Curadoria de Internet da Giovana
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Curadoria de Internet da Giovana
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Curadoria de Internet da Giovana
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"

Giovana Penatti
há 3 meses60.2k visualizações
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Costuma-se dizer que é preciso ter muita responsabilidade para fazer uma tattoo, desde a ideia do desenho até a procura do profissional. Isso porque, além de ser um processo bastante dolorido, ficará na sua pele para sempre. Mas, escolhida a arte e estando em um estúdio seguro, tá valendo, certo? Afinal, cada um cuida da própria vida e do próprio corpo e tatua o que quiser. Além do mais, arte é uma coisa subjetiva. Certo?

Então tá. Conheçam o trabalho da baiana Helen Fernandes, de 26 anos, que não sabia desenhar. Depois de fazer uma tattoo no namorado, ela partiu para os rabiscos em amigos e acabou, em março deste ano, indo para um estúdio só com garotas. Até agora, foram cerca de 50.

O diferencial - digamos assim - do trabalho é o fato dos desenhos serem feios, mas engraçadinhos, se você olhar do jeito certo. E, com a benção da internet, dos memes e da nossa capacidade de achar graça em praticamente tudo, confesso que me bateu uma vontadezinha de ter uma tattoo malfeitona!

Para divulgar o trabalho, ela criou o perfil @malfeitona no Instagram, onde há várias das artes disponíveis, além de trabalhos já realizados por Helen. Dá uma olhada:

Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"

E aí, você encara?

Com informações: G1

Por onde anda o Snapchat?

Giovana Penatti
há 3 meses18.1k visualizações
Por onde anda o Snapchat?
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Oi, sumido

Desde que o Instagram criou o Stories, em agosto do ano passado, mais e mais gente tem migrado para ele para postar vídeos e fotos do dia a dia que sumirão em 24 horas. Mesmo com a implementação lenta de recursos que eram o diferencial do Snapchat, como os filtros divertidos, o lançamento do Stories causou uma desaceleração brusca do crescimento do concorrente - um trimestre antes do lançamento, ele teve o melhor desempenho até então, com 17,2% de crescimento; no trimestre seguinte, após o Stories, o crescimento foi de 7%; e, no último trimestre de 2016, chegou a 3,2%. 

E nem precisa de números oficiais para constatar como o app está largado pelos usuários: é só ver a quantidade de pessoas que visualizam seus snaps agora em comparação ao auge do aplicativo. 

Mas isso não significa que o Snapchat esteja morto. E prova disso é que, mesmo com menos usuários, ele continua lançando algumas funções divertidas - e que, convenhamos, em breve poderão ter versões, ahm, inspiradas no Stories.

Uma coisa que não dá para negar é o potencial do Snapchat em criar novos virais na internet (haja visto o filtro de cachorro, usado à exaustão até hoje), e alguns desses novos recursos rapidamente cumpriram o papel - por isso, você talvez até tenha visto alguns deles por aí, sem saber que eram do Snapchat, como o hot dog dançarino.

4E28D014-C74B-4C11-9761-177E0F54CAA4
4E2DB745-19DC-4D54-BEBD-E390DDDF5678

Snap Map

Permite que você navegue em um mapa para ver o que está rolando por aí, próximo a você ou no mundo - os snaps com geolocalização ficam "agrupados" de uma maneira mais fácil de ver. Também dá para compartilhar o seu local com os amigos que você escolher.

Filtros de voz

Além dos filtros que alteram o rosto, agora também dá para mudar de voz no Snapchat. Antes, eram só alguns filtros nas fotos que tinham essa função. Agora, você pode escolher entre quatro tipos de voz divertidinhas para animar seus snaps.

Links nos snaps

Enquanto no Instagram isso está restrito aos ricos e famosos por meio do swype para cima, no Snapchat dá para qualquer um incluir links. É só digitar o endereço (ou procurar no Google mesmo) e anexar; para os viewers acessarem, também é no esquema do swype para cima.

Fundos divertidos

Para deixar as fotos com mais personalidade, o Snapchat disponibiliza alguns papeis de parede. Basta escolher e marcar o que deve ficar na frente do papel de parede; o app mesmo se encarrega de "vazar" o fundo selecionado. Não é magia, é tecnologia.

Group Stories

Não tem nada a ver com a função do Instagram: Stories, no Snapchat, são vários snaps juntos. E, agora, dá para criar uma história personalizada, com geolocalização e geofencing (ou seja, só funciona em determinado local), para fazer a "cobertura" de algum evento com seus amigos.

Filtros de localização personalizados

Já era relativamente simples criar filtros de localização no Snapchat - quer dizer, demandava um certo trabalho e conhecimento de alguns programas de edição de imagens, mas qualquer um podia criar. Mas isso não é mais necessário: dá para criar no próprio app. É possível restringir o local - por exemplo, pode ser tanto uma balada como uma região - e deixá-los de uma hora a 90 dias. Só que é pago: essa nova função custa a partir de US$ 5.99. Afinal, não existe almoço grátis e o Snapchat, além de estar perdendo muito dinheiro, ainda não lucra.

4E28D014-C74B-4C11-9761-177E0F54CAA4
4E2DB745-19DC-4D54-BEBD-E390DDDF5678

Sinceramente, depois desse post, até fiquei me sentindo mal por parar de usar o Snapchat...

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TheRealGiovana
caçadora de histórias