CURIOSIDADES

Além do 14-Bis: invenções de brasileiros que mudaram o mundo

Giovana Penatti
Author
Giovana Penatti
Além do 14-Bis: invenções de brasileiros que mudaram o mundo

O Brasil costuma ser visto no exterior como um lugar de festa, mas a gente sabe que somos muito mais do que praias bonitas e música boa: também exportamos criações que mudam o mundo. A primeira que deve vir à sua cabeça é o avião, criado pelo Santos Dumont - desculpem, americanos, mas nosso avião não funciona na base do estilingue. Mas há outras, olha só:

1. Walkman

Antes do walkman ser chamado de walkman - que, aliás, é um nome registrado pela Sony - , ele chamava Stereobelt e era um dispositivo portátil que tocava áudio criado pelo germano-brasileiro Andreas Pavel. Ele passou mais de uma década em brigas judiciais com a Sony pelo royalties de sua invenção; o acordo final não foi divulgado, mas se fala em cifras na casa de 10 milhões de dólares.

Além do 14-Bis: invenções de brasileiros que mudaram o mundo

2. Soro antiofídico

Se levar uma picada de cobra venenosa em qualquer lugar do mundo, pode agradecer a um filho deste solo pelo soro que vai te salvar: Vital Brasil, que também é o criador do soro contra picadas de escorpiões e aranhas e fundador do Instituto Butantã.

3. Urna eletrônica

A urna eletrônica foi criada no Brasil e testada pela primeira vez na cidade de Brusque, em 1989. Há controvérsias sobre quem é o seu criador, mas ela é, até hoje, considerada a maneira mais segura de evitar fraudes em eleições. O TSE realiza testes se segurança periódicos e, até onde se sabe, seu sistema nunca foi interceptado.

Além do 14-Bis: invenções de brasileiros que mudaram o mundo

4. Identificador de chamadas

Pode agradecer a um brasileiro por ver quem está te ligando e optar por atender ou não: o identificador de chamadas foi criado por Nélio José Nicolai em 1980 com o nome de Bina (que significa "B Identifica o Número de A") para evitar trotes. No entanto, há uma batalha judicial sendo travada há anos, pois não há um consenso de que a patente de Nicolai é válida - ela se baseia em tecnologias que já eram existentes.

5. Instagram

O Instagram tem um cocriador brasileiro: Mike Krieger, que idealizou e programou a rede social com Kevin Systrom. Dois anos depois, ela foi comprada pelo Facebook por 1 bilhão de dólares. O Facebook, aliás, também teve um brasileiro em sua fundação: Eduardo Saverin, o primeiro investidor da rede de Mark Zuckerberg, considerado um cocriador da rede social.