CURIOSIDADES

Como o Sonic virou um símbolo contra o nazismo nos EUA

Giovana Penatti
Author
Giovana Penatti
Como o Sonic virou um símbolo contra o nazismo nos EUA

Neste fim de semana, o mundo todo ficou chocado com as notícias de manifestações pró-nazismo em Charlottesville, no estado de Virginia, nos EUA. Como se apenas o absurdo da existência desse tipo de coisa em 2017 não bastasse, ainda houve a morte por atropelamento de uma jovem que estava na resistência contra o grupo.

Políticos, celebridades e outras figuras importantes manifestaram e seguem demonstrando seu repúdio em relação aos nazistas nas ruas (já o presidente dos EUA demorou dois dias para falar diretamente sobre o assunto...), e foi em um desses pronunciamentos que um rapaz com uma roupa peculiar, para dizer o mínimo, transformou  o Sonic - sim, o da Sega - em um símbolo da resistência contra o nazismo.

Em um pronunciamento do senador Richard Blummenthal, um rapaz, identificado depois como Ben Aech, um superfã do Sonic, chamou atenção do Twitter por estar com uma touca do personagem e uma camiseta com os dizeres "Sonic diz não para o fascismo e o racismo". E aí o Twitter fez sua mágica: com quase 40 mil RTs, o tuíte transformou o porco-espinho (ou ouriço) em um símbolo contra os nazistas.

Para quem quer uma camiseta igual para apoiar a resistência contra o nazismo em 2017 com muito estilo, é bem fácil de achar em alguns sites como o SunFrog, o TeeSpring ou o RedBuddle

In other news, coincidentemente, amanhã sai o novo jogo do Sonic, o aguardadíssimo Sonic Mania, para PS4, Xbox One e Nintendo Switch. Caso você esteja com saudade dele e tal.

Com informações: Mashable