RELACIONAMENTOS

O que você não deve dizer para uma vítima de relacionamento abusivo

Sheila Vieira
Author
Sheila Vieira
O que você não deve dizer para uma vítima de relacionamento abusivo

Conversar com uma pessoa que é vítima de um relacionamento abusivo é sempre uma tarefa difícil. A pessoa muitas vezes não percebe que está virtualmente presa em uma rede de manipulações e, quando escuta a verdade, entra em estado de negação, sem falar no medo das consequências de desagradar o abusador. Se ela demonstrar que quer ajuda, você também precisa saber o que dizer para não piorar ainda mais a situação. Então ficam aqui as dicas do que NÃO falar se este papo rolar:

"Por que você não larga ele e pronto?"

ORA, ORA, TEMOS UM XEROQUE ROMES AQUI. Meu bem, não é tão simples assim. Quando uma pessoa vive sendo ameçada 24 horas por dia, ela tem medo de contrariar minimamente o parceiro, com medo de ser repreendida, agredida ou até morta. É só conferir o noticiário policial todo dia para ver que é um temor justificado. Se o casal tem filhos, então, o medo da vítima triplica. 

Onde ela vai morar? Como vai se sustentar? O que vai ser da vida dela, já que toda a sua existência gira em volta do parceiro (esta é a maneira mais fácil de identificar relacionamento abusivo, inclusive)? Então não seja o Capitão Óbvio e deixe claro que você entende que sair deste buraco é um processo complicado. Mas também que você estará dando apoio o tempo todo e faça ela entender que continua correndo risco dentro do relacionamento.

"Ele nem te bateu ainda"

POIS É, JUSTAMENTE ISSO QUE ESTAMOS TENTANDO EVITAR. A maioria dos agressores comete violência psicológica e intimida fisicamente a vítima antes de bater. Isso ficou bem claro no caso do Marcos e da Emilly no BBB, inclusive. Portanto, jamais minimize as brigas (geralmente fabricadas pelo abusador para reafirmar seu poder) e as demonstrações de machismo diárias. Temos que parar com essa mania de achar que só quando há um roxo no olho da mulher que a situação deve ser levada a sério. Esta visão só demonstra o quanto a violência doméstica está enraizada na nossa sociedade.

"No fundo, você gosta desse amor bandido"

Ninguém gosta de sofrer, minha gente. Alguém só fica em uma situação horrível porque tem medo de entrar em uma ainda pior. A grande maioria das mulheres ainda é criada para acreditar que está sempre errada, que não é inteligente ou capaz o suficiente, que não consegue viver sem ter alguém para cuidar (no caso, servir). Nem passa pela cabeça delas que é possível estar em um relacionamento em que não haverá cobranças ridículas todos os dias. É como alguém que passa toda a vida em um país em guerra civil e não faz ideia de que existe algo melhor do outro lado da fronteira. Sua função é mostrar este outro lado.

"Vou me afastar de você até você terminar com ele"

Às vezes a gente quer ajudar e acaba só atrapalhando. Você quer forçar a pessoa a tomar uma decisão, fazendo uma chantagem emocional. Ou seja, mais uma das milhões de manipulações pelas quais a vítima passa. Ela tem que se sentir acolhida, não isolada. Entre o incerto e o que ela já tem, ela provavelmente vai escolher o que já tem. E nunca mais vai confiar em outra pessoa para conversar sobre isso.

"Fica queita no seu canto que ele para de te encher"

Eu nem sei o que dizer para alguém que falaria isso. Apenas pare e repense. Na maioria das vezes, a vítima já fica totalmente quieta no seu canto (sem vida) e mesmo assim o desgraçado inventa algum motivo para reafirmar sua superioridade. 

"Não vou me meter, é problema de vocês"

Repetindo: a vítima geralmente permanece no relacionamento abusivo porque não vê nenhum apoio emocional em outras pessoas ou maneira de recomeçar a vida. Não se meter é ajudar a condenar a pessoa ao abuso. Sim, pode acontecer de a vítima te "dispensar" e até te xingar (por estado de negação, medo de te prejudicar ou vergonha), mas ela vai pensar no que você disse e talvez tome um pouco mais de coragem. Pequenos passos, que podem salvar uma vida.

Se você desconfia que uma pessoa é vítima de um relacionamento abusivo, mande para ela este vídeo clássico da Jout Jout. Mais didático, impossível:

Vamos ajudar quem precisa. Um dia, você pode precisar também.