MÚSICA

10 coisas que os músicos da noite provavelmente estão cansados de ouvir

Ciro Hamen
Autor
Ciro Hamen
10 coisas que os músicos da noite provavelmente estão cansados de ouvir

(Divulgação)

Hoje, dia 22 de novembro, é celebrado o dia do músico e para prestar homenagem a esse profissional muitas vezes subvalorizado pela sociedade, listamos aqui 10 coisas que os artistas da noite, que ganham a vida tocando em bares e restaurantes, provavelmente estão cansados de ouvir.

- Ouvir "mas qual é o seu trabalho de verdade?"

É óbvio que nenhum músico quer ouvir "mas você não faz outra coisa, não tem um trabalho de verdade?". Ser músico é profissão, mas ainda está longe de ser um ofício respeitadíssimo.

- Ouvir "tem como tocar mais baixo?"

Tudo bem que alguns lugares exigem uma banda menos barulhenta, mas em geral abaixar o volume é algo que poucos músicos querem fazer.

- Ouvir "tem como você tocar ____ pra gente?"

O prestígio da plateia é, sem dúvida, a coisa de maior valor para o músico da noite, porém grande parte do público sempre confunde isso e acaba forçando a amizade com o artista. "Você pode tocar Eu Amei Te Ver?" ou "Tem como você tocar aquela lá da Anavitória pra gente?" com certeza são frases que um cantor fazendo a sua apresentação não quer ouvir.

- Ouvir "mas eu tô pagando"

Nunca na história da humanidade a frase "eu tô pagando" foi usada por alguém de bom caráter. É óbvio que alguém que disse isso em qualquer contexto está errado e com o músico não poderia ser diferente. Alguém que "está pagando" não pode se achar no direito de exigir uma música do Capital Inicial para o artista.

- Ouvir "toca Raul!"

Esse bordão é piada desde os tempos em que Raul Seixas ainda era vivo, porém ainda hoje há quem exclame a frase sem nenhum pingo de ironia.

- Ouvir "toca Legião!"

Não é só o "Toca Raul" que faz o terror dos músicos da noite. Legião Urbana é sempre uma das mais pedidas pelo público mais desagradável dos barzinhos e restaurantes deste Brasilzão. Aliás, qualquer "toca (alguma coisa!)" é bastante desnecessário.

- Ouvir "posso tocar uma música pra você me dizer o que acha?"

Todo músico da noite já teve um início de carreira algum dia, porém é preciso entender que nem sempre o cantor mais experiente está ansioso para ouvir as composições do novato. Às vezes ele só está querendo ficar de boa, tomando a sua cerveja, sem ser incomodado e o "posso tocar uma música pra você" acaba se tornando um tormento, ainda mais para aqueles que não sabem dizer "não".

- Ouvir "não pode tocar música própria"

Existem muitas bandas e músicos que tocam covers por prazer, mas a grande maioria luta para tornar o seu trabalho autoral reconhecido. Ouvir um pedido para não tocar música própria do dono de algum estabelecimento é sempre uma punhalada nas costas para alguns.

- Ouvir "o cachê a gente acerta semana que vem"

O salário do músico da noite já é baixo e ter o pagamento adiado torna tudo bem pior. Tudo bem que às vezes a casa precisa fazer a contagem da bilheteria para depois repassar o valor ao artista, mas um cachê acertado antes é sempre bom.

- Ouvir "a gente paga duas cervejas"

Mas o pior de tudo na verdade é nem ter cachê. Imagina o cara que nem bebe ter que ouvir "a gente paga duas cervejas".