OUTROS

Cinco histórias reais de psicopatas que vão te deixar aterrorizado

Amanda Previdelli
Author
Amanda Previdelli

Essas pessoas sem nenhuma compaixão ou empatia são capazes de crimes horrorosos

Cinco histórias reais de psicopatas que vão te deixar aterrorizado

Você sabia que psicopatas não são pessoas doentes? Não são "loucos"? Psicopatia não tem cura e não faz com que um criminoso vá para um hospital psiquiátrico em vez de ir para a cadeia. Por isso o recente laudo que afirma que François Patrick Gouveia, o assassino confesso de toda uma família brasileira na Espanha.

A história é triste e horrível: Patrick foi até a casa do tio e matou o homem, sua esposa e as duas crianças pequenas. O motivo? Ele disse que frequentemente sentia "vontade de matar", disse que quando essa vontade vinha, ele costumava beber muito, mas dessa vez, não. Dessa vez ele foi até a casa do tio com a intenção cometer o assassinato. Matou a tia e os primos porque, segundo ele, seria muito cruel deixar uma família órfã desse jeito. Descreveu como cometeu a chacina, como cortou os corpos de todos em pequenos pedaços, embrulhou em sacos plásticos e deixou a casa dos tios. E contou tudo isso com uma frieza assustadora. Os corpos da família foram encontrados apenas um mês depois, quando vizinhos começaram a reclamar do cheiro ruim que saía da casa da família. 

Cinco histórias reais de psicopatas que vão te deixar aterrorizado

O suspeito confesso de matar um casal e seus dois filhos pequenos (Reprodução: Facebook)

François Patrick Gouveia não é louco, não é doente. Ele sabia exatamente o que estava fazendo, sabia das possíveis consequências e entendia que o que fazia era errado. Mas fez mesmo assim porque psicopatas não sentem empatia pelas vítimas. Entre outras, essa é a característica principal deles, o que significa que psicopatas podem ser pessoas aparentemente normais, com famílias, carreiras e relacionamentos. Eles podem nunca matar ninguém, mas são sempre egoístas e egocêntricos, completamente sem empatia. Os mais famosos psicopatas, claro, são aqueles que cometem crimes. Alguns tão horríveis que parecem saídos de filmes de terror. Aviso de gatilho abaixo.

TED BUNDY

Cinco histórias reais de psicopatas que vão te deixar aterrorizado

Possivelmente um dos mais famosos psicopatas de todos os tempos - e inspiração para muitos filmes. Ted Bundy era charmoso e atraente, mas sombrio e letal. Ele matou pelo menos trinta mulheres, todas mais ou menos parecida com uma ex-namorada que terminou com ele. Ted Bundy se aproveitava da confiança das mulheres para leva-las a um local mais escondido, onde cometia seus crimes. Algumas das vítimas foram decapitadas e suas cabeças guardadas na casa do assassino, como troféus. Quase todas foram estupradas após a morte. Ele foi executado na cadeira elétrica nos Estados Unidos, onde cometeu seus crimes.

JEFFREY DAHMER

Cinco histórias reais de psicopatas que vão te deixar aterrorizado

Jeffrey matou pelo menos 15 garotos. Ele sequestrava suas vítimas, estuprava os meninos e depois os jogava em um tanque cheio de ácido. Ou, pior: comia os corpos das vítimas. A casa do psicopata estava cheios de crânios e partes de corpos quando ele foi preso pela polícia. 

EDWARD THEODORE GEIN

Ed Gein, como ele ficou conhecido, é um dos psicopatas e serial killers mais famosos, pelo menos para quem assiste filmes de Hollywood. Ele era um fanático religioso e muito próximo a mãe. Depois que ela morreu, ele passou a assaltar túmulos e roubar os corpos, que viravam troféus, capas para móveis na casa dele e eram estuprados. De corpos, Ed passou para seres humanos vivos, assassinando pelo menos duas mulheres. Suspeito de um dos assassinatos, a polícia foi revistar sua casa. Foi aí que encontrou a macraba coleção humana. 

ERIC SMITH

Cinco histórias reais de psicopatas que vão te deixar aterrorizado

Por mais assustador que possa parecer, crianças também podem ser psicopatas. Aliás, a maioria dos estudos de psicopatia indicam que a característica pode ser identificada desde muito cedo nas pessoas. Eric Smith é um dos casos de crianças psicopatas que cometeram crimes horripilantes. Quando uma criança de quatro anos de idade foi encontrada morta, ninguém suspeitava de Eric, que tinha treze anos na época. O corpo da vítima foi encontrado em uma floresta. O menino tinha sido enforcado e espancado com várias pedras. Ele estava quase irreconhecível.

Eric admitiu ter matado a criança, não se mostrou nem um pouco arrependido e ainda parecia gostar da atenção que estava recebendo por conta do crime.

ANDREI CHIKATILO

Cinco histórias reais de psicopatas que vão te deixar aterrorizado

Esse ucraniano atraía crianças, adolescentes e mulheres para locais remotos onde tentava estuprar suas vítimas, mas ele não conseguia manter uma ereção. Em fúria, Chikatilo matava as vítimas estranguladas, com facadas ou por espancamento. Ele, então, mutilava os corpos e arrancava os olhos das vítimas. Durante esse frenzi horrendo, ele finalmente atingia o orgasmo. Depois de matar dezenas de pessoas, ele foi preso e morto por fuzilamento.