Arcadia
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Arcadia
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Arcadia
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Conheça o smart watch que permite jogar 10 games clássicos no punho

Tapa Da Pantera
há 8 meses116 visualizações

Os relógios smart - ou smart watches - ainda não “pegaram” no Brasil, mas vão conquistando mercado lentamente nos EUA e na Europa, principalmente. A cada dia, surge uma novidade interessante. E agora, depois de conseguir o financiamento inteiro em crowdfunding em só um dia, um smart watch inovador chega para fazer a alegria de gamers.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Com o nome de Gameband, o objetivo é claro. Mas ele não vem com um game qualquer, não. O time de desenvolvedores vai lançar o smart watch com uma coleção de dez games clássicos. E são clássicos mesmo, lá da década de 1980. Na lista até agora estão Pong, Missile Command, Battlezone e Tempest 2000.

Os fabricantes contrataram programadores independentes e outros com passagens pela Atari, a grande marca da década de 80. E como isso tudo vai caber num reloginho? O gadget terá uma entrada MicroSD. Assim, o gamer troca seu jogo como se estivesse mudando de cartucho em um Atari clássico.

Conheça o smart watch que permite jogar 10 games clássicos no punho

E a intenção não é atingir só o mercado de gamers. Eles querem também competir com outros smart watches famosos, o que não é nada fácil. Mas o Gameband, que por enquanto tem preço estimado em US$ 199, terá um display amoled com um processador Snapdragon Wear 2100, 512 MB de RAM e 4 GB de ROM. Ele também vem com WiFi 802.11 b/g/n e Bluetooth 4.2.

Ficou interessado? Vale conferir o site do Gameband abaixo: 

5 franquias que a Nintendo deveria trazer de volta para o Switch

Tapa Da Pantera
há 8 meses117 visualizações

No lançamento de mais um console, a Nintendo fez uma aposta segura: lançará versões de seus games mais clássicos. Mario, Zelda e Mario Kart, por exemplo, terão versões para o Nintendo Switch.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
5 franquias que a Nintendo deveria trazer de volta para o Switch

A verdade, no entanto, é que a Nintendo poderia ter ido mais longe e trazido de volta outras de suas muitas franquias de sucesso. E pode ser até que façam isso no futuro. Por enquanto, a gente fica aqui apenas sugerindo e rezando por um montão de séries interessantes:

1. Metroid

A série do caçador de recompensas espacial Samus Aran já tem 11 games, espalhados em NES, Game Boy, Super NES, Game Boy Advance, GameCube, Nintedo DS, Wii e Nintendo 3DS. Por que não lançar um Metroid para o Switch? A gente aceita até se for uma versãozinha 2D mesmo, com as boas e velhas plataformas…

2. Punch Out

O grande game de boxe que ajudou a alavancar as vendas do Nintendinho de 8 bits não tem uma versão desde 2009, quando foi lançado para o Wii. Não era uma simulação de boxe, mas era divertido encarar rivais folclóricos e ir descobrindo, aos poucos, os macetes para vencer cada luta. Mike Tyson como maior adversário foi uma jogada de mestre da Nintendo.

3. Luigi’s Mansion

Luigi’s Mansion teve só duas versões. A primeira, para GameCube, teria tido mais sucesso, mas o fracasso do console comprometeu o resultado. Ainda assim, o game ganhou uma sequência para 3DS em 2013. Ainda assim, Luigi’s Mansion é divertido e desafiador o bastante para merecer uma tentativa no Switch.

4. Ninja Gaiden

Foi-se o tempo em que o Ninja Gaiden rivalizava com Shinobi, lançado para os consoles da Sega. Hoje, o game da Tecmo, que foi tão popular nos anos 1980 e 1990, anda meio esquecido - apesar de uma última versão para Xbox 360 e PS3. Sempre foi um game difícil, não importa a versão, mas sempre foi bastante bom.

5. Pilotwings

Tudo bem, Pilotwings não foi um sucesso de vendas para o SNES e, por isso, nunca teve uma sequência, mas muitos de seus elementos foram utilizados em games de muito sucesso em smartphones. A Nintendo faria bem se tentasse fazer o mesmo em uma versão para o Switch. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TapaDaPantera
Equipe Storia Brasil