TATTOO

Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"

Giovana Penatti
Author
Giovana Penatti
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"

Costuma-se dizer que é preciso ter muita responsabilidade para fazer uma tattoo, desde a ideia do desenho até a procura do profissional. Isso porque, além de ser um processo bastante dolorido, ficará na sua pele para sempre. Mas, escolhida a arte e estando em um estúdio seguro, tá valendo, certo? Afinal, cada um cuida da própria vida e do próprio corpo e tatua o que quiser. Além do mais, arte é uma coisa subjetiva. Certo?

Então tá. Conheçam o trabalho da baiana Helen Fernandes, de 26 anos, que não sabia desenhar. Depois de fazer uma tattoo no namorado, ela partiu para os rabiscos em amigos e acabou, em março deste ano, indo para um estúdio só com garotas. Até agora, foram cerca de 50.

O diferencial - digamos assim - do trabalho é o fato dos desenhos serem feios, mas engraçadinhos, se você olhar do jeito certo. E, com a benção da internet, dos memes e da nossa capacidade de achar graça em praticamente tudo, confesso que me bateu uma vontadezinha de ter uma tattoo malfeitona!

Para divulgar o trabalho, ela criou o perfil @malfeitona no Instagram, onde há várias das artes disponíveis, além de trabalhos já realizados por Helen. Dá uma olhada:

Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"
Feias, mas engraçadinhas: conheça as tattoos "malfeitonas"

E aí, você encara?

Com informações: G1