Ângela Mesquita's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Ângela Mesquita's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Ângela Mesquita's story
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Acrofilia


Seu corpo flutua no ar. Ela se vê suspensa, numa queda paralisada, como em uma fotografia.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Seu corpo se enamora do ar que o envolve. A pressão do ar sobre seus poros é como uma carícia sensual e suave. O tempo está parado e seu olhar, tudo capta.

Ao longe nota, fixos nela, os olhos de pessoas que a observam, estáticas e extasiadas.

O que fazem ali aquelas pessoas? Por que a observam? Que olhar é esse? Pavor? Ela gargalha ao reconhecer o sentimento mais pulsante no fundo daqueles olhares:  fascinação!

Ah, pobres pessoas, ali, paradas, invejando seu enlace com o ar. Saiam, tolos! Deixem-nos em paz! Quem pensam que são? Voyeurs, devassando seu momento mais profano! Fora!

Ela os ignora e se entrega à queda livre que acentua a volúpia do ar, seu toque cada vez mais firme e exigente.

Ela está excitada. O ar lhe puxa os cabelos para trás, cola sua roupa ao corpo, tenta arrancá-la, acaricia seu rosto, pressiona seus seios, barriga, coxas. Pressiona cada pedaço do seu corpo, em várias direções.

Então, aquele esperado toque bruto, forte, dolorido, inesperado.

Finalmente.

A umidade se espalha em seu corpo.

Você leu a pasta de história
escrita por
Writer avatar
angela.mesquita
VOCÊ precisa saber sobre MIM: Moderada radical de extremo centro. Livre pensadora fundamentalista.