Arcadia
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Arcadia
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Arcadia
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Project CARS 2 fecha lista de 60 circuitos com Indianápolis, Le Mans e Mônaco

Tapa Da Pantera
há 3 meses1.2k visualizações

A aguardada sequência do simulador Project CARS chega em setembro para PC, Xbox One, PS4 e Mac, e cada novidade que a Bandai Namco divulga deixa os fãs ainda mais empolgados. Agora foi anunciado o pacote completo dos circuitos, que vem cheio de pistas famosíssimas como as da tríplice coroa do automobilismo: Indianápolis, Le Mans e Mônaco.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Project CARS 2 fecha lista de 60 circuitos com Indianápolis, Le Mans e Mônaco

Ao todo, são 60 circuitos com um total de 130 traçados possíveis. Entre os mais famosos estão, além dos quatro acima, Nurburgring (sim, com o traçado completo), Brands Hatch, Barcelona, Donington Park, Hockenheim (com o traçado atual da Fórmula 1 e o clássico), Imola, Monza, Oulton Park, Silverstone (também com traçados atual e clássico), Spa-Francorchamps, Daytona, Laguna Seca, Road America, Watkins Glen, Suzuka e Fuji. A lista completa está aqui.

São 20 circuitos a mais do que na edição inicial de Project CARS, lançada em 2015. Além disso, o game terá 180 carros e, se o padrão da série for mantido, eles serão fielmente reproduzidos. Entre as categorias licenciadas estão a Indycar, com carros de 2016 e da década de 1960; a Fórmula Renault 2015; e várias classes de turismo.

Project CARS 2 ainda possui uma “Fórmula A”, que consiste de carros em parecidos com os da Fórmula 1, e karts. Sim, karts. Resumindo? Vai ter corrida para todos os gostos em todos os tipos de autódromo. Duro é esperar até 22 de setembro…

7 games pioneiros que estavam muito à frente de seu tempo

Tapa Da Pantera
há 3 meses3.9k visualizações

É o tipo da coisa que a gente só percebe cinco anos depois. Às vezes, leva uma década para aquilo fazer sentido. Alguns games são tão revolucionários que acabam mal avaliados. Outros são revolucionários e fazem sucesso. O fato é que de tempos em tempos surge no mercado alguma coisa que muda a nossa maneira de jogar, muda o mercado, muda a concorrência. É o caso desses games aqui:

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1. Gran Turismo (1997)

7 games pioneiros que estavam muito à frente de seu tempo

Um game em que era preciso fazer testes de direção e conseguir uma carteira de habilitação antes de ir para a pista. Gran Turismo inventou isso, além de incluir 140 carros diferentes e com reações parecidas aos veículos reais. O game ainda tinha 11 circuitos recriados à perfeição. Forza, Need for Speed, Test Drive e Project Cars, todos continuam a beber dessa fonte anos depois.

2. Elite (1984)

Imagine um game em 1984 com gráficos em 3D e a possibilidade de explorar oito galáxias com 256 planetas cada. Era isso que Elite, lançado originalmente para o BBC Micro (também saiu para MSX, que foi bastante popular aqui no Brasil), proporcionava usando apenas 22K de memória. Só para comparar, “No Man’s Sky”, jogo de exploração espacial em mundo aberto lançado para PS4, usa 2,6GB de memória - ou seja, é umas 120 milhões de vezes maior. Só que foi Elite que começou isso tudo, mais de 30 anos atrás.

3. Herzog Zwei (1989)

Lançado originalmente para o Mega Drive, não foi o maior sucesso de vendas, mas influenciou gerações de games porque conseguia uma mistura incrível de estratégia e ação.

4. The Legend of Zelda: Ocarina of Time (1998)

Não foi o primeiro da franquia Zelda, mas Ocarina of Time, que saiu para o Nintendo 64, era diferente. Tinha ciclos de dia e noite e cenários em 3D de verdade. Há quem diga que todos games em 3D que vieram depois copiaram algo de Ocarina of Time.

5. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty (2001)

Outra sequência de uma franquia de sucesso que conseguiu dar um passo adiante e estabelecer paradigmas. Lançado para PlayStation 2, Metal Gear 2 era sobre verdade, identidade, política no século XXI, uma série de temas que não eram abordados nos games até então. MG2 fala de redes sociais, cultura de massa, medo isolamento… Pareceria até mais atual se fosse lançado em 2017.

6. Grand Theft Auto San Andreas (2004)

Não foi o primeiro game de mundo aberto da história, mas foi o maior, o mais importante e o mais popular. Enquanto os GTAs anteriores se limitavam a uma cidade só, San Andreas vinha com três cidades inteiras e uma bela distância entre elas. Tinha carros, caminhões, barcos, aviões, helicópteros, bicicletas e até jetpacks. Você precisava administrar dinheiro, calorias (quem comesse demais engordava) e a personalidade de seu personagem. Não existia nada parecido nem tão gigante até então.

7. Halo 2 (2004)

Daria para incluir os três primeiros Halos nesta lista, mas o segundo foi o que mais afetou os games de tiro. Halo 2 introduziu o conceito de “matchmaking” para jogos online. Foi o game que automatizou o processo e passou a encontrar parceiros para os usuários (tudo dentro de um sistema de ranking de habilidades). Até então, só era possível convidar amigos e conhecidos. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TapaDaPantera
Equipe Storia Brasil