CIDADES

Como assim?! Deixar a esquerda livre atrapalha o fluxo de passageiros no metrô

Sheila Vieira
Author
Sheila Vieira
Como assim?! Deixar a esquerda livre atrapalha o fluxo de passageiros no metrô

Por esta ninguém esperava. Segundo o metrô de Londres, a atitude mais digna que você poderia ter nas escadas rolantes está atrapalhando todo mundo. Deixar a esquerda livre e ficar esperando parado no lado direito da escada estão aumentando a aglomeração de passageiros nas estações.

Quem não está acostumado a frequentar o transporte público fica um pouco perdido, mas aos poucos aprende que algumas pessoas não querem esperar que a escada rolante as leve para o andar de cima: elas preferem andar e economizar alguns segundos de vida. Para quem mora longe, está atrasado para pegar um ônibus ou precisa fazer baldeação, esse pequeno tempo faz enorme diferença.

Só que há um problema: quando a escada é bem grande, poucas pessoas encaram o desafio de subir na força das pernas, mas também não querem ser o cidadão que impede alguém de passar. Isso resulta em usuários se espremendo na entrada da escada para ficarem à direita, enquanto a esquerda fica vazia a maior parte do tempo e vira um espaço inútil.

Como assim?! Deixar a esquerda livre atrapalha o fluxo de passageiros no metrô

Londres realizou um teste na movimentada estação de Holborn por três semanas e percebeu que, quando as pessoas ficam paradas dos dois lados da escada, o congestionamento de usuários na estação diminui 30%! Por isso, o metrô está orientando os passageiros a ocuparem a esquerda o tempo todo.

Há uma diferença do caso desta estação para as brasileiras: em Londres, é bem mais comum ter escadas rolantes com mais de 15 metros de altura. Ao encarar algo deste tamanho, é difícil ter coragem de subir na raça. Por aqui, várias escadas menores são a regra (ainda bem, porque imagina ter que enfrentar uma escada normal quando a rolante quebra) e provavelmente mais gente não quer ficar paradinha esperando.

Mas fica a lição: quando não tem alguém desesperado para subir com as próprias pernas, talvez não seja uma má ideia ocupar o lado esquerdo e utilizar um espaço disponível, ao invés de ficar meia hora na entrada da escada esperando sua vez de seguir o senso comum.

#metro #london #transportepublico #urban #cidades #cotidiano