SYPPK
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
SYPPK
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
SYPPK
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Em monólogo sobre racismo, Chris Rock decide humilhar... uma mulher negra

Sheila Vieira
há 2 anos17 visualizações

ERROR.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Como esperado, Chris Rock colocou o dedo, a mão e o braço inteiro na ferida do #OscarsSoWhite durante a cerimônia da Academia, neste domingo. Já entrou dizendo que, se houvesse indicações para apresentador, ele não estaria ali, e falou uma série de verdades sobre falta de reconhecimento e oportunidade para atores negros. Quase pensei que ele conseguiria fazer o monólogo inteiro sem menosprezar mulheres.

Eu estava errada. De todas as pessoas, Rock decidiu ‘silenciar’ justamente uma atriz negra: Jada Pinkett Smith, que publicou um vídeo falando extensamente sobre como a comunidade negra deveria parar de buscar aprovação de brancos poderosos e se apoiar internamente.

Se você não viu, aqui está:

A piada: “Jada boicotando o Oscar é como eu boicotando a calcinha da Rihanna. Não fui convidado”.

Em monólogo sobre racismo, Chris Rock decide humilhar... uma mulher negra

O pior é que, em seu vídeo, a Jada havia desejado sorte ao Chris Rock na apresentação do Oscar. O agradecimento dele por isso foi diminuindo a importância dela e do marido dela, Will Smith, dizendo que ele não merecia US$ 20 milhões por Wild Wild West (esta parte é verdade).

De todas as pessoas que falaram porcarias significativas nos últimos meses, incluindo A INDICADA A MELHOR ATRIZ QUE ESTAVA NO RECINTO Charlotte Rampling (comentou que o boicote era 'racismo contra os brancos'), a única pessoa a ser citada e humilhada publicamente é uma mulher negra.

Depois ele fez mais algumas piadas e observações certeiras sobre raça na indústria (“racista de sororidade” foi a minha preferida) e decidiu terminar de forma estranha, criticando o “Ask Her More”, uma espécie de campanha para que atrizes sejam mais questionadas sobre seu trabalho do que sobre seus vestidos. 

“É porque homens vestem todos a mesma roupa!”, disse Chris. 

NOSSA, AGORA TUDO FAZ SENTIDO! O CARA RESOLVEU O ENIGMA, PODEM VOLTAR A VALORIZAR MAIS A APARÊNCIA DO QUE O TALENTO DAS MULHERES, GALERA, COMO A GENTE ERA BURRA POR RECLAMAR DISSO! 

Infelizmente, isso tudo não é exatamente uma surpresa para quem acompanha a carreira do Chris Rock. As visões dele sobre gêneros sempre foram, digamos, próximas dos clichês.

Uma parte de mim quer acreditar que o casal Smith deu ‘permissão’ a Rock para falar aquilo. Mas isso não vai tirar a impressão de que, por mais que todos os atores negros sofram com o racismo, a batalha para as mulheres negras ainda é duas vezes maior.

Gostaria de ouvir a opinião de vocês sobre a apresentação do Chris Rock, especialmente dos negros. Gostaram?

#Oscars #ChrisRock #JadaPinkettSmith #Racism

As princesas da Disney têm menos falas que os homens nos filmes

Da série: "não, não existe machismo no mundo, não".

Como se já não bastasse ser cheia de enredos machistas (oi? não preciso de príncipe nenhum pra ser feliz e poxa, Ariel, largar o mar por um cara que você mal conhece?), a Disney ainda silencia as mulheres dos seus filmes. 

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Pesquisadores analisaram todo os diálogos dos filmes de princesas da Disney e descobriram que os homens tem até três vezes mais falas do que as protagonistas femininas. Em A Pequena Sereia, por exemplo, eles falam 68% do tempo. Em A Bela e a Fera, 71%. No filme Pocahontas, 76%. Até no filme Mulan, com uma protagonista forte e batalhadora, os homens falam 77% do tempo. 

Não são dados muito surpreendentes, se você for pensar. Os filmes da Disney até têm uma princesa protagonista, mas o resto é tudo homem - com exceção, claro, da bruxa má. O melhor amigo da princesa normalmente é homem, o líder do vilarejo, o professor, o inventor... Todos homens. 

Basicamente você tem uma mulher (a princesa) que quer casar, uma mulher que quer destruir esses planos (provavelmente por inveja) e o resto, todas as outras ações, conselhos, drinks em bares, leituras na rua, conversas no salão do palácio... tudo é feito por homens. 

#disney #princesas #feminismo #syppk #mulan #pequenasereia #machismo

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
aprevidelli
Jornalista