MULHERES

Sentindo na pele: homens são obrigados a trabalhar com salto alto durante um dia

Sheila Vieira
Author
Sheila Vieira

Parece que o jogo virou, não é mesmo?

Sentindo na pele: homens são obrigados a trabalhar com salto alto durante um dia

Este é o momento em que percebemos que estamos em maio de 2016 e ainda é possível obrigar mulheres a irem trabalhar com salto alto. Mesmo se não te demitirem por isso, alguém pode chegar para te DAR UM TOQUE de que é preciso dar um upgrade no visual. 

Mesmo que ele faça seu pé sangrar e cause deformações nos seus pés e na sua coluna.

Como muitos rapazes sempre acham que estamos reclamando demaaaais, a revista britânica Stylist decidiu fazer seus funcionários sentirem na pele como é desconfortável usar sapatos com salto alto. Os homens tiveram que trabalhar por um dia dentro dessas máquinas de tortura.

Ok, há mulheres que gostam de salto alto. Mas eu odeio. Com todas as minhas forças. E quem quiser me obrigar a usar vai ver o salto entrando em CERTOS LOCAIS. 

Escadas. Ruas de paralelepípedo. Correr para pegar o ônibus. O vídeo mostra várias situações em que o salto de fato atrapalha a vida da pessoa. Então vamos deixar as funcionárias escolherem os dias que elas usarão este tipo de sapato? 

Agora saímos da comédia e vamos para os dramas reais. Nicola Gavins, uma mulher canadense, ficou tão revoltada com o que aconteceu com a amiga dela, que decidiu postar no Facebook:

Sentindo na pele: homens são obrigados a trabalhar com salto alto durante um dia

Sim, isto é sangue. É o resultado de um dia inteiro trabalhando como garçonete em um restaurante que exige salto alto. Por mais que a funcionária reclamasse que estava com extrema dor e sangramento considerável, o gerente não deixou que ela trocasse o sapato para um que, digamos, não deixasse o pé dela em carne viva.

A polêmica chegou até ao festival de Cannes. Em 2015, mulheres com mais de 50 anos de idade foram barradas de entrar em uma exibição de "Carol" porque não estavam usando saltos altos. Várias atrizes disseram publicamente como a regra era absurda e, neste ano, Julia Roberts decidiu fazer um protesto mais literal:

Sentindo na pele: homens são obrigados a trabalhar com salto alto durante um dia

Obviamente, ninguém expulsou Julia Roberts da estreia de seu próprio filme.

Claro que as mulheres têm problemas infinitamente mais graves para tentar solucionar nos próximos anos, mas cada pequena vitória importa. Que o mundo pare de ver o salto alto como uma regra e sim como mais uma opção de montar o seu look.

#saltoalto #highheels #women #gender #feminism #juliaroberts