OUTROS

Parem o busão que eu quero descer!

Автор

Mulheres fazem petição online pelo direito de descer do ônibus fora do ponto após às 22h

Parem o busão que eu quero descer!

Descer do ônibus e andar mais não sei quantos quarteirões até chegar em casa no escuro, nas ruas vazias, com medo. Essa é a realidade de milhares de brasileiras todos os dias. O nosso medo não é só de assalto. É de sermos alvo pelo fato de sermos mulheres. Nosso medo é de agressão, estupro, violência de gênero. 

Pergunte a uma amiga o que é andar com a chave na mão para abrir a porta de casa mais rápido (olhando para os lados para ver se ninguém está perto) ou usa-la como arma contra um agressor. O que é morrer de medo ao ouvir algum barulho atrás de você - e morrer de alívio ao ver que é uma mulher. 

A página Vamos juntas? criou uma petição online para que a lei municipal vire nacional e todas as brasileiras tenham o direito de descer do ônibus fora do ponto depois das dez da noite. Ainda faltam quase duas mil assinaturas para que elas (nós) alcancem o seu (nosso) objetivo:

As criadoras da petição se comprometeram a, no futuro, levantar a hipótese de ampliar esse benefício e incluir homens, também. Mas a prioridade são as mulheres.

Antes que falem que isso é criar desigualdade de gênero, dando um benefício apenas ao sexo feminino, explico que não é, não. A desigualdade existe quando a absurda maioria dos crimes de estupro são cometidos por homens contra mulheres. Ela existe quando mulheres apanham e morrem todos os dias simplesmente por serem mulheres. Sim, homens também são vítimas de violência, mas não é porque eles são XY*. Um homem nunca vai apanhar de um estranho ou ouvir insultos na rua porque nasceu homem. 

Então a lei não cria desigualdade de gênero, ela dá um direito às mulheres para que a gente possa quem sabe sofrer um pouquinho menos da violência cotidiana.

*mulheres trans sofrem muito e a gente precisa falar sobre isso sempre.

#feminismo #transportepúblico #petição #vamosjuntas