Na vitrola
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Na vitrola
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Na vitrola
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Kurt Cobain faria 50 anos em 2017. Lembre 7 frases marcantes do vocalista

Tapa Da Pantera
há 8 meses33 visualizações
Kurt Cobain faria 50 anos em 2017. Lembre 7 frases marcantes do vocalista
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Kurt Cobain, o vocalista do Nirvana eternizado como ícone maior do grunge dos anos 1990, teria comemorado 50 anos no dia 20 de fevereiro de 2017. Antes de morrer cometido suicídio aos 27 anos, o americano deixou músicas que se tornaram hinos de uma geração inteira. Cobain também deixou declarações memoráveis. Relembremos algumas delas.

“Tenho um pedido a nossos fãs. Se algum de vocês, de algum modo, odeia homossexuais, pessoas de cores diferentes ou mulheres, façam-nos um favor: deixem a gente em paz! Não venham aos nossos shows e não comprem nossos discos.”

“A maioria da minha música é muito pessoal sobre a emoção e as experiências que tive na vida, mas a maioria dos temas nas músicas não são tão pessoais. São histórias de TV ou livros ou filmes ou amigos. Mas, definitivamente, a emoção e o sentimento são meus.”

“Embora eu escutasse Aerosmith e Led Zeppelin, e eu gostava muito das melodias que eles escreviam, levei muitos anos para entender que muito daquilo tinha a ver com sexismo. A maneira com que escreviam sobre paus e sexo. Eu estava começando a entender o que estava me irritando tanto nos últimos anos de high school. E aí veio o punk rock, e tudo se juntou. Tudo se encaixou como um quebra-cabeças. Expressou o que eu sentia politicamente e socialmente. Tudo. Era a raiva que eu sentia. A alienação.”

“Eu definitivamente me sinto mais perto do lado feminino do ser humano do que do lado masculino - ou do que ideia americana diz que um homem deve ser. Veja um comercial de cerveja e você vai entender o que estou falando.”

“Como eu não conseguia fazer amigos, amigos homens com quem eu me sentia compatível, acabei andando muito com mulheres. E sempre senti que elas não eram tratadas com respeito, principalmente porque mulheres são totalmente oprimidas.”

“Temos esse conflito entre bem e mal e mulheres e homens porque existem pessoas fazendo coisas más a outras pessoas sem motivo, e só quero espancar essas pessoas. É isso. Em vez disso, tudo que posso fazer é gritar num microfone.”

“Eu até achei que eu era gay. Eu achei que pudesse ser a solução para o meu problema. Embora eu nunca tenha experimentado, eu tinha um amigo gay, e minha mãe não queria que ele fosse meu amigo mais porque ela é homofóbica. Foi devastador porque eu finalmente tinha encontrado um amigo que eu abraçava e era carinhoso comigo, e nós conversávamos sobre um monte de coisas.”

7 músicas de protesto Anti-Trump

Tapa Da Pantera
há 8 meses23 visualizações
7 músicas de protesto Anti-Trump
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Não é segredo nenhum que Donald Trump não é exatamente muito popular no meio artístico. Nunca foi. Agora, então, com sua chegada à presidência, a classe vem se manifestando dia após dia contra a política do novo chefe de estado americano. E já existe um punhado de músicas originais e versões que protestam contra Trump. Escuta só!

1. Carole King - “One Small Voice”

A compositora da famosíssima “(You Make Me Feel Like) A Natural Woman” (que ficou mais famosa na voz de Aretha Franklin) lançou uma nova versão de “One Small Voice” para protestar contra a presidência de Trump. Segundo ela, a gravação atualizada é para que todos saibam que muitas vozes pequenas com uma mensagem de verdade, dignidade e decência podem superar as mentiras da “voz mais alta”.

2. Fiona Apple - “Tiny Hands”

Usando inclusive um sample de uma frase de Donal trump, Fiona Apple gravou um hino de um minuto falando que “não queremos suas mãos pequenas sequer perto de nossas calcinhas.”

3. Billy Bragg - “The Times They Are A-Changing Back”

O cantor inglês fez uma versão da famosa canção de Bob Dylan incluindo letras que citam mexicanos, muçulmanos, gays e judeus.

4. Chicano Batman - “This Land is Your Land”

Uma versão bilíngue do clássico de Woody Guthrie que diz “Esta tierra es para ti y para mi.”

5. YG - “FDT (Fuck Donald Trump)”

O título da composição parece autoexplicativo, não?

6. Brujeria - “Viva Presidente Trump!”

Os representantes mais conhecidos do death metal mexicano não usam meias palavras. Sobre Trump, dizem “Ya sabemos de su onda, Que un chingo nos odia, Su vision es ser el gran pito hitler wilson, Habla mal de mexicanos, ilegales y mojados, Si llega ser presidente va ver bronca en cada estado.”

7. A Tribe Called Quest - “We The People”

Pouco depois das eleições americanas, eles deixaram sua opinião muito clara com uma música que falava sobre o discurso de Trump. Recentemente, na noite dos Grammys, Busta Rhymes levou a crítica mais longe falando do presidente “Agent Orange”.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TapaDaPantera
Equipe Storia Brasil