Cineclube
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Cineclube
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Cineclube
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

6 filmes sobre vigilância que deixariam Trump paranóico

Tapa Da Pantera
há 7 meses130 visualizações

Donald Trump alegou e seu telefone foi grampeado durante a campanha presidencial. Uma curiosidade que passou (quase) batida nessa história é que o atual presidente dos EUA imaginou um cenário que parece ter saído de um filme de espionagem dos tempos da guerra fria. 

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
6 filmes sobre vigilância que deixariam Trump paranóico

O que Trump não sabe (ou não sabia - ou deveria saber) é que hoje em dia agências de inteligência como a CIA e o FBI possuem maneiras muito mais modernas de interceptar comunicações. Mesmo assim, ele comparou o grampo em seu telefone ao caso do Watergate. Imagine então se Trump tivesse visto os filmes abaixo…

1. A Conversação (1974) 

Francis Ford Coppola dirige Gene Hackman, que vive um especialista em vigilância, apelidado de o “melhor grampeador da costa oeste” dos EUA. É um filme tenso, que faz até o mais calmo dos espectadores ficar agitado no sofá. Deixaria Trump paranóico, até mesmo porque uma das conversas gravadas (“a conversação” principal) ganha um sentido diferente no fim do filme.

2. Todos os Homens do Presidente (1976)

É “o” grande filme sobre o caso do Watergate, citado por Trump, o que nos leva a acreditar que pelo menos este filme ele viu. Mas o que será que o presidente americano aprendeu vendo Robert Redford e Dustin Hoffman? Afinal, foram jornalistas que descobriram toda a história. Será que hoje isso seria rotulado de fake news?

3. Um Tiro na Noite (1981)

O thriller de Brian de Palma coloca John Travolta no meio de uma trama política, mas só porque o personagem, um editor de som, estava gravando sons da rua quando um assassinato também é captado. Trump veria esse filme e pensaria que, de algum modo, tudo está sendo ouvido e gravado em algum lugar do mundo.

4. Quebra de Sigilo (1981)

Outro filme de vigilância/espionagem com Robert Redford. O filme tem Ben Kingsley hackeando o FBI e levantando suspeitas sobre a NSA, a agência nacional de segurança americana. E isso, lembremos, aconteceu 20 anos antes de Edward Snowden revelar (quase?) tudo que se fazia por lá.

5. Inimigo do Estado (1988)

Outro que coloca a NSA sob suspeita. E a mensagem é clara para quem foi ver o filme: você está sendo observado. Agora, no momento pós-Snowden, é impossível assistir a um filme assim sem imaginar se os roteiristas sabiam de tudo que a NSA fazia, mas só não tinham como provar.

6. Jason Bourne (2002 até hoje)

Os filmes sobre Jason Bourne, brilhantemente vivido por Matt Damon, contam a história e as consequências de um projeto de lavagem cerebral da CIA, que planejava criar assassinos perfeitos. A série tem teorias de conspiração, (muita!) vigilância e espionagem. Trump ficaria louco! 

Os 10 papéis mais memoráveis de Bill Paxton

Tapa Da Pantera
há 8 meses70 visualizações

Com 61 anos, Bill Paxton morreu no último fim de semana, e seus fãs o homenagearam nas redes sociais postando nas redes sociais a famosa frase “Game over, man. Game over!”, do clássico Aliens, de 1986. Mas o papel em Aliens foi só um dos muitos momentos memoráveis de um ator que se não se tornou um nome gigante como Tom Hanks ou Denzel Washington, mas deixou lembranças saborosas em filmaços.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1. Aliens

Paxton vive Hudson, um fuzileiro que combate aquelas formas alienígenas. Deixou uma frase inesquecível.

2. Exterminador do Futuro

Tudo bem, não foi um grande papel, mas talvez tenha sido sua primeira aparição em um filme de grande bilheteria. Na ocasião, ele usava uma faquinha para encarar Arnold Schwarzenegger.

3. Mulher Nota Mil

Aqui, Paxton encarna Chet, o estereótipo de um ‘bully’ dos anos 1980 em um dos muitos filmaços do diretor John Hughes.

4. Predador 2 - A Caçada Continua

Os 10 papéis mais memoráveis de Bill Paxton

É onde termina a trilogia de Paxton. Até hoje, ele é o único ator a ser assassinado por um Exterminador do Futuro, um Alien e um Predador.

5. Apollo 13

Paxton incorpora Fred Haise, astronauta que foi ao espaço na quase catastrófica missão Apollo 13.

6. Titanic 1997

Sim, Bill Paxton também fez parte do filme de maior bilheteria da história. Em Titanic, ele é um caçador de recompensas que vai até o navio naufragado em busca de uma joia preciosa.

7. Twister

Primeiro filme em que Paxton estrela um filme de grande bilheteria. Em Twister, ele é um caçador de tempestades extremas que contracena com Helen Hunt.

8. No Limite do Amanhã

Os 10 papéis mais memoráveis de Bill Paxton

Aqui, Paxton assume o papel de um militar em um filme de ação estrelado por Tom Cruise. O personagem é divertido porque não sabe que Cruise tem a capacidade de voltar no tempo.

9. Nightcrawler

Outro papel de coadjuvante em um filme que concorreu ao Oscar. Nele, Paxton contracenou com Jake Gyllenhaal.

10. Training Day

Seu maior projeto em andamento. Paxton gravou 13 episódio da série baseada no filme famoso por Denzel Washington. Não se sabe agora o que será e Training Day sem seu ator principal.

Os 10 papéis mais memoráveis de Bill Paxton
Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TapaDaPantera
Equipe Storia Brasil