ENTRETENIMENTO

Precisamos falar sobre as pessoas que assistem séries em velocidade acelerada

Giovana Penatti
Author
Giovana Penatti

Eu tenho uma admiração real pelas pessoas que conseguem ter tempo de fazer coisas. Com dias de apenas 24 horas, morando numa cidade grande, trabalhando oito horas por dia, estudando algumas outras e perdendo mais algumas no trânsito, eu até tenho vontade de fazer várias outras coisas - cuidar das plantas, aprender outro idioma, tirar as cutículas e, principalmente, maratonar séries para poder acompanhar o bate-papo nas redes sociais.

Infelizmente, minha carta de Hogwarts nunca chegou, então um vira-tempo não é uma possibilidade. 

Mas eu descobri que existe uma tática para conseguir acompanhar as séries mesmo sem ter tanto tempo disponível: basta acelerar a velocidade. Isso mesmo - em vez de assistir em “1x”, você coloca em “2x” e demora a metade do tempo para terminar um episódio. Assim, se demoraria, digamos, 10 horas para maratonar uma temporada, passa a demorar apenas cinco.

Mas, enquanto fazer isso economiza tempo, também causa o desperdício de um monte de outras coisas. Afinal, uma série não é apenas a história; existe o trabalho de uma série de profissionais de diversas áreas, que vão desde o roteiro até cenário, figurino, iluminação, trilha sonora, direção e edição. E todas essas coisas são pensadas para que a série exista na velocidade 1. Então, ao acelerar a velocidade, esse cuidado todo acaba sendo perdido.

Suspeito que até a emoção causada pela série seja menor sem ver as pausas certas, ouvir a trilha direitinho e deixar que as coisas aconteçam no tempo normal. Pense na sua série preferida e nos detalhes dela, seja o timing de comédia, pequenas ações que acontecem ao fundo, objetos de decoração... Não perderia um monte da graça e da identidade se não tivessem essas coisas?

Tem quem se importe apenas com ver a história - e tudo bem! Afinal, cada um consome seu entretenimento como acha melhor. Mas, a meu ver, apreciar uma série tem muito a ver com se deixar envolver e emocionar por ela. Entre ver na metade do tempo ou ver a metade da quantidade de séries que poderia, fico com a segunda opção. ;)