Êta mundão doido!
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Êta mundão doido!
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Êta mundão doido!
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Hambúrguer no canudo, uma estranha tendência nos McDonald's do mundo

Tapa Da Pantera
há 3 meses3.4k visualizações

Esse mundão é esquisito, né? De vez em quando, alguém tira do nada um hábito muito louco e, sabe-se lá por algum motivo, outro alguém acha aquilo bacana e resolve fazer igual. É assim que surgem modinhas e todo tipo de tendência. E hoje em dia, com a internet aí pra divulgar tudo, essas tendências ganham o mundo e se espalham rapidinho. É o caso dessa loucura que anda rolando nos McDonald’s deste planeta.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Hambúrguer no canudo, uma estranha tendência nos McDonald's do mundo

A modinha da vez aparentemente surgiu no Japão, onde alguém achou que a melhor maneira de carregar um sanduíche e uma bebida ao mesmo tempo era… espetar o hambúguer no canudo do refrigerante. Aí bastou alguém postar no Instagram para os amigos verem e fazerem igual. Não demorou para alguém criar a hashtag #HamburgerStraw. Daí em diante, a coisa saiu do controle.

#流行りの #マック らしい(笑)

A post shared by 渡辺亜希子 (@watanabe_akiko) on

Um “pequeno” incômodo da moda é correr o risco de ter o canudo entupido por um pedaço de carne com picles, catchup e mostarda. Mas de repente tem gente que gosta de catchup no milk shake de chocolate, né? Vai saber…

#burgerstraw #mcdonalds #dork #gaygeek #playwithmyfood #hamburgerstraw

A post shared by Jeff Curry (@jeffacurry) on

Uma busca rápida na rede social pela hashtag mostra o hambúrguer no canudo em vários lugares do planeta. Inclusive na Rússia. Você já tinha pensado em ver um jogo da Copa do Mundo de 2018 comendo um sanduíche espetado no seu canudo?

И жизнь под тяжестью дней стала прекрасней #гамбургерснапитком #гамбургернасоломинке #drinkxhamburger #hamburgerstraw

A post shared by Фотограф в Петербурге 🔥️✈️📷🗻💐 (@bez_obrazie) on

Essa cidade resolveu seu problema de mosquitos com um campeonato mundial

Tapa Da Pantera
há 3 meses3.9k visualizações

A cada verão, a cidade de Overtornea, na Suécia, se vê infestada de mosquitos. Não é fácil. A prefeitura pediu autorização para usar pesticidas - algo como aquele fumacê que já usaram aqui no Brasil contra o mosquito da dengue. O problema é que a justiça de lá não autorizou. E foi aí que alguém teve uma ideia genial: um campeonato mundial.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Essa cidade resolveu seu problema de mosquitos com um campeonato mundial

Sim, um campeonato mundial de caça ao mosquito. As regras são simples. Os participantes são levados até a área de competição, que nada mais é do que um pedaço de floresta lotado de mosquitos (vide foto abaixo). Depois disso, cada pessoa tem 15 minutos para fazer o que quiser. Alguns correm atrás dos insetos. Outros, esperam que os mosquitos venham atrás de picadas. Quem matar mais pestes nesse período de tempo é declarado campeão.

O curioso é que muitos participantes ficam sem tomar banho e já chegam suados para a competição. Há também quem prefira o velho truque de usar roupas pretas para atrair os mosquitos. Vale de tudo. Este ano, o campeão recebeu o equivalente a cerca de R$ 3.500, além de uma armadilha para mosquitos.

Essa cidade resolveu seu problema de mosquitos com um campeonato mundial

O campeonato mundial de caça ao mosquito teve sua primeira edição em 2015, mas a cidade de Overtornea já fez dele um evento anual. Em 2016, cerca de 600 insetos foram mortos durante a competição. Só não se sabe ao certo se essa turma toda que participa toma um bom chuveiro depois. Se não, talvez a Suécia acabe precisando sediar um campeonato mundial de ensaboamento de humanos…

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TapaDaPantera
Equipe Storia Brasil