SYPPK
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
SYPPK
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
SYPPK
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Hillary Clinton fez uma promessa e agora vamos ficar de olho

Promessa feita para as mulheres tem de ser promessa cumprida!

Uma das favoritas para se tornar candidata a presidente dos Estados Unidos pelo partido democrata americano, Hillary Clinton prometeu que, se eleita a primeira presidente mulher nos EUA, metade do seu gabinete vai ser composto por mulheres. 

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

E as feministas acharam ótimo. Como não? Teve gente que falou por aí que isso são ~cotas. Primeiro que não há nada de errado com cotas para reparações históricas e busca de equidade. Segundo que vou deixar a própria candidata explicar por que ter metade de seus funcionários do gênero feminino é algo básico:

"Bom, eu vou ter um gabinete que se parece com os Estados Unidos, e 50% dos Estados Unidos são mulheres".

Deu pra entender?

Tudo aconteceu em um evento de campanha. Primeiro ela foi questionada por um membro da plateia por que era feminista. Sua resposta? "Eu acredito que as mulheres merecem os mesmos direitos que os homens em todos os aspectos de nossa economia e sociedade". Depois, a mulher que estava mediando o evento fez uma nova pergunta no mesmo tema, questionando como a pré-candidata pretendia, pessoalmente, reduzir a desigualdade de gênero. Ela citou o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, que prometeu um gabinete composto por 50% de mulheres e cumpriu a promessa e questionou se Clinton faria a mesma promessa.

A resposta, pelo visto, é sim.

Vamos acompanhar.

#feminismo #desigualdadedegênero #política #hillaryclinton #eua

Marvel tenta se redimir e lança concurso para meninas entrarem na ciência e tech

É pra compensar todo o machismo nos filmes e no marketing

Não tem filme de heroína, não tem boneco de heroína e as heroínas usam roupas absolutamente impráticas e sexualizadas, mas tem concurso só para meninas eeeee

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Críticas necessárias já feitas, a Marvel está com uma ação bacana para mulheres. É uma competição para meninas no ensino médio incentivando as garotas a desenvolver projetos na área de ciência e tecnologia que elas acreditem possa mudar o mundo.

Os cinco melhores projetos vão ganhar ingressos para a premier do filme Capitão América: Guerra Civil. A vencedora ganha um estágio nos estúdios da Marvel. Ah, o projeto chama Captain America: Civil War challenge. Nada muito criativo rs. 

Marvel tenta se redimir e lança concurso para meninas entrarem na ciência e tech

#marvel #feminismo #machismo

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
aprevidelli
Jornalista