MÚSICA

5 músicas que queremos ouvir na nova temporada de Stranger Things

Autor
5 músicas que queremos ouvir na nova temporada de Stranger Things

(Divulgação)

A trilha sonora foi extremamente importante na primeira temporada de Stranger Things. Os criadores da série sabem que seu papel é fundamental na hora de nos ambientar nos anos 80. As músicas de Toto, The Bangles, Tangerine Dream, Corey Hart e The Clash nos levaram a 1983, ano em que os garotos de Hawkins, Indiana, conhecem Eleven. A segunda temporada, que estreia nesta sexta-feira, na Netflix, se passará em 1984, e temos algumas sugestões de canções da época que queremos ouvir.

Talking Heads - Naive Melody (This Must Be The Place)

Supostamente, a única "canção de amor" que David Byrne já escreveu na vida, "Naive Melody", seria a trilha perfeita para o romance adolescente da série. O musical Stop Making Sense, do qual essa canção faz parte, estava em alta em 1984, o que tornaria o seu uso mais verossímil. "Psycho Killer" também seria ótima, mas como ela já foi usada em uma cena de Mindhuter, série recém-lançada da Netflix, a melhor escolha é "Naive Melody".

Eurythmics - Sweet Dreams (Are Made of This)

O clássico do Eurythmics tem a cara da série, um marco dos anos 80 e dos sintetizadores característicos da época. Além disso, ainda há o fato de que a música está em alta por conta do meme "menino caindo no Casos de Família".

Suicidal Tendencies - Institutionalized

Talvez não tenha tanto a ver com a temática da série, mas seria surpreendente. É possível imaginar Dustin e sua turma trocando as bicicletas por skates e a galera fazendo várias manobras ao som de Suicidal. Funcionaria também como a trilha de um surto psicótico de Joyce (Winona Ryder).

Hall & Oates - I Can´t Go For That (No Can Do)

Outro hit cheio de sintetizadores bastante característicos dos anos 80, a música de Hall & Oates cairia como uma luva em basicamente qualquer momento de Stranger Things, e ainda traria um novo hype em cima de um sucesso subestimado.

Tears for Fears - Head Over Heels

Desde Donnie Darko, essa música virou o maior clichê para qualquer obra audiovisual que se passe nos anos 80. Não é injusto, uma vez que ela é o que podemos chamar de "canção pop perfeita" e ouvir "Head Over Heels" mais uma vez nunca é demais.