Sheila Vieira
Author
Sheila Vieira
Coisas que não te avisaram quando você saiu da casa dos seus pais

Expectativa: Independência. Liberdade. Mais privacidade.

Realidade: SÓ PERRENGUE.

Este é você saindo da casa dos seus pais para morar sozinho, com amigos ou namorado(a).

Estas são as coisas que ninguém te avisou:

1. Mercados deixam de ser o local em que você quer tudo e passam a ser o local em que você não precisa de nada.

Boas lembranças daquela época de jovem em que você só empurrava o carrinho, colocava um monte de besteira nele e depois sumia na hora de pagar. Agora você se depara com a cesta de compras e pensa: “Ok, consigo viver mais uma semana sem água e açúcar. Na próxima eu compro, certeza”.

Coisas que não te avisaram quando você saiu da casa dos seus pais

2. Instalar coisas é um saco.

Chuveiro, TV a cabo, wi-fi, linha fixa, lâmpadas, torneiras, privadas, ventiladores de teto, maçanetas, cortinas. TUDO É DIFÍCIL DE COLOCAR e você se sente um inútil porque depende dos outros sempre.

3. Você precisa ter muitas coisas pequenas que nem percebia antes.

Pregadores de cabelo, colherzinhas de chá, pegador de panela, saboneteira, lixeiras de inúmeros tamanhos, tapetes de vários tipos, aquele negócio de pano de onde você puxa um saquinho plástico, o outro negócio de pano em que você coloca o papel higiênico, panos de prato. Eu poderia ficar cinco horas aqui só listando as coisas que você só vai perceber que precisa muito quando não tiver. E precisar comprá-las na 25 de Março.

4. Comida não fica pronta por mágica.

Ok, você sabia isso. Mas só sente na pele realmente quando bate aquela vontade de bater um pratão e você percebe que, quando não há grana sobrando para comer coisa pronta (se pode fazer isso todos os dias, parabéns por ter ganho na Mega Sena), você tem que mexer a bunda, pegar ingredientes e fazê-los virar algo que possa ser ingerido.

5. Coisas estragam, quebram e dão errado e você precisa dar um jeito nisso.

Torneias quebram, chuveiros pifam, luzes param de acender, portas emperram, vidros se espatifam e alguém tem que arrumar. Alguém que obviamente não será você, já que seus conhecimentos de “consertar coisas” são nulos.

6. Guardar dinheiro é luxo.

Toda vez que sobrava aquela graninha que você usava para ir a um show, comprar aquela bota nova ou quem sabe planejar uma viagem agora é aplicado em contas, contas, contas e mais contas.

7. Roupas limpas e passadas são luxo.

Antes você usava uma blusa uma vez e já mandava para o cesto. Agora, usa pelo menos umas cinco vezes, cada uma com um grupo de pessoas diferente para ninguém perceber e, quando lava, consegue se convencer que não é nem um pouco necessário passá-las.

8. Você precisa de louças. Sério, você realmente precisa.

Poxa, um prato, um copo, uma colher, uma faca e um garfo são suficientes, né? Realidade:

9. Um lugar minimamente habitável é luxo.

As coisas ficam sujas o tempo todo. Você acabou de limpar e, plum, daqui a pouco estão sujas de novo. É necessário fazer um esforço diário grande para não ver sua habitação virar um albergue. E mesmo se você tiver diarista, nem ela consegue dar conta da zona que você deixou.

10. Seus pais fizeram muita coisa por você.

Muita! Só para você ficar vivo! A gente precisa de bastante coisa para ficar vivo. Além disso, ainda fizeram coisas para te agradar! Compraram coisas que você realmente não precisava só porque te fariam feliz! Foram lá resolver aquela privada entupida para você não precisar fazer isso. Mesmo se seus pais eram daqueles mais exigentes, que ensinam tudo desde que você era criança, ainda ganhou muita coisa na mão e só percebeu agora como é duro cuidar da própria vida.

#livingalone #parents #housekeeping #home #morandosozinho