Campos e quadras
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Campos e quadras
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Campos e quadras
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Vídeo mostra jogador negro da NFL sendo vítima de brutalidade policial

Tapa Da Pantera
há um mês2.8k visualizações

Não é segredo que os Estados Unidos vivem um período delicado na questão racial após uma sequência de mortes de cidadãos negros causadas por policiais. Casos de abuso de autoridade vêm sendo relatados com mais frequência a cada dia, e jogadores de futebol americano (NFL) vêm se manifestando mais e mais. Colin Kaepernick, ex-San Francisco 49ers, foi o primeiro a se ajoelhar durante o hino nacional americano para protestar. Outros jogadores o acompanharam. A manifestação causou polêmica.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Vídeo mostra jogador negro da NFL sendo vítima de brutalidade policial

Agora, com a NFL de férias, foi a vez de Michael Bennett, jogador do Seattle Seahawks e campeão do Super Bowl, ser vítima de um abuso desses. Enquanto saía da luta entre Conor McGregor e Floyd Mayweather, em Las Vegas, Bennett foi parado e algemado sem motivo e com força desproporcional. Ele publicou um relato do incidente, e pouco depois o site TMZ divulgou as imagens.

Em um grande texto no Twitter, Bennett conta que enquanto obedecia as ordens de um policial e perguntava o que tinha feito de errado - sem resposta - ouviu o policial ameaçar atirar contra sua cabeça e teve medo de morrer. Só depois de ser levado a uma viatura de polícia e esperar um longo tempo é que Bennett foi solto. Foi quando os policiais perceberam que ele era um jogador famoso em vez de um criminoso. Veja imagens no vídeo abaixo:

Bennett afirmou já ter contratado um advogado de direitos civis e voltou a afirmar que protestar é a coisa certa. Por isso, vai continuar se sentando durante o hino americano que é executado antes de cada partida. “Porque igualdade não habita este país e não importa quanto dinheiro você tenha ou quanto você doa, quando você é visto como um negro, será sempre tratado dessa maneira.”

O tweet de Bennet já foi compartilhado mais de 220 mil vezes - inclusive por Kaepernick - e curtido por mais de 379 mil pessoas. A NFL divulgou um comunicado apoiando o atleta, enquanto a polícia de Las Vegas se defendo dizendo que os policiais tinham motivo para deter o jogador após tiros serem disparados dentro de um cassino. 

Mourinho virou goleiro e fez a festa da galera

Tapa Da Pantera
há 2 meses3.2k visualizações

O técnico-celebridade José Mourinho, português que atualmente comanda o Manchester United, dedicou seu sábado à partida de caridade pelas vítimas do incêndio na Torre Grenfell, que deixou pelo menos 80 mortos no mês de junho, em Londres. No espírito amistoso que o jogo pedia, Mourinho resolveu brincar e foi jogar de goleiro. Resumo da história? Roubou a cena e fez a festa do público.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Mourinho virou goleiro e fez a festa da galera

Faltando 25 minutos para o jogo acabar, o português entrou em campo e substituiu o goleiro David James, ex-seleção inglesa. E foi aí que a galera delirou. A começar pela ótima saída do gol quando seu time precisou defender um escanteio. Mesmo provocado e empurrado por adversários, Mourinho saiu bem do gol e deu um soco na bola, afastando o perigo.

Mourinho também divertiu a galera quando em vez de cobrar o tiro de meta, foi tirar selfies com os torcedores atrás do gol. O juizão aproveitou e deu um cartão amarelo. O treinador-celebridade-goleiro fez um pouco de tudo. Só não conseguiu manter seu time à frente no placar, mas nem dá para culpá-lo. A tabelinha entre Stan Collymore e Chris Edwards, da banda Kasabian, deixou Mourinho sem chances de fazer a defesa.

E o que aconteceu? Com o jogo empatado em 2 a 2, a decisão foi para a disputa de pênaltis. Mourinho até converteu um dos cinco chutes de sua equipe, mas não conseguiu fazer nenhuma defesa e seu time perdeu por 5 a 3. O técnico quase conseguiu impedir um dos gols, mas passou da bola e terminou de joelhos, soltando um belo palavrão - em português!

A disputa inteira está no vídeo abaixo. Confira!

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TapaDaPantera
Equipe Storia Brasil