Listinhas
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Listinhas
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Listinhas
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Além do 14-Bis: invenções de brasileiros que mudaram o mundo

Giovana Penatti
há 7 meses294 visualizações
Além do 14-Bis: invenções de brasileiros que mudaram o mundo
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

O Brasil costuma ser visto no exterior como um lugar de festa, mas a gente sabe que somos muito mais do que praias bonitas e música boa: também exportamos criações que mudam o mundo. A primeira que deve vir à sua cabeça é o avião, criado pelo Santos Dumont - desculpem, americanos, mas nosso avião não funciona na base do estilingue. Mas há outras, olha só:

1. Walkman

Antes do walkman ser chamado de walkman - que, aliás, é um nome registrado pela Sony - , ele chamava Stereobelt e era um dispositivo portátil que tocava áudio criado pelo germano-brasileiro Andreas Pavel. Ele passou mais de uma década em brigas judiciais com a Sony pelo royalties de sua invenção; o acordo final não foi divulgado, mas se fala em cifras na casa de 10 milhões de dólares.

Além do 14-Bis: invenções de brasileiros que mudaram o mundo

2. Soro antiofídico

Se levar uma picada de cobra venenosa em qualquer lugar do mundo, pode agradecer a um filho deste solo pelo soro que vai te salvar: Vital Brasil, que também é o criador do soro contra picadas de escorpiões e aranhas e fundador do Instituto Butantã.

3. Urna eletrônica

A urna eletrônica foi criada no Brasil e testada pela primeira vez na cidade de Brusque, em 1989. Há controvérsias sobre quem é o seu criador, mas ela é, até hoje, considerada a maneira mais segura de evitar fraudes em eleições. O TSE realiza testes se segurança periódicos e, até onde se sabe, seu sistema nunca foi interceptado.

Além do 14-Bis: invenções de brasileiros que mudaram o mundo

4. Identificador de chamadas

Pode agradecer a um brasileiro por ver quem está te ligando e optar por atender ou não: o identificador de chamadas foi criado por Nélio José Nicolai em 1980 com o nome de Bina (que significa "B Identifica o Número de A") para evitar trotes. No entanto, há uma batalha judicial sendo travada há anos, pois não há um consenso de que a patente de Nicolai é válida - ela se baseia em tecnologias que já eram existentes.

5. Instagram

O Instagram tem um cocriador brasileiro: Mike Krieger, que idealizou e programou a rede social com Kevin Systrom. Dois anos depois, ela foi comprada pelo Facebook por 1 bilhão de dólares. O Facebook, aliás, também teve um brasileiro em sua fundação: Eduardo Saverin, o primeiro investidor da rede de Mark Zuckerberg, considerado um cocriador da rede social.

10 coisas que aprendi com o Carnaval deste ano

Giovana Penatti
há 8 meses328 visualizações

O Carnaval oficialmente acabou, mas, até acabar de sair o glitter das minhas roupas (o que deve acontecer lá por outubro), sigo nesse ritmo de festa. E, pensando em tudo que aprendi na prática - ou seja, me ferrando - neste Carnaval, decidi fazer uma lista para que a folia do próximo ano já comece mais tranquila. Vamos lá:

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1)Use uma pochete ou uma doleira: a doleira é ainda mais indicada por ficar dentro da roupa, mas é menos prática que a pochete na hora de tirar foto ou pagar a cerveja no bloquinho. Em todo caso, levar os pertences no bolso é furada e bolsinha também é menos segura, além de ser incômoda.

2)Leve apenas o necessário: no meu caso, um documento, um cartão, algum dinheiro trocado, chave de casa e colírio (caso caia glitter na lente de contato). Levar coisas a mais porque “vai que precisa” também pode resultar em carregar peso à toa no bloco - e mais coisa para, bate na madeira, perder.

3)Adote a chuva como atração do rolê: para isso, vá preparado em termos de look do dia e de psicológico. Começou a chover?Aproveite a oportunidade para dançar na chuva sem parecer um maluco.

4)Use sapatos confortáveis: se a sandália combina com a fantasia mas não aguenta as longas horas do Carnaval sem formar bolha, ela não é a melhor opção. Além do mais, ninguém vai reparar no seu pé! Por isso, eleja um tênis confortável para passar o Carnaval - recomendo que seja um só, para encher de lama, pisões e tudo o mais.

10 coisas que aprendi com o Carnaval deste ano

5)Use protetor solar: sério. Se você tem medo de ir trabalhar com glitter, é porque nunca ficou com uma marca de sol bizarra e impossível de esconder.

6)Leve seu próprio glitter: compre com antecedência seus potes ou sacos de glitter e use-os nas suas fantasias. Se der, leve também no bloquinho: glitter ajuda muito a socializar!

7)Respeite o glitter: sim, a casa vai ficar cheia de brilho, assim como sua pele, suas roupas e tudo o mais. Há maneiras de tirar, mas, se você não tiver pressa, aos poucos vai se livrando dele - e ainda tem lembranças do Carnaval pelos próximos dias!

10 coisas que aprendi com o Carnaval deste ano

8)Beber é bom, não ter ressaca é melhor: tome água e respeite seus limites, tanto para o álcool quanto para o cansaço. A ressaca e a exaustão podem encurtar seu Carnaval em vários dias, e Carnaval só tem de novo ano que vem!

9)Se jogue: o bloquinho é novo e você não conhece nenhuma música? Nenhum amigo seu vai no bloco que você quer ir? Tá muito cedo ou muito tarde para sair de casa? Simplesmente vá, pule muito, faça novos amigos e se divirta. No Carnaval, todo mundo curte junto e, no fim, ninguém fica sozinho.

10)Respeito em primeiro lugar: desde os básicos “por favor”, “com licença” e “obrigado” até aceitar levar um fora, Carnaval é festa mas não é bagunça. Ser legal com todo mundo é o mínimo não apenas no Carnaval, mas na vida como um todo, né?

10 coisas que aprendi com o Carnaval deste ano

11) Carnaval é bom demais! <3

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
TheRealGiovana
caçadora de histórias