Campos e quadras
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Campos e quadras
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Campos e quadras
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

SporTV previu fiasco de Corinthians e domínio do Palmeiras. E agora?

Tapa Da Pantera
há 2 meses19.9k visualizações

Quem vê programas de esporte na TV quer ouvir a opinião de especialistas e jornalistas especializados. Gente que cobre a modalidade há anos, conhece bastidores e, portanto, pode dar uma opinião inteligente sobre a coisa. O SporTV tem muitos profissionais assim à disposição, mas parece que a turma lá não anda em grande fase em suas previsões…

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
SporTV previu fiasco de Corinthians e domínio do Palmeiras. E agora?

A temporada 2017 do futebol brasileiro ate agora é marcada pelo sucesso inquestionável do Corinthians, um time sem grandes estrelas, mas muito bem organizado e extremamente eficiente. A campanha do Timão contrasta com Flamengo, Atlético Mineiro e Palmeiras, clubes que fizeram grandes investimentos, possuem elencos grandes e milionários, mas vêm colecionando resultados decepcionantes.

Só que não era bem isso que a turma do SporTV esperava no começo do ano. Apresentador do Redação SporTV, o jornalista André Rizek previu um fiasco colossal do Corinthians. No começo da temporada, Rizek classificava o trabalho do técnico do Corinthians, Fábio Carille, como pouco promissor e dizia com todas as letras: “Não acredito que o Carille vá levar esse time do Corinthians a algum lugar.” O jornalista afirmou ainda que o treinador não estava pronto para comandar um clube do porte do Timão. Vejam no vídeo abaixo.

4E28D014-C74B-4C11-9761-177E0F54CAA4
4E28D014-C74B-4C11-9761-177E0F54CAA4
100%
7B587242-9C0F-4807-98F1-1C0F280C4C49
0:00 / 0:00

E o que aconteceu? O Corinthians conquistou o título do Campeonato Paulista e lidera o Campeonato Brasileiro com folga. No meio da 20ª rodada, o Timão soma 47 pontos contra 39 do Grêmio, vice-líder e que disputou uma partida a mais.

Mas não foi só isso. O canal também contou com uma previsão ousada sobre o Palmeiras. Antes da contratação do atacante colombiano Borja, o jornalista Carlos Cereto berrava no Redação SporTV que o Palmeiras conquistaria tudo e seria campeão brasileiro mais uma vez.

Hoje, o Palmeiras já está eliminado da Copa Libertadores e da Copa do Brasil. No Brasileiro, ocupa a quarta posição, com 14 pontos a menos e um jogo a mais do que o Corinthians. A internet, claro, não perdoou e fez a edição abaixo com o vídeo da previsão de Cereto…

4E28D014-C74B-4C11-9761-177E0F54CAA4
4E28D014-C74B-4C11-9761-177E0F54CAA4
100%
7B587242-9C0F-4807-98F1-1C0F280C4C49
0:00 / 0:00

Italiana caiu no doping, culpou a massa da mãe e escapou de punição longa

Tapa Da Pantera
há 2 meses41.0k visualizações

A tenista italiana Sara Errani, que já foi finalista de Roland Garros e número 5 do mundo, foi flagrada em um exame antidoping e tomou uma suspensão de… apenas dois meses. Como ela se safou com uma punição tão curta? Com uma defesa que culpava o tortelini preparado por sua mãe!

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Italiana caiu no doping, culpou a massa da mãe e escapou de punição longa

A história foi a seguinte: um teste de urina coletada de Errani em fevereiro apontou a presença da substância letrozol, que faz parte da lista de medicamentos proibidos pela Agência Mundial Antidoping. A tenista, então, preparou uma defesa baseada na cozinha de sua mãe e conseguiu convencer o tribunal de que o letrozol entrou em seu organismo porque sua mãe guardava o remédio perto do lugar onde preparava comida. Assim, o tortelini teria sido “contaminado”.

Parece bizarro, mas alguns elementos (coincidências ou não) jogaram muito a favor da italiana. Primeiro porque sua mãe faz uso de letrozol há anos como parte de um tratamento contra câncer. Segundo porque o teste positivo aconteceu justamente quando Errani, que passa mais tempo na Espanha e nos Estados Unidos, estava visitando a mãe na Itália.

Italiana caiu no doping, culpou a massa da mãe e escapou de punição longa

Além disso, o tribunal considerou outros dois fatores que aliviaram a punição de Errani: o letrozol não é considerado uma substância que ajuda especificamente no tênis, e a quantidade encontrada em sua urina era bem pequena. Somando isso tudo, a corte achou por bem suspender a tenista italiana por apenas dois meses (de agosto a outubro) - além do período que ela já cumpriu (de fevereiro a junho). 

A punição foi bem menor do que poderia ter sido, já que a pena máxima para casos de doping não intencional é de dois anos. No fim das contas, porém, a "defesa do tortelini contaminado” deu certo.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TapaDaPantera
Equipe Storia Brasil