CIÊNCIA

Seu fone de ouvido tem 10 mil fungos e bactérias

Autor

Uma pesquisa feita pela faculdade Devry Metrocamp, de Campinas, trouxe um dado não muito agradável para quem usa fones de ouvido. Há cerca de 10 mil fungos e bactérias no seu fone de ouvido (você leu certo) - eles podem causar, coceiras, micoses e, em casos mais graves, infecções capazes de provocar surdez.

Coordenadora do estudo, a bióloga e engenheira de alimentos Rosana Siqueira, avaliou 40 fones. 30 deles eram do tipo que encaixa no ouvido e os outros 10 eram do tipo headphone. Os aparelhos pertenciam a jovens e adultos que não higienizavam os fones e tinham o hábito de compartilhar o dispositivo com outras pessoas.

Seu fone de ouvido tem 10 mil fungos e bactérias

Em 87% dos fones foi encontrada contaminação por fungos e bactérias - inclusive da bactéria Staphylococcus aureus, responsável por infecções de pele e das vias aéreas superiores. Nos casos mais graves, esse tipo de bactéria pode causar meningites. Já o fungo mais comum foi o Candida ssp, capaz de causar micose no ouvido interno.

Só existe uma maneira de evitar essas doenças: limpe bem o seu fone antes de usar. Outra medida importante é evitar o compartilhamento do dispositivo com amigos e conhecidos. O uso de fones por tempo prolongado esquenta o canal do ouvido e aumenta a predisposição para o desenvolvimento desse tipo de bactérias e fungos.

Para limpar os fones, use um tipo especial de álcool, chamado isopropílico. Com um cotonete ou um pedaço de algodão, passe o produto na parte que fica em contato com a orelha e também nos fios. Faça essa limpeza ao menos uma vez por semana. Não use água e sabão, pois podem danificar o fone.

(vi no G1 Campinas)