Êta mundão doido!
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Êta mundão doido!
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Êta mundão doido!
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

A volta dos mortos-vivos pode ser possível pela ciência

Tapa Da Pantera
há um ano158 visualizações

Fãs de Walking Dead, temei! A zumbilândia pode se tornar verídica.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
A volta dos mortos-vivos pode ser possível pela ciência

Bioquark, uma empresa de biotecnologia nos EUA (não, não é a Umbrella Corps de Resident Evil), ganhou a permissão do Conselho de Revisão Institucional dos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA e da Índia para recrutar 20 pacientes que tenham sido declarados clinicamente mortos, por uma lesão cerebral traumática, para testar se partes do sistema nervoso central pode ser trazido de volta à vida e de que forma.

O nome do projeto é ReAnima. Os cientistas vão utilizar uma combinação de terapias, que incluem a injeção no cérebro de células estaminais (muito usadas na técnica de congelamento de corpos, a criogenia), coquetel de peptídeos, bombardeio de lasers e técnicas de estimulação dos nervos, que já são testadas para trazer pacientes de comas.

Os participantes do estudo da Bioquark serão levados a uma morte cerebral e mantidos vivos por aparelhos. Eles serão monitorizados durante vários meses, utilizando equipamentos de imagem do cérebro para procurar sinais de regeneração, particularmente na medula espinal superior - a região mais baixa do tronco cerebral, que controla a respiração independente e batimento cardíaco.

A morte cerebral é quando uma pessoa já não tem quaisquer funções do tronco cerebral e perdeu permanentemente o potencial de consciência e a capacidade de respirar.

Uma pessoa é confirmada como morta quando a função do tronco cerebral é permanentemente perdida.

A volta dos mortos-vivos pode ser possível pela ciência

No entanto, apesar do cérebro "morto", os corpos podem muitas vezes "funcionarem sozinhos". Conseguem ainda fazer o sangue circular sem batimentos, digerir alimentos, excretar resíduos, equilibrar hormônios, crescer, serem sexualmente ativos, inclusive, curar feridas, terem febre e até gestarem e parirem um bebê. Sim! Porque a parte da consciência está morta, mas a parte que regula as atividades corporais básicas ainda estão em plena atividade.

A equipe acredita que as células-tronco cerebral podem ser capazes de apagar a própria história e de dar uma espécie de reestarte para a vida novamente. A ideia é fazer as células-tronco trabalharem para formar novo tecido cerebral. Isso não só imita nossa capacidade regenerativa do fígado, como até se inspira em animais capazes de regenerar-se por completo como o caso das salamandras, que criam novos braços e pernas.

O objetivo da Bioquark e de outras muitas empresas que buscam a vida eterna é o de vencer a morte. Diversos bilionários contribuem com quantias vultuosas para isso.

A busca por voluntários para a pesquisa já começou. Da mesma forma, a empresa também está a procura de hospitais que topem participar disso. Se tudo der certo, em três meses os experimentos se iniciarão.

A primeira fase, denominada "First in Human Neuro-Regeneration & Neuro-Reanimation" (em português: "Primeiro em Neuro-Regeneração e Neuro-Reanimação Humana)  será um, de grupo único de prova para as teorias de laboratório. Isto é: para provar o conceito, de forma não-randomizado (escolhida a dedo) e terá lugar no Hospital Anupam, na Índia.

Os peptídeos serão administrados na medula espinal diariamente, por meio de uma bomba, com as células estaminais, dadas duas vezes por semana, ao longo de um período de seis semanas.

Que loucura!

----------

Por Pilar Magnavita

#vencendoamorte #etamundãodoido #ciência #pesquisa

Você não vai acreditar quanto custa para manter Lênin embalsamado

Amanda Previdelli
há um ano141 visualizações

Líder comunista chique.

Você não vai acreditar quanto custa para manter Lênin embalsamado
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Olar.

Uma das maiores atrações turísticas da Rússia é o mausoléu na praça Vermelha de Moscou. O lugar é lindo e ainda tem uma parada para selfie um tanto quanto macabra: o corpo embalsamado (usa-se mil e uma químicas para que ele não entre em processo de decomposição) do líder revolucionário Lênin. 

Fica desse jeitinho aqui ó:

Você não vai acreditar quanto custa para manter Lênin embalsamado

E está assim há quase 100 anos. Sabe quanto custa para manter Lênin jovem? Nada menos do que 690 mil reais por ano. Uma curiosidade: as roupas que ele usa são trocadas de três em três anos (mais ou menos a frequência que meu irmão lava as roupas dele, então ok?). A manutenção do cadáver é uma questão polêmica na Rússia, e muita gente já se manifestou a favor de um enterro. 

Só que o mausoléu é mais do que uma simples atração turística para o Kremlin (até porque túmulos também atraem turistas). A simbologia de se manter o líder que "criou" a União Soviética com aparência viva, forte, austera e intocável não passa despercebida pelos atuais líderes da Rússia. Por enquanto, nada de adeus, Lênin.

Esse cara entende a importância de manter as aparências.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TapaDaPantera
Equipe Storia Brasil