Na vitrola
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Na vitrola
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Na vitrola
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

7 grandes álbuns que estão completando 20 anos

Tapa Da Pantera
há 8 meses25 visualizações
7 grandes álbuns que estão completando 20 anos
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A década de 1990 foi rica para o mundo da música pop. Teve o pop rock americano bombando com bandas como Goo Goo Dolls e Foo Fighters (embora as duas tenham nascido no punk rock), mas também teve o britpop explodindo com uma dúzia de nomes. E o ano de 1997 foi especialmente interessante. Basta olhar a lista de grandes álbuns que completam 20 anos em 2017.

1. Foo Fighters - The Colour and the shape

Você colocava o CD e, de cara, ouvia a explosão que era Monkey Wrench (logo depois de Doll, que era a introdução perfeita). Ainda hoje, é uma sensação gloriosa. A energia dos Foo Fighters continua nova, seja com My Hero, a faixa sete, ou Everlong, a faixa 11.

2. Blur - Blur

Nunca uma faixa 2 foi tão forte e tão marcada como faixa 2 quanto “Song 2” (o nome é autoexplicativo, né?). E ela tocou tanto que até faz as pessoas subestimarem a obra-prima que é Beetlebum, a canção que abre o álbum.

3. Supergrass - In It For The Money

“Mais divertido do que ver um vombate numa máquina de lavar.” Foi assim que a famosa revista especializada NME classificou o segundo álbum do Supergrass. Experimente ouvir esse CD em sequência hoje, e você vai entender por quê. Tem um pouco de Nirvana, de Smashing Pumpkins, misturando elementos de punk rock, do grunge e do rock alternativo da época, numa combinação inteligente.

4. Missy Elliott - Supa Dupa Fly

Parece saudosismo, mas as letras e as batidas de Supa Dupa Fly são muito, muito superiores a muito do que se ouve no rap e no hip hop de hoje em dia. Além disso, o álbum abriu caminho para rappers mulheres.

5. Radiohead - OK Computer

Os anos 90 também foram o auge do Radiohead, que surgiu como algo novo, diferente do que se fazia no pop da época. Ok Computer era o que que chamavam de “experimental”. Menos guitarras e letras abstratas marcaram o álbum. A gravadora até reduziu suas expectativas de vendas, mas foi um sucesso tremendo de crítica. Há quem diga que foi OK Computer que abriu o caminho para a música mais melancólica que surgiu no cenário do rock alternativo nos ano seguintes.

6. Chemical Brothers - Dig Your Own Hole

Block Rockin’ Beats, a primeira faixa, dá o tom de Dig Your Own Hole, que é um ícone da música eletrônica. Não precisa dizer mais.

7. David Bowie - Earthling

Earthling foi o 20º álbum de Bowie, mas significou uma espécie retorno para ele. É música eletrônica com influência do drum and bass que fazia sucesso na década de 1990. Não foi o maior de seus sucessos comerciais, mas fez Bowie deixar sua década de 1980 definitivamente para trás. Foi, definitivamente, um sucesso de crítica.

Kurt Cobain faria 50 anos em 2017. Lembre 7 frases marcantes do vocalista

Tapa Da Pantera
há 8 meses32 visualizações
Kurt Cobain faria 50 anos em 2017. Lembre 7 frases marcantes do vocalista
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Kurt Cobain, o vocalista do Nirvana eternizado como ícone maior do grunge dos anos 1990, teria comemorado 50 anos no dia 20 de fevereiro de 2017. Antes de morrer cometido suicídio aos 27 anos, o americano deixou músicas que se tornaram hinos de uma geração inteira. Cobain também deixou declarações memoráveis. Relembremos algumas delas.

“Tenho um pedido a nossos fãs. Se algum de vocês, de algum modo, odeia homossexuais, pessoas de cores diferentes ou mulheres, façam-nos um favor: deixem a gente em paz! Não venham aos nossos shows e não comprem nossos discos.”

“A maioria da minha música é muito pessoal sobre a emoção e as experiências que tive na vida, mas a maioria dos temas nas músicas não são tão pessoais. São histórias de TV ou livros ou filmes ou amigos. Mas, definitivamente, a emoção e o sentimento são meus.”

“Embora eu escutasse Aerosmith e Led Zeppelin, e eu gostava muito das melodias que eles escreviam, levei muitos anos para entender que muito daquilo tinha a ver com sexismo. A maneira com que escreviam sobre paus e sexo. Eu estava começando a entender o que estava me irritando tanto nos últimos anos de high school. E aí veio o punk rock, e tudo se juntou. Tudo se encaixou como um quebra-cabeças. Expressou o que eu sentia politicamente e socialmente. Tudo. Era a raiva que eu sentia. A alienação.”

“Eu definitivamente me sinto mais perto do lado feminino do ser humano do que do lado masculino - ou do que ideia americana diz que um homem deve ser. Veja um comercial de cerveja e você vai entender o que estou falando.”

“Como eu não conseguia fazer amigos, amigos homens com quem eu me sentia compatível, acabei andando muito com mulheres. E sempre senti que elas não eram tratadas com respeito, principalmente porque mulheres são totalmente oprimidas.”

“Temos esse conflito entre bem e mal e mulheres e homens porque existem pessoas fazendo coisas más a outras pessoas sem motivo, e só quero espancar essas pessoas. É isso. Em vez disso, tudo que posso fazer é gritar num microfone.”

“Eu até achei que eu era gay. Eu achei que pudesse ser a solução para o meu problema. Embora eu nunca tenha experimentado, eu tinha um amigo gay, e minha mãe não queria que ele fosse meu amigo mais porque ela é homofóbica. Foi devastador porque eu finalmente tinha encontrado um amigo que eu abraçava e era carinhoso comigo, e nós conversávamos sobre um monte de coisas.”

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TapaDaPantera
Equipe Storia Brasil