VIAGEM

Como viajar com pouca grana e não se dar mal

Giovana Penatti
Author
Giovana Penatti

Há cinco anos, eu fiz minha primeira viagem internacional sozinha: fiquei um mês passeando nos Estados Unidos, descobrindo novas cidades e tendo experiências incríveis. Sou do time de entusiastas de viagens solo - você dificilmente vai ter outra oportunidade de se conhecer e aprender tanta coisa se viajar em galera.

Como viajar com pouca grana e não se dar mal

Mas esse é assunto para outro post!

Neste, vou te ajudar a aprender com meus erros ao viajar com pouca grana. Porque eu me dei mal, mas você não precisa.

1. Planeje sua grana
Antes de planejar a viagem, saiba o quanto você tem para gastar e adeque os planos a isso, desde cidades que quer ver a passeios que pretende fazer e o quanto gastar com transporte e comida. Esse último tópico é essencial, e falo com expertise: na véspera da viagem, percebi que não tinha guardado dinheiro para comer e fui viajar com cerca de 10 dólares por dia para gastar com comida. Pois é.

Como viajar com pouca grana e não se dar mal

A super fatia de pizza custa apenas 4 dólares e te mantém alimentado o dia todo.

2. Pesquise opções

Converse com quem já foi para saber de truques para economizar uns trocados no exterior. Alguns museus, por exemplo, têm entrada gratuita ou “pague o quanto quiser” em alguns dias. Fazendo isso, economizei mais da metade do ingresso para a California Academy of Sciences, em São Francisco: havia um happy hour toda quinta-feira que deixava a entrada por uns 12 dólares, bem menos que os 30 e poucos iniciais, e ainda tinha DJ e drinks no museu.

Como viajar com pouca grana e não se dar mal

Os drinks eram pagos, conhecer uma estrela-do-mar, não.

3. Faça amigos

Viajado sozinha, eu sempre prefiro ficar em hostels: são mais baratos e têm gente do mundo todo, tambem viajando sozinha. Assim, acabo interagindo com todo tipo de pessoas, fazendo amizades até improváveis e conseguindo companheiros para alguns passeios. Em grupo, dá para economizar em transporte (às vezes, compensa pegar um táxi em vez de cada um pagar uma passagem de metrô), comida (você já viu o tamanho das porções nos EUA??) e até alguns passeios, que têm preços promocionais para grupos.

Como viajar com pouca grana e não se dar mal

Amigas para sempre durante a viagem.

4. Comunique-se

Aprenda a falar pelo menos algumas coisas básicas na língua local e tenha sempre um tradutor no celular ou um dicionário em mãos. Ser turista fará com que muita gente tente te passar a perna e é importante se mostrar turista sim, esperto também. Mas se comunicar faz com que você interaja com mais gente e, além de trazer novas vivências, isso também pode trazer descontos - eu consegui um hot dog por um dólar a menos porque não encontrava meus trocados na mochila e o dono do trailer falou que não ia me deixar passando fome longe de casa por causa de um dólar.

Como viajar com pouca grana e não se dar mal

Eu pretendo devolver esse dólar para o dono do trailer quando for novamente a NY.

5. Crie memórias

Certifique-se de estar sempre em segurança, mas abrace os perrengues - eles com certeza existirão, com ou sem grana, porque viajar para outro país, com outra cultura e outro idioma, não é totalmente tranquilo. Mas é sempre uma delícia e uma oportunidade de ter histórias inesquecíveis para contar na volta para casa!

Como viajar com pouca grana e não se dar mal

Não esqueça das fotos poéticas no por do sol!