50 litros em 5
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
50 litros em 5
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
50 litros em 5
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Um tour para fazer em Medellin, na Colômbia

Amanda Previdelli
há 2 anos25 visualizações

Vou fazer propaganda gratuita do negócio, mesmo.

Muita gente já tinha ouvido falar de Pablo Escobar e o cartel da cocaína formado por ele e outros colombianos. Depois da série da Netflix estrelada pelo maravilhoso e brasileiríssimo Wagner Moura, estou confiante que muitos brasileiros já ouviram falar do cartel de Medellín. 

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A cidade tinha um grupo de narcotraficantes que, se não dominava o mundo, dominava grande parte do dinheiro do mundo - o que dá no mesmo. O seriado é muito bom, mas também esconde muitas das barbaridades cometidas por Pablo Escobar. Isso e o fato de ele ser interpretado por um ator querido pelos brasileiros talvez tenha mexido com o nosso senso de herói e vilão.

Com essa consciência em mente, eu estava um pouco com o pé atrás na hora de fazer um tour sobre o Pablo Escobar na cidade onde ele cresceu e criou o maior cartel de drogas do mundo. Não queria nada que glorificasse os narcotraficantes. Fomos então para o tour que se dizia o primeiro do tipo na cidade, e o que era o único recomendado pelo guia Lonely Planet.

Um tour para fazer em Medellin, na Colômbia

Recomendo absurdamente. O tour é muito informativo, passamos por pontos importantes ouvindo sobre a história da guerra contra as drogas. Tudo de uma maneira bastante crítica e, o que eu mais gostei, bastante pessoal. Estava na cara que as pessoas que trabalham nesse tour foram diretamente afetadas por esses carteis. 

O tour não glorifica Escobar, nem as riquezas. Ele é um tapa na cara de quem já consumiu drogas. Um tapa na cara mais forte ainda em quem consome cocaína. De quebra, ainda dá umas patadas nas grandes empresas globalizadas que entram na América do Sul e dissecam todas as riquezas locais. 

Tudo isso enquanto você descobre curiosidades sobre a vida de Escobar, o mercado da cocaína, as riquezas, a corrupção e o spoiler alert do que acontece em Narcos.

Se você tiver tempo para fazer um tour em Medellin, pode vir se emocionar com o Tour Pablo Escobar, da galera do Paisa Road.

#turismo #colombia #medellin #viajaprevidelli #viajaprevidellicolombia

Viajei por uma companhia aérea baratíssima da Colômbia - cuidado com armadilhas

Amanda Previdelli
há 2 anos13 visualizações

Sim, eu caí em algumas delas, infelizmente

Fui trouxiane que é para você não ser.

Aqui na Colômbia tem uma companhia aérea maravilhosa chamada Viva Colombia. Bem naquele estilo baratinha e ordinária porém que todos amamos. É essa belezinha aqui:

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Para viajar para dentro do país, por exemplo, é uma maravilha. Você pode comprar uma passagem de última hora de Bogotá para Medellin, só ida, por cerca de 125 mil pesos colombianos - algo em torno de 150 reais. Só queria dizer que já vi muita passagem para o Rio de Janeiro bem mais cara que isso. 

O problema é que você precisa ficar esperto. Na hora de fechar a compra, eles cobram por absolutamente tudo. E da maneira mais malandra possível. Olha essa coisa linda:

Viajei por uma companhia aérea baratíssima da Colômbia - cuidado com armadilhas

Primeiro que já está tudo ticado "sim". Então você tem que ir serviço por serviço vendo o que não vai querer. Eu, por exemplo, ia viajar com uma mochila e despachar o mochilão. Por isso, tive que cancelar o "equipaje a bordo" (mas teria que pagar 5k pesos se estivesse levando uma bolsa além da mochila) e checar se estava tudo ok com o "equipaje documentado".

Em seguida rolou isso (e nesse fui trouxiane):

Viajei por uma companhia aérea baratíssima da Colômbia - cuidado com armadilhas

Sem querer, deixei passar esse "fila rápida". Acabei pagando 5 mil pesos colombianos nem sei por qual serviço porque quando cheguei para fazer checkin era a única da fila. Um inferno esse negócio, se você não presta 100% de atenção, já era. Nesse também te outra coisa muito interessante. O "grupo de abordaje". Normalmente eu não ligo para isso, porque sei que vai estar todo mundo sentado e com lugar marcado mesmo, então dane-se. Mas não é bem assim, não. Simplesmente não tem lugar marcado nesse avião! A galera entra estilo busão, mesmo. O último grupo chamado (no meu caso, o 4), faz uma fila gigantesca para poder escolher os melhores lugares. Acabei sentada no fundão.

Mas em frente.

Viajei por uma companhia aérea baratíssima da Colômbia - cuidado com armadilhas

Essas para mim são as grandes pérolas da página. Verdadeiros tesouros. Seguro de viagem de DOZE horas antes e doze depois. E aí ele muda o esquema de respostas. O box já ticado é o "no, viajaré protegido". É um não que na verdade quer dizer sim, porque a pergunta tá lá do outro lado "vai perder esse benefício"? Para não ter que jogar no lixo esses 15 reais, você tem que ir lá e ter sangue frio para escolher a opção "vou viajar desprotegido". Maravilhoso, né?

Para fechar com chave de ouro, se você se distrair capaz de comprar um CALENDÁRIO DA COMPANHIA. Sério. Sem brincadeira. Capaz de você gastar uns 22 reais sem querer num calendário.  

Hoje, não, demonho!

Depois de tudo isso você vai para a sala de embarque, e espera mil horas para começar o embarque alguns minutos atrasado. Sem entender o motivo da fila gigantesca que se forma, você finalmente olha seu cartão de embarque e percebe que não tem seu lugar. Yep, é cada um por si nesse rolê. 

Viajei por uma companhia aérea baratíssima da Colômbia - cuidado com armadilhas

Mas uma vez dentro da -lotação- quer dizer avião, já tudo fica tranquilo. O percurso Bogotá-Medellín levou menos de 40 minutos. <3

#viajaprevidelli #viajaprevidellicolombia #colombia #dicasdeviagem #vivacolombia #medellin #bogotá #dicasdeviagem

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
aprevidelli
Jornalista