Moda, comportamento e tendências
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Moda, comportamento e tendências
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Moda, comportamento e tendências
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Já pensou em imprimir suas próprias roupas?

As impressoras 3D já estão disponíveis no mercado, com custo bem mais acessíveis que há 10 anos atrás, e ter uma dessas em casa vai ser questão de tempo. De próteses a comida, tudo vem sendo testado e impresso em 3D. Em 2015, a estudante israelense de design Danit Peleg apresentou ao mundo da moda o primeiro desfile com roupas impressas pela tecnologia. O custo ainda é alto pois uma peça em média leva mais de 100 horas de trabalho. Mas, em breve, essa realidade vai estar ao seu alcance. Já pensou em viajar e não precisar levar uma mala? Já pensou em escolher pela internet um modelo de vestido de noiva, baixar o código aberto e depois imprimir? Quem sabe ao invés de estilistas comercializando roupas não haverão lojas comercializando códigos para que as impressoras reproduzam suas criações?

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Esse é apenas o início de um mundo novo que vai impactar diretamente a sua maneira de vestir e consumir, acredite.

Já pensou em imprimir suas próprias roupas?

A estilista Iris Van Herpen já vestiu celebridades como Lady Gaga e Bjork com roupas impressas com tecnologia 3D.

Já pensou em imprimir suas próprias roupas?

Além de roupas, acessórios, bolsas e sapatos também ganham novos horizontes. As fábricas também vão incorporar na cadeia de produção etapas em 3D que tendem a baratear os custos finais. Já pensou o que isso pode impactar nas exportações, por exemplo?

Já pensou em imprimir suas próprias roupas?

O céu passou a ser o limite quando falamos em impressão 3D e moda.

Você ainda vai ser um minimalista

O minimalismo na moda, na arquitetura e no design pode ser considerado um lifestyle. Mais do que uma estética é um modo de viver e de ver o mundo. Cada vez mais esse movimento ganha espaço, podemos considerar uma contratendência ao mundo de exagero e excesso que vivemos na atualidade.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Os adeptos ao estilo mudam inclusive sua alimentação e excluem até o excesso de mensagens do celular, é um modo de pensar e viver cada vez mais conectado consigo mesmo. Sua principal influência veio da cultura japonesa e recebe ainda inspirações do Design Industrial e do Escandinavo em relação às cores, linhas e estética. A ideia é subtrair tudo aquilo que é desnecessário e viver sem excessos, e quem não sentiu vontade disso ultimamente? Seguindo o estilo, os edifícios passam a ser projetados com linhas retas e formas geométricas simples, os ambientes são decorados com poucos objetos, cores neutras e os produtos têm o layout mais clean e funcional possível. (Hometeka)

Conforto e aconchego são prioridade assim como a limpeza e a organização.

INSPIRE-SE

Arquitetura e decoração

Você ainda vai ser um minimalista

Muita luz natural e claridade em linhas retas e simples.

Design

Você ainda vai ser um minimalista

Menos passa a ser mais.

Moda

Você ainda vai ser um minimalista

Em tempos onde tudo pode, onde o mix e a extravagância já são comuns, parar e simplificar parecem ser um dos caminhos da moda.

Estilo de vida

Você ainda vai ser um minimalista

Desacelerar, respirar e viver bem passa a ser uma necessidade imediata em um mundo de excesso desmedido.

A Muji é uma das marcas de design que representam muito bem esses anseios, com produtos que não levam logomarca, são discretos e prezam pela utilidade.

Você ainda vai ser um minimalista
Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
StreetStylePOA
Moda, comportamento, fotografia e comunicação.