NOTÍCIAS

Comércio eletrônico: dicas para realizar suas compras online sem dor de cabeça

Cecilia Alberigi
Autor
Cecilia Alberigi

Ações simples garantem segurança e diminuem os riscos de fraudes virtuais

O comércio eletrônico no Brasil vem ganhado espaço e conquistando novos adeptos da modalidade de compras virtuais.

Apesar da forte crise em 2016 que abalou diversos setores do mercado nacional, o e-commerce manteve-se atuante e as vendas virtuais tiveram crescimento de 7,4% em comparação a 2015, registrando R$44,4 bilhões de faturamento.

A fim de evitar fraudes os bancos cada vez mais investem pesado em softwares de segurança para transações online e a maioria das lojas virtuais buscam a certificação digital para transmitir confiança aos clientes.

No entanto, tais medidas não bastam para que o consumidor não seja vítima de um golpe. De acordo com uma pesquisa realizada pela ClearSale, empresa especializada em soluções antifraudes para e-commerce, em 2015 ocorreram cerca de R$3,6 mil em tentativas de fraudes por minuto. A CyberSource, plataforma de gerenciamento de pagamentos online, afirma também que só na América Latina 8% das compras online são rejeitadas por suspeita de fraude.

Comércio eletrônico: dicas para realizar suas compras online sem dor de cabeça

Então o que devemos fazer para aproveitar as ofertas do comércio eletrônico?

Com ações simples e atenção a pequenos detalhes é possível realizar suas transações digitais e aproveitar a comodidade do e-commerce.

Confira abaixo as dicas que preparamos para você:

1) Utilize conexões seguras.

Mantenha seu antivírus sempre atualizado e não realize transações eletrônicas em lan houses ou computadores de terceiros. Evite também utilizar as redes públicas de Wi-Fi.

2) Analise a oferta com atenção.

Busque referências do site com amigos e conhecidos e fique de olho na “lista negra do e-commerce” disponibilizada e atualizada pelo Procon anualmente. É nessa lista que estão os sites de vendas com maiores reclamações sobre prazo de entrega e falsas promoções.

3) Leia atentamente as condições da oferta e características descritas do produto ou serviço.

4) Evite clicar em links recebidos por SMS ou em e-mails não criptografados.

5) Fique atento à ofertas com preços muito abaixo daqueles praticados pelo mercado.

6) Verifique com regularidade o extrato de sua conta corrente e cartão de crédito.

Caso você não reconheça algum lançamento, entre em contato imediatamente com seu banco ou operadora do cartão.

7) Se possível, escolha a opção de realizar o pagamento via débito em conta corrente.

É mais seguro realizar as transações na página ou aplicativo do seu próprio banco, pois além de estar familiarizado com o funcionamento do sistema, você conta ainda com um ambiente que atende a todas as normas de segurança digital.

Caso a sua oferta ou serviço contratado não seja cumprido, você tem algumas opções:

1) Exigir o cumprimento da oferta conforme a descrição;

2) Optar por outro produto ou serviço equivalente ou;

3) Pedir a devolução do valor pago e o cancelamento do contrato. Neste caso o estorno ocorre diretamente à sua operadora de cartão de crédito.

Esteja sempre atento no momento da compra para que você possa aproveitar toda a praticidade e variedade do comércio eletrônico sem prejuízo. E lembre-se: a prevenção ainda é a melhor forma de evitar transtornos.

Boas compras!