Cineclube
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Cineclube
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Cineclube
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Os 10 papéis mais memoráveis de Bill Paxton

Tapa Da Pantera
há 8 meses70 visualizações

Com 61 anos, Bill Paxton morreu no último fim de semana, e seus fãs o homenagearam nas redes sociais postando nas redes sociais a famosa frase “Game over, man. Game over!”, do clássico Aliens, de 1986. Mas o papel em Aliens foi só um dos muitos momentos memoráveis de um ator que se não se tornou um nome gigante como Tom Hanks ou Denzel Washington, mas deixou lembranças saborosas em filmaços.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1. Aliens

Paxton vive Hudson, um fuzileiro que combate aquelas formas alienígenas. Deixou uma frase inesquecível.

2. Exterminador do Futuro

Tudo bem, não foi um grande papel, mas talvez tenha sido sua primeira aparição em um filme de grande bilheteria. Na ocasião, ele usava uma faquinha para encarar Arnold Schwarzenegger.

3. Mulher Nota Mil

Aqui, Paxton encarna Chet, o estereótipo de um ‘bully’ dos anos 1980 em um dos muitos filmaços do diretor John Hughes.

4. Predador 2 - A Caçada Continua

Os 10 papéis mais memoráveis de Bill Paxton

É onde termina a trilogia de Paxton. Até hoje, ele é o único ator a ser assassinado por um Exterminador do Futuro, um Alien e um Predador.

5. Apollo 13

Paxton incorpora Fred Haise, astronauta que foi ao espaço na quase catastrófica missão Apollo 13.

6. Titanic 1997

Sim, Bill Paxton também fez parte do filme de maior bilheteria da história. Em Titanic, ele é um caçador de recompensas que vai até o navio naufragado em busca de uma joia preciosa.

7. Twister

Primeiro filme em que Paxton estrela um filme de grande bilheteria. Em Twister, ele é um caçador de tempestades extremas que contracena com Helen Hunt.

8. No Limite do Amanhã

Os 10 papéis mais memoráveis de Bill Paxton

Aqui, Paxton assume o papel de um militar em um filme de ação estrelado por Tom Cruise. O personagem é divertido porque não sabe que Cruise tem a capacidade de voltar no tempo.

9. Nightcrawler

Outro papel de coadjuvante em um filme que concorreu ao Oscar. Nele, Paxton contracenou com Jake Gyllenhaal.

10. Training Day

Seu maior projeto em andamento. Paxton gravou 13 episódio da série baseada no filme famoso por Denzel Washington. Não se sabe agora o que será e Training Day sem seu ator principal.

Os 10 papéis mais memoráveis de Bill Paxton

5 disputas interessantes para você acompanhar no Oscar

Tapa Da Pantera
há 8 meses75 visualizações

Okay, todo mundo gostou de La La Land e dizem por aí que o musical vai dominar a noite do Oscar. Também dizem que Manchester À Beira-Mar vai levar a estatueta de melhor roteiro original e que Zootopia também é barbada entre as animações. Mas será que tudo isso vai se confirmar? Sempre há surpresas no domingo do Oscar e a cerimônia de 2017 pode terminar cheia de zebras. Até porque algumas disputas são bem interessantes. Quer ver?

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1. Melhor canção

Tem vezes que ninguém presta atenção nessa categoria, mas desta vez La La Land tem duas músicas (“Audition” e “City of Stars”) concorrendo e todo mundo espera que uma das duas vença, só que “How Far I Go”, da animação Moana, tem uma boa chance também. Fiquem de olho.

2. Melhor Diretor

Damien Chazelle, de La La Land, é o favoritaço aqui, mas “Moonlight: Sob A Luz do Mar” vem sendo o maior sucesso de crítica recentemente. Logo, Barry Jenkins corre forte aqui também.

3. Melhor Atriz

Sim, La La Land é forte aqui também com Emma Stone, mas convém não descartar Isabelle Huppert em “Elle”. Ela já venceu uma série de prêmios de críticos e até o Globo de Ouro. Será?

4. Melhor Roteiro Original

Embora La La Land venha sendo cotado como o filme da noite, o roteiro não é favorito aqui. A grande disputa deve ser mesmo entre Manchester À Beira-Mar e neo-western “A Qualquer Custo”. E será que este prêmio é uma boa indicação do que esperar na categoria de Melhor Filme?

5. Melhor Filme

A badalação de La La Land contrasta com a belíssima história de Moonlight, que combina elementos de racismo e homofobia. É, portanto, o candidato politicamente correto e socialmente forte. É bem possível que o filme (que é excelente, é bom que se diga) ganhe um empurrãozinho graças ao enorme número de artigos publicados sobre como ele retrata as dificuldades sociais de negros homossexuais. Lembremos, afinal, que a cerimônia de 2016 foi marcada pelo #OscarSoWhite (“Oscar Tão Branco”), sem negros indicados às principais categorias de atuação. Será???

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TapaDaPantera
Equipe Storia Brasil