Êta mundão doido!
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Êta mundão doido!
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Êta mundão doido!
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

10 processos bizarros contra grandes empresas

Tapa Da Pantera
há um ano13.1k visualizações

Um homem disse ter inventado o iPhone há 24 anos e agora está processando a Apple e pedindo US$ 10 bilhões (é “bilhões”, com “b” mesmo). Está longe de ser o primeiro processo esquisito contra a gigante americana. Ou contra qualquer outra empresa grande. Afinal, onde há muito dinheiro tem sempre alguém tentando uma boquinha, achando que não vai fazer falta. Lembremos:

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1. O "inventor" do iPhone 

10 processos bizarros contra grandes empresas

O iPhone foi anunciado em 2007, mas Thomas Ross, morados da Flórida, disse que teve a mesma ideia 15 anos antes. Disse que desenhou o aparelho entre maio e setembro de 1992 e até enviou cópias desses a um tribunal. Ele quer US$ 10 bilhões em indenizações, além de 1,5% das vendas dos aparelhos da Apple. Não ficou claro, porém, por que ele demorou tanto a processar a Apple.

2. Café no McDonald’s 

Uma senhora de 80 anos chamada Stella Liebeck derramou café do McDonald’s no colo, teve queimaduras de terceiro grau e processou a rede de lanchonetes. O curioso é que ela pediu apenas US$ 800 para cobrir os custos com o tratamento de pele nas pernas queimadas. O McDonald’s se negou a pagar, e um tribunal estabeleceu que dona Stella tinha razão. No fim das contas, ela embolsou US$ 2,7 milhões.

3. Cerveja e mulheres 

Um cidadão processou a cervejaria americana Anheuser-Busch por propaganda enganosa, alegando que beber um pack de seis Bud Lights não produziu visões de mulheres bonitas na praia. É sério. Ele pediu US$ 10 mil de indenização, afirmando que a frustração lhe causou danos emocionais e psicológicos. O tribunal rejeitou o caso. Por que será?

4. Ratos na televisão 

Austin Aitken, cidadão americano, pediu US$ 2,5 milhões em indenizações à rede de TV NBC porque um programa de TV fez ele dar de cara com uma porta. É isso mesmo. Ele diz que estava vendo Fear Factor quando ratos foram processados em um liquidificador e entregues aos participantes do programa. Aitken diz que a cena fez sua pressão sanguínea subir e ele ficou tão desorientado que não enxergou a porta fechada quando tentou ir para outro cômodo. Outro processo rejeitado.

5. Terror excessivo 

Com 57 anos, Cleanthi Peters processo a Universal Studios, que realiza o evento anual Halloween Horror Nights. Segundo a cidadã, a casa mal-assombrada era tão assustadora que lhe deixou emocionalmente abadala. Ela contou que foi perseguida por um personagem do filme Massacre da Serra Elétrica e, por isso, tropeçou e caiu. O trauma, segundo ela, valia US$ 15 mil.

6. Telefonemas ao Bank of America 

Talvez seja o caso mais famoso da lista. Um homem chamado Dalton Chiscolm processou o Bank of America por causa de telefonemas em que ele não conseguiu resolver problemas com cheques depositados de forma incorreta. Ele pediu como indenização “1,784 bilhão trilhão de dólares”, o que equivale ao algarismo 1 seguido de 22 dígitos. No processo, o cidadão também pediu que o dinheiro fosse depositado em sua conta no dia seguinte, junto com pouco mais de US$ 200 milhões pelo trabalho de recorrer.

7. Atropelo pelo Google Maps 

Uma mulher pediu US$ 100 mil em indenizações ao Google porque, segundo ela, o Google Maps a aconselhou a caminhar por uma auto-estrada (sem calçada!) e por isso ela acabou atropelada. Aparentemente, ela confiou mais no aparelho do que no bom senso.

8. Questão de mágica 

Um homem chamado David Roller processou David Blaine e David Copperfield. Pediu US$$ 2 milhões de um e mais US$ 50 milhões de outro, respectivamente. O motivo? Os dois “roubaram seus poderes divinos” usando a magia. É sério.

9. Sociedade protetora dos animais 

Dois integrantes da sociedade protetora dos animais processaram a Divisão de Peixes e Vida Selvagem do estado americano de Nova Jersey porque atropelaram um veado que cruzava uma estrada. Pois é. Segundo eles, a política do órgão aumentou demais a população dos animais na região.

10. Esso x Kellogg: os tigres 

Aposto que você já se confundiu com os dois tigres. Isso vem de longa data, e a Kellogg processou a Exxon (a Esso nos EUA) porque seu tigre era parecido demais com aquele das embalagens de cereal. O detalhe é que esse processo só aconteceu depois que os dois tigres tinham mais de 30 anos de vida!

Para poucos: veja o relógio que custa mais de R$ 4 milhões

DaniBoy
há um ano4.9k visualizações

O que você faria com R$ 4,3 milhões? Compraria um mansão e um carro de luxo, talvez os dois? Investiria toda a grana para deixar rendendo? Ou compraria um único relógio?

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Sim, esse é o valor do luxuoso relógio lançado pela Greubel Forsey. Na verdade, o preço está em dólar: US$ 1,27 milhão. O que em reais dá aquela dinheirada todo escrita lá em cima.

Para poucos: veja o relógio que custa mais de R$ 4 milhões

Se você é um endinheiro e bilionário brasileiro e está querendo ostentar um relógio desses, saiba que ele só deverá ser comercializado nos Estados Unidos. Mas, quem tem tanto dinheiro para comprar uma peça rara dessas, é só pegar seu jatinho particular rumo aos 'states'. Mas corra: apenas oito relógios devem ser produzidos artesanalmente.

Agora vamos ao que importa: o que esse relógio tem de tão especial? O Double Tourbillon 30° Technique já era o sonho de muitos milionários, mas ele era feito apenas com metal. Agora, babem!, sua estrutura é feita com safira transparente, em que é possível ver todas as engrenagens do relógio. 

Claro que todo o mecanismo interno também é especial, rendendo ao relógio a incrível nota de 915 pontos (de 100) na International Chronometry Competition. O que isso significa na prática? Que ele é altamente preciso e não vai atrasar nem 0.000000000001 milésimo de segundo por século. Ok, esse dado nós inventamos. Mas talvez seja até melhor que isso, vai saber? Por tanto dinheiro, é o mínimo que eu espero.

Para poucos: veja o relógio que custa mais de R$ 4 milhões

#luxo #relogio #dinheiro #milionario

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TapaDaPantera
Equipe Storia Brasil