Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Pequenas coisas que você faz que revelam sua personalidade

Tapa Da Pantera
há um ano49 visualizações
Pequenas coisas que você faz que revelam sua personalidade
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A partir do primeiro momento em que duas pessoas pousam os olhos uma na outra, elas estão imediatamente se mensurando e comparando as características com todos os rótulos que elas conhecem. Essas classificações são a maneira como nosso cérebro registra tudo, o que significa que temos caixinhas organizadas dentro da caixolona com etiquetinhas. Essas tags representam características e significados que usamos para classificar tudo o que vemos, ouvimos e sentimos. Quando olhamos alguém, especialmente novo, estamos buscando na nossa mente onde esse conjunto de características se encaixam. O mais curioso disso tudo é que tendemos a buscar primeiramente os aspectos mais nobres do outro: se é limpo, se está saudável, se é belo, se é uma boa pessoa, etc. Tendemos, eminentemente, a ver os aspectos positivos do outro.

É na segunda etapa do pensamento que entram preconceitos, estereótipos e um bocado de experiências e aprendizados que a criatura teve na vida. São "conhecimentos" que a pessoa adquire em casa, no meio social e com base nas próprias vivências.

“Hum... a pessoa é mulher, branca, tem olhos azuis, cabelos sedosos, calça jeans, blusa vermelha.... Então, eu posso confiar, posso me aproximar, parece ser do bem e mostra-se muito atraente (a blusa vermelha acende uma campainha na cabeça das pessoas, inexplicavelmente).”

É por meio desses mecanismos altamente subjetivos, com influências sócio-culturais, que pessoas passam nas entrevistas de emprego, arranjam um encontro amoroso e até tem penas criminais menores.

Eles estão errados?

Sim e não. "Sim", porque para apenas tentar classificar alguém é preciso conhecer bem a pessoa e mesmo assim isso é passível de erros crassos! E "não", porque realmente há características comuns a certas pessoas que permite reuni-las em um mesmo grupo de personalidade. Exemplo: o que todos os tímidos fazem em comum? Que sinais nos dão de que são tímidos? Assim, reunimos essas pessoas em um mesmo grupo.

Pois é... somos bastante previsíveis em muitos aspectos. E as últimas pesquisas científicas vêm destacando alguns dos comportamentos mais comuns que as pessoas usam para julgá-lo.

#1 Seu aperto de mão

Coisa antiga, né?! Mas ainda vigora. Apertos de mão fortes geralmente refletem um caráter forte e confiante, porque a pessoa faz questão de mostrar que assim o é. Um estudo descobriu que as pessoas com apertos de mão firmes eram mais propensos a ser extrovertido e emocionalmente expressivo e menos provável de ser tímido e neurótico.

Apertos de mão fracos geralmente passam a ideia falta de confiança. Pode indicar que as pessoas sejam um pouco preguiçosas.

Verdade ou não, o fato é que muita gente julga o outro pelo aperto. Eu por exemplo, sempre me espanto com a maciez das mãos dos muito ricos.

#2 Pontualidade

A pessoa que está esperando pode estar formando uma péssima impressão de você quando você se atrasa. Dá uma sensação de que aquele que espera não está sendo valorizado e colocado em algum lugar de importância. Se for um compromisso de trabalho, isso passa a sensação de que a pessoa não está comprometida ou que não tem capacidade de gerência das próprias atividades.

É claro que, muitas vezes, quando o atraso pode ser previsto, uma mensagem simples de texto pedindo desculpas e avisando de imprevistos pode desfazer essa má impressão.

De acordo com a ciência, aqueles que estão SEMPRE atrasados não são necessariamente considerado pessoas incapazes, mas uma espécie de Tipo B de indivíduos, com um lado artístico e criativo tão forte que parece até que não são deste mundo.

#3 Caligrafia

Pequenas coisas que você faz que revelam sua personalidade

Sua escrita diz muito sobre você, nem tão só pelo conteúdo, mas mais pela caligrafia.

As pessoas que colocam pressão sobre caneta e papel para escrever algo geralmente são teimosos e muito confiantes. Grandes letras indicam que você é alguém que tende a ser extrovertida, enquanto as pequenas letras sugerem que você é introvertido. Letras que inclinam para a direita pode significar que você é amigável e sentimental, as que permanecem sempre verticais pode significar que você é pragmático, e letras que inclinam à esquerda sugerem que você é introspectivo.

#4 A cor favorita

Se sua cor favorita é vermelho, ela assume que você deseja satisfação física e determinação. Se a sua cor favorita é amarelo, ela indica que você precisa de ordem lógica e valor de individualidade (a pessoa precisa de espaço) e tendem a buscar a felicidade em pequenas coisas.

#5 Música favorita

Pessoas que ouvem música "reflexiva e complexa" tendem a ser abertas a novas experiências e politicamente liberal. Aquelas que ouvem a músicas mais rápidas e pop, cações "otimistas e convencionais", em geral são mais propensos a serem pessoas extrovertidas e atléticas. O metal e o rock pertencem aos críticos, questionadores e um tantinho rebeldes. As canções mais alternativas, melódicas, low beats, que são mais “calmas e melancólicas” em geral traduzem personalidades mais introspectivas e sonhadoras.

#6 Olhos nos olhos

Um aperto de mão mole e a falta de contato visual constante mostra falta de auto-controle e vontade vacilante. Os extrovertidos tendem a olhar com mais frequência e por mais tempo os seus parceiros de conversa que os introvertidos. E, em geral, as pessoas que olham para os seus parceiros mais frequentemente são mais confiante e socialmente dominantes. Algumas vezes, a falta de olho no olho também pode indicar uma timidez acima do normal.

#7 Animais de estimação

Gatos ou cachorros? A eterna disputa de personalidade entre o expansivo e o introspectivo. As pessoas que não gostam de gatos têm problemas de controle, por exemplo. Não gostam de estar cercados por quem não o obedece ou, por serem um pouco mais autocentrados, tem dificuldade em entender aquilo que lhe é estranho.

Enquanto isso, um estudo descobriu que as pessoas que preferem os cães são geralmente mais enérgicas e práticas, enquanto aqueles que preferem gatos tendem a ser mais introvertidos e sensíveis. O mesmo estudo também descobriu que pessoas que preferem gatos tendem a ser mais inteligentes pela capacidade de compreensão dos outros.

Há também a ideia de que mulheres que têm cães de grande porte não estão interessadas em relações de longo prazo. Será?

#8 Como você faz uma pergunta

Quando se conhece alguém pela primeira vez, dá para ver quanto tempo leva para a criatura fazer uma pergunta pertinente à conversa. Você ficaria surpreso com o quanto isso revela em termos de uma pessoa ser “doadora” ou um “consumidora” de outras pessoas. Isso irá ajudá-lo a distinguir entre "pessoas que gostam de você" e “as pessoas que gostam do que você pode fornecer a elas”.

#9 Se você morder suas unhas

Unhas e dedos roídas: sinal de que "a pessoa come fora de si mesmo." Mas também sugerem que tendem a ser perfeccionistas, incapazes de relaxar completamente.

Espiar no celular do parceiro: doença ou algo normal?

Tapa Da Pantera
há um ano59 visualizações
Espiar no celular do parceiro: doença ou algo normal?
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Facebook, WhatsApp, Messenger, Skype, Snapchat... são tantas as maneiras de se comunicar com as pessoas. E para os ciumentos também são excelentes meios de saber como o parceiro ou parceira se relaciona com os outros. Se usa apelidos carinhosos ou fala coisas mais provocantes. Ou mesmo se até usa o Tinder! No entanto, quem tem essa mania não está vivendo um relacionamento saudável e a vítima dessa invasão de privacidade se não enfrentou uma loucura do outro por ciúmes, logo enfrentará um inferno.

A curiosidade de conhecer os segredos do parceiro é algo humano e compreensível, mas, como em tantas áreas da vida, a curiosidade deve ser controlada. Quando a pessoa começa a investigar com quem o outro fala e como, se há indícios de uma traição ou não no celular ou computador da pessoa, é porque faltam bases sólidas de uma relação saudável e equilibrada.

De que vai adiantar isso?

Ou você confia ou não. Ou você deixa a porta aberta para o outro ir embora quando quiser ou você viverá eternamente com medo, porque não há como fazer alguém feliz numa prisão. E não se pode ser feliz também aprisionado no próprio ciúmes.

O mais saudável é perguntar diretamente: "você está interessado em outra pessoa? Já teve algum affair enquanto estava comigo?"

Se for um parceiro comprometido, tentará esclarecer as dúvidas reforçando a cumplicidade e nutrindo a relação com a confiança. Se for um canalha irá negar, mas honestamente: você sabe quando a pessoa é canalha. Há sinais por todos os lugares como:

A maneira que se refere à beleza ou à aparência de alguém...

... ou como expressam o que acham que deve ser o papel da mulher...

... como acreditam o que as mulheres em geral querem dos homens...

... como as mulheres canalhas veem um homem...

... e como as pessoas galinhas são controladoras e ciumentas.

... enfim, o que não falta no mundo é uma galera do mal quando se trata de compromisso. E isso não tem nada a ver com gênero!

Um estudo realizado pela Universidade de Roanoke, na Virgínia (EUA), mostrou como a rede social afeta as relações causando ciúmes, especialmente nas mulheres. A pesquisa também observou algumas diferenças entre homens e mulheres na hora de desconfiadamente interpretar sinais como os emoticons presentes nas respostas, que parecem despertar ciúmes principalmente em homens.

No caso do celular, homens e mulheres interpretam as mensagens de texto de maneiras muito diferentes. Outra pesquisa realizada por cientistas da Universidade Metropolitana de Cardiff (País de Gales, Reino Unido) apresentou a um grupo de estudantes algumas mensagens imaginárias de dois tipos, de caráter sexual e emocional, para ver como respondiam. Depois de medir de que forma sustentavam os olhares e analisar seus movimentos oculares, concluíram que as mulheres passavam mais tempo olhando mensagens de conteúdo emocional do que as sexuais, justamente o contrário dos estudantes do sexo masculino. Portanto, não estranhe que, diante de uma mesma mensagem, você e seu parceiro tenham uma interpretação diferente que dê origem a um mal-entendido.

Mas se você for o tipo de pessoa que espia, fique tranquilo porque você não tem uma doença e talvez nem precise de tratamento (talvez). O que ocorre é uma visão de vida e do amor romântico que deve ser revista para que você alcance a paz nos relacionamentos, muito embora isso pode ser algo que você provavelmente não esteja buscando no seu inconsciente ao realizar essas “buscas e apreensões” no celular do parceiro. Por outro lado, a você intimamente já intui o que está acontecendo, mas por falta de companheirismo, você e o outro talvez estejam insistindo em algo que não está tão legal.

Uma coisa precisa ficar clara: traição está no DNA do canalha e não dos homens em geral ou das mulheres em geral. As pessoas que traem não respeitam o relacionamento e nem o companheiro(a): não possuem maturidade emocional para sustentar esse tipo de compromissos e nem uma visão de vida centrada em valores superiores para que o romance evolua.

E o que fazer se recebermos uma mensagem comprometedora, por exemplo, de um colega de trabalho? Apague e corte a iniciativa imediatamente. Se essa criatura sem noção for do trabalho, minha humilde opinião é de que é melhor não contar ao parceiro para evitar o inferno que será toda vez que você for trabalhar. E encare isso com naturalidade.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.